Tudo sobre o curso de Engenharia Mecânica

estudante de engenharia mecânica

Teste Vocacional Rápido

Dos diferentes tipos de Engenharia, há um em que os profissionais se tornam aptos a projetar, construir, analisar e fazer a manutenção de sistemas mecânicos diversos, como pra veículos, equipamentos, ferramentas, máquinas e outros. Já adivinhou? É o caso do Bacharelado em Engenharia Mecânica!

Em comparação com outros cursos, o valor da mensalidade de Engenharia Mecânica é acessível em função da complexidade da profissão. Pra completar a boa notícia, você sabia que existem programas de bolsas, descontos e financiamentos estudantis que ajudam a melhorar o custo-benefício dessa graduação?

Quer saber mais sobre a faculdade de Engenharia Mecânica? Então, continue lendo e descubra se essa profissão é a ideal pra você!

Engenharia Mecânica: o mercado de trabalho no Brasil hoje

Como é a graduação?

Como explicamos, o curso de Engenharia Mecânica é aquele que forma profissionais especializados em sistemas mecânicos. Por isso, é uma graduação que pertence à área de Exatas, com grade curricular rica no campo da Matemática e da Física. 

É importante entender que o curso de Engenharia Mecânica é diferente dos outros tipos de Engenharia que parecem similares a ele, como Automação, Elétrica e Produção. Perceba que, nessas áreas, existe o foco em um ramo específico, enquanto, no primeiro caso, a abrangência é muito maior.

Isso porque fazer Engenharia Mecânica capacita o profissional pra trabalhar com máquinas para os mais diversos segmentos. Aliás, existe a possibilidade de fazer especializações pra se dedicar a um ramo em específico. De toda forma, os conhecimentos são gerais pra criação de novos sistemas mecânicos.

Continue acompanhando pra conferir mais detalhes sobre a graduação em Engenharia Mecânica e se familiarizar com a estrutura e dinâmica desse curso. Vamos lá?

Como funciona o curso de Engenharia Mecânica

O curso de Engenharia Mecânica na Pitágoras tem uma grade curricular dividida em pilares de conhecimento: as bases pra Engenharia, a formação do engenheiro e o preparo para o seu futuro. Desse modo, garante uma graduação completa para o novo profissional.

Nas básicas, o aluno aqui da Pitágoras estuda disciplinas como que envolvem Física, Desenho Técnico, Lógica de Programação, Cálculo e Química.

No pilar de formação do engenheiro, estão as matérias um pouco mais aprofundadas, envolvendo materiais de construção mecânica, resistência e termodinâmica.

Com foco no preparo para o futuro, há uma gama de disciplinas voltadas pra aplicação prática da Engenharia Mecânica.

Vejamos as principais!

Cálculo Diferencial e Integral

Separados em três semestres, os fundamentos do cálculo serão base pra muitas outras disciplinas, já que você vai aprofundar os conhecimentos em:

  • Funções;
  • Limites e Derivadas;
  • Integrais;
  • Coordenadas;
  • Equações diferenciais.

Física Geral e Experimental

As disciplinas de Física têm duas perspectivas diferentes, uma é voltada pra Mecânica e a outra pra Energia. Na primeira, você vai estudar vetores, movimento, Leis de Newton e seus usos, enquanto no aspecto de Energia, os assuntos abordados abrangem a termodinâmica, Princípio de Pascal, Princípio de Arquimedes etc.

Desenho Técnico Projetivo

Como o próprio nome propõe, a disciplina é voltada para o desenvolvimento de diferentes projetos dentro da área de Engenharia Mecânica. Nas aulas, o estudante vai aprender a criar e analisar os conjuntos de desenhos, visando expressar diferentes situações por meio de representações gráficas.

Química e Ciência dos Materiais

As aulas voltadas pra Química e Ciências dos Materiais buscam trazer temas já conhecidos no Ensino Básico pra estrutura de matérias-primas essenciais ao trabalho do engenheiro mecânico.

