o que é engenharia de produção

Afinal, o que é Engenharia de Produção?

Uma das principais dúvidas de quem quer fazer Engenharia é escolher entre as diferentes áreas existentes. Afinal, são muitas opções possíveis e com grandes chances de sucesso no mercado, já reparou?

A área de produção, por exemplo, é uma das que mais contratam profissionais. São pessoas que podem atuar tanto na indústria quanto no setor de serviços.

Pensando nisso, fizemos este artigo sobre a Engenharia de Produção, começando por um panorama sobre área, principais formas de atuação, habilidades essenciais ao profissional e à graduação em geral. A ideia é dar uma visão geral sobre essa profissão e como o mercado recebe curso de Engenharia de Produção. Se liga!

O que é a engenharia de produção?

A história da Engenharia de Produção está ligada à Revolução Industrial. Com o desenvolvimento das máquinas e dos processos industriais, a presença de profissionais qualificados se tornou uma necessidade. No Brasil, a chegada das multinacionais na década de 1950 foi o que impulsionou a área de produção.

A Engenharia de Produção é focada em preparar profissionais capazes de garantir a eficácia de processos produtivos, mantendo baixos os custos dessa produção, seja ela em uma empresa ou indústria.

Por isso, é importante que, durante a graduação, você aprenda como analisar dados técnicos e cruzar as informações com relatórios financeiros, logísticos e de produção pra propor melhorias. Lembrando que a Engenharia continua no ranking das melhores profissões a se seguir!

Uma coisa interessante sobre a profissão é que você aprende conceitos sobre Gestão de Pessoas, Administração e Economia, o que é importante para auxiliar no desenvolvimento de qualquer empresa. Inclusive, essas opções ajudam na escolha do caminho a trilhar nas Engenharias, por exemplo, entre Engenharia Mecânica ou de Produção!

Quais são as áreas de atuação de profissional?

Com tanto conhecimento inserido dentro dessa Engenharia, isso abre espaço a diversas possibilidades profissionais. Confira algumas das principais opções do que faz um engenheiro de produção!

Logística

Na área de logística, o engenheiro de produção é responsável por organizar o transporte, manuseio, armazenamento e estoque de produtos e cargas. A ideia é diminuir os gastos, garantir que as mercadorias estejam disponíveis e atender às demandas de um cliente.

Dependendo da estrutura da empresa, o engenheiro de produção atua no desenvolvimento de pesquisas operacionais, melhorias em sistemas de logística e processos de logística reversa, entre outros.

Pesquisa operacional

A área de pesquisa operacional busca a resolução de problemas reais, o que envolve a tomada de decisão por meio de modelos matemáticos que vão ser processados por computador. Para isso, são feitos o planejamento e ajustes no sistema operacional para alcançar o objetivo final de pesquisa.

Aqui, o profissional trabalha bastante a multidisciplinaridade pra resolver problemas, considerando características que não podem ser expressas por meio da Matemática. E o que isso significa? Análises de demanda, uso de inteligência computacional e outros.

Gestão de qualidade

Na gestão de qualidade, a tarefa do profissional é fazer com que projetos e produtos obtenham o melhor resultado possível, evitando desperdícios e trazendo maior eficácia aos processos. Além desses objetivos, o profissional tem um papel fundamental por reduzir problemas como retrabalho e altos custos, bem como aumentar a satisfação do consumidor.

Algumas das subáreas de atuação contemplam planejamento e controle, auditoria, confiabilidade de processos e produtos, sendo que todas se encontram para melhorar a gestão.

Organizacional

Para aqueles que sonham em atuar diretamente na gestão do negócio, a área organizacional é o principal caminho. Nesse caso, a rotina do engenheiro de produção inclui a criação de planejamento estratégico, análise de desempenho, gestão de projetos e inovação.

Para garantir o melhor trabalho, é importante que o profissional tenha um amplo conhecimento sobre as atividades realizadas na empresa. Deve saber exatamente que uma decisão tomada em determinado setor pode afetar outro.

O que é preciso pra se tornar um engenheiro?

Depois de entender o que é Engenharia de Produção e as suas principais áreas de atuação, chegou a hora de saber o que é preciso pra se tornar um bom engenheiro. Algumas características contribuem pra que você tenha uma carreira de sucesso. Conheça a seguir algumas delas!

Boa comunicação

O engenheiro de produção está constantemente em contato com as pessoas. É por meio delas que ele obtém informações importantes que pautam o seu trabalho. Por essa razão, ele precisa ser comunicativo, saber interagir com o outros. Afinal, isso impacta a sua atuação.

Capacidade analítica

Outra habilidade importante é a boa capacidade analítica. Geralmente, ela está ligada a outras características, como pensamento crítico, curiosidade e resolução. Uma pessoa analítica é capaz de produzir informações e conhecimentos a partir da análise de dados, sendo necessário organizá-los de maneira lógica.

Relacionamento interpessoal

O trabalho do engenheiro de produção nunca é feito sozinho. Portanto, é essencial que ele tenha um bom relacionamento com a sua equipe –– ou seja, inteligência interpessoal pra atuar em grupo. Isso vai ajudá-lo a intermediar e unir o conhecimento de todos os profissionais. Inclusive, essa habilidade é bem valiosa pra melhorar o seu networking.

Conhecimento integrado

Na Engenharia de Produção, o profissional pode atuar em diferentes áreas. Sendo assim, é necessário que ele tenha conhecimento integrado sobre ética, meio ambiente, técnicas computacionais, língua estrangeira, entre outros tópicos.

Quer descobrir de uma forma mais dinâmica? 🤔 Faça o nosso teste e descubra se você possui o perfil para Engenharia de Produção!

Como é o curso de Engenharia de Produção?

O curso tem duração de 5 anos, no formato de Bacharelado. Na Pitágoras, a graduação forma profissionais capazes de gerenciar recursos humanos, financeiros e também materiais.

A graduação é multidisciplinar, te capacitando pra atuar em diferentes áreas e setores da economia. Isso faz com que a grade curricular seja variada, contemplando matérias como:

  • algoritmos e lógica de programação;
  • legislação, segurança do trabalho e meio ambiente;
  • desenho técnico;
  • processos de fabricação;
  • probabilidade e estatística;
  • empreendedorismo;
  • gestão de projetos;
  • desenvolvimento de produto;
  • planejamento estratégico;
  • gerenciamento da cadeia de suprimentos.

O profissional formado pode atuar no mercado financeiro, indústria, comércio e prestação de serviços, órgãos públicos, entre outros. Os alunos da Pitágoras ainda têm diferenciais exclusivos pra aproveitar, como o acesso a oportunidades de estágio e vagas efetivas por meio do Canal Conecta.

De acordo com dados do CAGED, o salário de um engenheiro de produção fica em média em R$ 7.756,78* pra 42 horas de trabalho semanais. Os ganhos são ótimos, principalmente, se comparado ao salário das principais Engenharias.

Agora é com você!

Depois de entender melhor sobre o que é Engenharia de produção, suas principais áreas de atuação, habilidades e especificidades do curso, você deve ter ficado interessado na graduação, não é mesmo? Então, escolha uma faculdade de excelência para ter uma formação completa e sólida. Venha pra Pitágoras!

Se você quer seguir nessa carreira, inscreva-se no vestibular da faculdade Pitágoras!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.