Mecânica Geral Aplicada

Ao entender o funcionamento geral da mecânica, o estudante é capaz de compreender os movimentos, a aceleração e as energias desprendidas pra que um corpo rígido se movimente.

Elementos de Máquinas

Assim como o nome propõe, as disciplinas voltadas para os Elementos de Máquinas vão tratar desses materiais, desde freios e engrenagens até rolamentos. Mais do que o uso, o estudante também ficará por dentro das nomenclaturas e características dos elementos essenciais ao trabalho do engenheiro mecânico.

Manufatura Mecânica

A manufatura mecânica tem diferentes abordagens no curso de Engenharia Mecânica aqui na Pitágoras, são elas: Usinagem, Soldagem e Conformação dos Metais. Em todas elas, é possível aprender mais sobre os conceitos e processos de fabricação de produtos voltados paa cada área.

Gestão da Produção e Manutenção

É preciso saber gerenciar qualquer tipo de manutenção, seja ela preventiva, seja corretiva ou ainda detectiva. As estratégias pra essas ações são estudadas nessa disciplina, em que abordaremos o papel da manutenção, os custos e as possibilidades dentro de diferentes portes de empresa.

Descubra quanto tempo demora pra se formar em Engenharia Mecânica

Uma das informações procuradas por quem pretende ser um engenheiro mecânico é quanto tempo dura a faculdade de Engenharia Mecânica. Essa graduação é composta por 10 semestres, ou seja, você vai investir 5 anos em sua formação pra estar pronto pra ingressar no mercado de trabalho.

Esse é o tempo mínimo necessário pra que o graduando possa cumprir toda a grade curricular do curso.

Caso você queira complementar seus estudos, ampliando ainda mais os horizontes de conhecimentos, as especializações costumam aumentar de 6 meses a 2 anos em nível de pós-graduação.

Se ainda tiver interesse em fazer um doutorado, são mais de 3 a 4 anos de estudos, sendo que essa é uma opção ideal pra quem quer seguir carreira acadêmica.

Entenda as diferenças entre o Bacharelado, os Técnicos e Tecnólogos na área

Sabemos que as Engenharias têm áreas muito específicas e técnicas. Por isso, existem possibilidades de cursos mais voltados para esse ponto, como:

  • Tecnólogos: são equivalentes à graduação, porém, com período mais curto de duração e grade curricular voltada para a prática da profissão;
  • Técnicos: são cursos voltados para a rápida inserção no mercado de trabalho, não tendo valor de ensino superior. Os estudantes recebem somente certificações profissionalizantes.

A principal diferença para o Bacharelado está na amplitude dessa graduação, com uma abordagem mais completa. Porém, todas são válidas e têm demanda no mercado.

O Bacharelado em Engenharia Mecânica tem uma duração um pouco mais longa que as outras modalidades. Entretanto, você terá uma gama maior de atuações ao se formar, já que tem aulas voltadas pra todas as áreas da profissão, desde a criação e construção de equipamentos até a gestão e manutenção de processos.

Modalidades em que é possível estudar

Uma grande vantagem é o fato de você poder estudar em Engenharia Mecânica EAD na Pitágoras. É verdade que o curso não está disponível no formato 100% online, mas existe a opção semipresencial — além da presencial. Vamos falar sobre elas a seguir, confira!

Engenharia Mecânica presencial

No curso de Engenharia Mecânica presencial, você vai precisar cumprir a carga horária frequentando a faculdade todos os dias. As disciplinas são distribuídas conforme a instituição de ensino julgar mais conveniente.

Estamos falando, portanto, do modelo tradicional de ensino, em que ocorrem encontros entre os alunos com o professor, e o conteúdo é ministrado em sala de aula. Em alguns casos, existe a complementação da grade curricular de Engenharia Mecânica com disciplinas interativas, realizadas pela internet.

A vantagem de optar pelo curso presencial é estar em contato direto com o professor e com a instituição de ensino, interagir pessoalmente com os colegas e ter esses momentos de vivência e integração social com mais frequência.

Engenharia Mecânica semipresencial

Nessa modalidade de ensino, você vai estudar Engenharia Mecânica a distância, mas não totalmente pela internet. A grade curricular é composta por disciplinas que requerem encontros presenciais, que acontecem algumas vezes na semana ou apenas uma vez, de acordo com a organização do projeto pedagógico.

Uma boa parte da carga horária é cumprida no ambiente virtual de aprendizagem, uma plataforma online onde estão dispostas as videoaulas, materiais de apoio, pra leitura, atividades, entre outros conteúdos que precisam ser cumpridos dentro do prazo.

A vantagem de optar pelo curso semipresencial é a flexibilidade que ele proporciona para o graduando. Afinal, a quantidade de encontros presenciais é menor, sendo possível adequar os seus horários pra estudar nos momentos mais convenientes. Isso também permite conciliar trabalho, família e estágio com maior facilidade.

É interessante saber que o preço da faculdade de Engenharia Mecânica pode sofrer variações dependendo, também, da modalidade de ensino escolhida. Porém, não há diferença entre o diploma presencial e o EAD. Por isso, em ambos os casos, as oportunidades serão as mesmas no mercado de trabalho, bem como a qualificação do futuro engenheiro mecânico.

Por que cursar Engenharia Mecânica na Pitágoras

Se existem tantas faculdades onde você pode se formar como engenheiro, por que estudar Engenharia Mecânica na Pitágoras? A resposta é muito simples: temos como foco principal preparar você para os desafios do mercado de trabalho.

Essa é uma questão importante no momento que estamos vivendo, pois os avanços constantes da tecnologia exigem adequações dos diversos segmentos da indústria e do mercado como um todo. Os profissionais que se formam devem estar capacitados pra acompanhar essas tendências e mudanças contínuas.

Como você viu, o curso de Engenharia Mecânica da Pitágoras tem uma grade curricular muito rica, trabalhando desde o básico até a atuação do profissional. Por isso, além de adquirir o conhecimento teórico fundamental pra sua formação, também aprimora habilidades essenciais pra ser um engenheiro mais competente.

De toda forma, não é só isso, porque você também tem várias formas de ingresso possíveis no curso da Pitágoras. Pode prestar o vestibular online ou tradicional pra Engenharia Mecânica e garantir a sua vaga, ou então participar do Enem pra ter acesso a programas e benefícios como o Prouni.

Além dele, aqui na Pitágoras nós trabalhamos com diversos programas de bolsas e descontos pra que você tenha um abatimento no valor do curso de Engenharia Mecânica. Sem falar que oferecemos total suporte pra conquista de vagas de estágio e de emprego, como o benefício exclusivo Canal Conecta.

Outro motivo pra você optar pela Pitágoras é que vai aprender tudo sobre Engenharia Mecânica com professores especialistas no assunto. Isso porque temos a preocupação de formar um corpo docente com conhecimentos alinhados ao mercado atual e que sejam influentes e atuantes pra contribuírem pra formação completa dos graduandos.

Confira quais são as possibilidades de bolsas e descontos para o curso

Nem sempre é fácil arcar com as despesas de um curso superior. Aqui na Pitágoras, sabemos disso e temos possibilidades de você estudar com bolsa ou conseguir ótimos descontos pra não precisar desistir do seu sonho de se formar engenheiro.

Na Pitágoras, você pode escolher a opção que tenha a ver com a sua realidade, lembrando que é sempre bom conferir antes quais delas estão disponíveis na nossa unidade mais próxima de você. Veja algumas bolsas e créditos!

Quer saber como ingressar na Pitágoras pelo Prouni? Pra isso, existem alguns critérios socioeconômicos. Nas bolsas de 100%, a renda familiar deve ser de até 1,5 salário mínimo e a de 50% de até 3 salários mínimos.

Depois de se encaixar neste critério, é preciso ter nota mínima de 450 pontos no Enem mais recente, não zerar a redação e ter estudado em escola pública no ensino médio –– ou na particular, mas com bolsa integral.

A Bolsa incentivo é uma opção pra quem está passando por dificuldades financeiras, mas quer investir no ensino superior. Alguns dos critérios são: fazer a inscrição e o vestibular da Pitágoras, realizar a matrícula e pagar a mensalidade optando pelo benefício. 

Nos resultados e regulamentos, você conhece os editais em aberto e fica sabendo quem pode participar e quais os descontos especiais pra cada situação.

Engenharia Mecânica é pra você?

Pra se formar em Engenharia Mecânica, o ideal é que você tenha o perfil esperado pra seguir por essa profissão, da mesma forma que acontece com outras áreas de atuação. 

Quer ter certeza de que a graduação combina com seu perfil? Continue acompanhando! Vamos explicar pra quem é destinado esse curso e quais são as habilidades fundamentais pra atuar na área.

O perfil do Engenheiro Mecânico

O engenheiro mecânico é um profissional muito completo que estuda, projeta e executa sistemas mecânicos e também térmicos. Além disso, ele trabalha com elementos e estruturas de máquinas, idealiza esses maquinários, sua aplicação, seleciona os materiais que serão utilizados, participa do processo de fabricação e da manutenção.

Você é uma pessoa inventiva? Gosta de analisar aquilo que já existe e pode ser melhorado? Então, já tem meio caminho andado! Boa parte dessa profissão foca em implementar recursos que atendam necessidades específicas, como idealizar aquilo que ainda não existe e faz falta.

Mas, pra tudo isso, o engenheiro mecânico precisa se basear em normas técnicas que já estão previamente estabelecidas. Sendo assim, você também deve ter ética no trabalho, responsabilidade e versatilidade pra adequar as suas ideias aos padrões existentes.

Algumas características que são fundamentais no perfil do futuro engenheiro mecânico são:;

  • detalhismo;
  • aptidão pra tecnologia;
  • facilidade pra Ciências Exatas;
  • boa comunicação;
  • poder de observação;
  • pensamento lógico;
  • desejo de aprender;
  • versatilidade.

📌 Vamos conferir de forma mais dinâmica? Faça o nosso teste e veja se você tem o perfil pra se tornar um engenheiro mecânico! 

INSERIR TESTE AQUI

As habilidades essenciais pra área

Enquanto você estiver estudando, deve se dedicar ao máximo pra dominar toda a teoria do curso de Engenharia Mecânica e aproveitar momentos de vivência prática, como o estágio. Mas também é fundamental cultivar as habilidades que fazem toda a diferença nesse ramo de atuação.

Não se esqueça de que, ao final do curso, todos os graduandos terão um diploma, e o que diferencia uns dos outros são as competências profissionais cultivadas ao longo da formação. Isso porque elas serão exigidas no mercado de trabalho e, quanto mais aprimoradas, maiores as chances de sucesso na carreira.

Quer saber quais são essas habilidades essenciais pra que você atue com competência na área? Continue acompanhando!

Curiosidade

Trabalhando com sistemas mecânicos e térmicos dos mais variados, o engenheiro mecânico precisa ser curioso pra descobrir como cada máquina funciona. Deve buscar informações, estudar constantemente e conferir ferramentas que favoreçam o seu trabalho.

Aqui, estamos falando não apenas daquelas manuais, mas também novos robôs e softwares como o SolidWorks. É interessante, aliás, chegar à faculdade já com esses conhecimentos, mas esse desejo de aprender e se aprimorar precisa ser contínuo em função das mudanças que a tecnologia sofre.

Gosto por tecnologias

Não há como se formar em Engenharia Mecânica sem gostar de tecnologia, porque todo e qualquer projeto vai envolver algum tipo dela. Sendo assim, o engenheiro precisa ter interesse pelos recursos mais antigos, os atuais e as tendências.

É dessa forma que é possível melhorar o que já existe e atender lacunas que o mercado ainda não preencheu. A associação de tecnologias diferentes é fundamental pra que você possa inovar e apresentar soluções eficazes pra diferentes segmentos.

Visão espacial

O engenheiro mecânico é o inventor, o construtor. Parte dele a ideia de novos projetos, e não apenas as suas proporções, mas as funcionalidades e os materiais que serão utilizados. Por isso, é fundamental que você tenha, também, uma excelente visão espacial.

Essa habilidade vai possibilitar que você elabore projetos abstratos analisando a situação, o que é o princípio da ideia em si, considerando diferentes fatores que depois serão colocados no papel. Essa percepção do espaço ainda ajuda a definir com mais propriedade como desenvolver os diferentes sistemas pra que eles sejam funcionais.

Desenho

A visão espacial precisa ser associada às habilidades de desenho, uma vez que, depois de idealizar formas, o engenheiro precisa representá-las em algum suporte — seja no papel de fato, seja em meio digital, sendo interessante que ele cultive essas duas competências.

A Engenharia Mecânica é toda baseada em projetos desenhados. Em alguns casos, você vai traçar linhas e formas no papel com o auxílio de réguas, gabaritos, transferidores e muitos outros instrumentos. Porém, também pode ter o suporte de softwares, como o já citado SolidWorks, que permite trabalhar com as tecnologias da informação — inclusive aproveitando técnicas atuais, como 3D.

Raciocínio lógico

O raciocínio lógico é fundamental pra exercer a profissão de engenheiro mecânico, mas não apenas pelo fato de ele trabalhar de forma direta com as Ciências Exatas. Isso também se dá pela necessidade de encontrar as melhores soluções pra diferentes problemas ou situações.

É por meio do raciocínio lógico que você vai conseguir alcançar a precisão em seu trabalho. Ao analisar de forma crítica os caminhos mais curtos e práticos pra projetar e executar os seus projetos, você vai alcançar uma maior eficácia.

Criatividade

Você é criativo? Saiba que tudo que envolve desenvolvimento e criação depende da criatividade. Por isso, essa é uma das habilidades fundamentais pra quem decide atuar na área. É ideal conseguir ver as coisas sob ângulos diferentes e propor inovações.

Um engenheiro criativo apresenta soluções que impactam o modo como as tarefas são realizadas ou beneficiam um grande número de pessoas. O trabalho dele geralmente contribui pra redução de custos, otimização de tempo, sustentabilidade, entre outros aspectos fundamentais pra fazer mais com menos e preservando a qualidade.

Resolução de problemas

Uma vez que o papel do engenheiro mecânico é trazer soluções que sejam eficazes, a resolução de problemas é uma capacidade fundamental que você precisa cultivar. Ela está aliada ao raciocínio lógico, porque ambos permitem encontrar caminhos alternativos e mais vantajosos.

A habilidade de resolver problemas permite ao profissional analisar as situações, refletir sobre elas e seus efeitos. Ao mesmo tempo, você deve buscar formas de solucionar essa questão do modo mais viável possível e trazer benefícios pra um grande número de pessoas, com a menor chance de risco e sem trazer prejuízos.

E aí, você se identifica com essas características? Não se preocupe se não tiver todas elas, pois durante a graduação podemos te ajudar a desenvolver e aprimorar cada uma delas.

Pra ter certeza de que essa profissão realmente combina com o seu perfil, que tal continuar lendo e entender quais são as possíveis áreas de atuação que você vai encontrar?

Como é o mercado atual de Engenharia Mecânica?

Na Engenharia Mecânica, áreas de atuação não faltam. Já pensou que tudo aquilo que utilizamos em nosso dia a dia, bem como as ferramentas e máquinas que produzem aquilo que consumimos, precisaram ser criadas ou aperfeiçoadas por um engenheiro? Sendo assim, se você optar por seguir essa carreira, com certeza vai encontrar um mercado de trabalho muito extenso.

Pra entender melhor os impactos do cenário atual na formação do futuro engenheiro, saiba que tivemos uma live especial de Engenharia. Com a participação dos acadêmicos Marcela Navarro Pianucci, Moab Garcia Pereira e Pedro Ferraz, ela abordou oportunidades e desafios da carreira. Você pode conferir a gravação completa no vídeo abaixo:

INSERIR VÍDEO AQUI:

Agora, vamos falar sobre a relevância desse profissional, as oportunidades que ele tem à disposição e as opções pra construir uma carreira de sucesso no ramo que mais desperta seu interesse. Acompanhe!

A relevância do engenheiro mecânico na atualidade

Se analisarmos toda a história da Engenharia, percebemos o quanto essa área é fundamental para o desenvolvimento de uma sociedade. Afinal, ela envolve o criar, o inventar e o construir. É por meio dos recursos que ela traz que o ser humano consegue modificar o meio e projetar tudo aquilo que utiliza em seu dia a dia.

Falando especificamente da Engenharia Mecânica, são os profissionais dessa área que possibilitam alcançarmos todos os avanços que promovem a otimização de tempo e de recursos, sejam eles materiais ou financeiros.

Isso porque são as máquinas que possibilitam a indústria produzir mais em menor tempo e com menos mão de obra. Também são as elas que facilitam as diversas tarefas cumpridas pelo ser humano suas áreas de atuação.

Atualmente, o engenheiro mecânico é um profissional indispensável e de extrema importância porque, como dissemos, a tecnologia não para de evoluir. Então, é preciso que sejam desenvolvidos novos sistemas mecânicos pra atender as demandas de produtos inovadores que estão surgindo — aliás, cada vez mais tecnológicos.

É o engenheiro mecânico que permite todo esse potencial técnico e produtivo por meio das atualizações que ele promove naquilo que já existe e na apresentação de novas ideias. Ele assimila a tecnologia disponível e a aplica de forma prática pra utilização do ser humano.

As principais atividades do engenheiro mecânico

Embora, basicamente, o engenheiro mecânico seja responsável por desenvolver, projetar e construir sistemas mecânicos em geral, ele desenvolve diversas atividades que estão relacionadas com esse processo.

Sendo assim, esse profissional também tem como atividade a supervisão dos sistemas que foram construídos, bem como a manutenção deles. Pode estar à frente de equipes, liderando como gerente, coordenador ou diretor de um determinado setor.

Mais uma opção pra quem segue na Engenharia Mecânica é trabalhar com o controle de qualidade, além da opção de projetar uma fábrica inteira. Existem, também, os engenheiros que preferem se dedicar às pesquisas de tecnologia.

Portanto, suas atividades envolvem desde atuar de forma direta, executando ele mesmo o trabalho, até estar à frente de todo um grupo. Além disso, esse profissional pode trabalhar em empresas privadas ou montar o seu próprio negócio, e alguns preferem prestar um concurso público e atuar junto a órgãos municipais, estaduais ou federais.

Confira as diferenças em relação às outras Engenharias

As Engenharias acabam tendo muita coisa em comum. Porém, é claro que estamos diante de profissões diversificadas e com objetivos específicos dentro de cada uma. Vamos traçar algumas dessas comparações.

Engenharia de Produção

A Engenharia de Produção está focada em organizar e avaliar os processos dentro de uma organização, enquanto a Engenharia Mecânica busca facilitar as atividades com a criação de tecnologias pra isso.

Engenharia Mecatrônica

Outra área que tem proximidade com a Mecânica é a Mecatrônica. A principal diferença está no fato de a segunda ser mais ligada ao desenvolvimento de robôs e sistemas de inteligência artificial. 

Engenharia de Controle e Automação

Outra Engenharia que se assemelha ao curso de Engenharia Mecânica é a Engenharia de Controle e Automação. No segundo caso, a preocupação está na automação de equipamentos dentro de indústrias e outras organizações.

Engenharia Mecânica Industrial 

Apesar de já existirem cursos voltados pra Engenharia Mecânica Industrial, em uma graduação completa como a da Pitágoras, o futuro engenheiro vai adquirir conhecimentos pra atuar no setor como um todo. 

Ao aprender a projetar e construir equipamentos pra indústria, o profissional também se prepara pra manter essas máquinas em pleno funcionamento.

A gestão desses elementos, quando realizada pelo engenheiro mecânico, ainda se difere do administrador ou do engenheiro de produção, por exemplo. Isso porque a principal preocupação dele é o controle da produção pelo viés do equipamento, ou seja, da produção gerada pelo sistema do qual ele foi responsável desde a criação.

Cargos que o engenheiro mecânico pode ocupar

Qualquer uma das áreas de Engenharia Mecânica em que você deseje atuar vai exigir uma boa formação. Por isso, sua primeira preocupação precisa ser com a escolha da melhor faculdade. O ideal é que ela tenha não só um projeto pedagógico adequado, como também ofereça boas oportunidades pra você ingressar no mercado.

A Pitágoras tem essa preocupação, trabalhando em parceria com diversas empresas que dão preferência pra seus graduandos na hora de preencher vagas de estágio ou emprego. Pra que você tenha chances ainda maiores, o ideal é buscar um aprofundamento com cursos extracurriculares, como em áreas tecnológicas e de idiomas.

Essas são formas de alcançar um diferencial para o currículo. Entretanto, caso pretenda prestar um concurso público, deve se organizar muito bem pra passar por esse processo seletivo. É interessante investir em sua preparação com cursos como aqueles oferecidos pela LFG, que são divididos em temas específicos pra você aprimorar seus conhecimentos.

Quanto às oportunidades de crescimento, o engenheiro mecânico pode se destacar fazendo uma especialização. De toda forma, o piso salarial da profissão já é bastante atrativo, sendo de R$ 8.342,92*. Lembrando que o salário varia de acordo com o cargo ocupado.

Veja a seguir algumas opções para os profissionais da área:

  • no setor de máquinas, seja com inspeção manutenção ou coordenando equipes;
  • no desenvolvimento ou aprimoramento de equipamentos pra indústria;
  • como responsável pela gestão de processos industriais;
  • realizando vendas técnicas pra profissionais empresas e organizações;
  • sendo responsável pelo controle de qualidade;
  • participando ou coordenando pesquisas acadêmicas;
  • fiscalizando a construção de máquinas e equipamentos;
  • desenvolvendo produtos pra diversos setores, como têxtil, naval, automobilístico e alimentício.

As principais especializações

Como a Engenharia Mecânica é uma área muito ampla, existem diversas especializações que o profissional pode fazer pra se diferenciar no mercado. Essa é uma oportunidade pra ele se tornar um especialista e determinado segmento e, assim, ter maiores chances de sucesso em sua carreira.

Os setores que geralmente fazem muitas contratações de engenheiros mecânicos são:

  • indústria automobilística;
  • indústria petroquímica;
  • indústria metalúrgica;
  • setor público;
  • bancos.

Entretanto, existem muitas outras opções pra esse profissional, que pode se tornar um especialista em:

  • sistemas de produção;
  • mecânica fina e nanotecnologia;
  • processos de usinagem;
  • máquinas térmicas;
  • sistemas fluido-mecânicos;
  • eletromecânica.

A lista de opções é bastante extensa e possibilita ao futuro engenheiro definir, também, em qual segmento ele deseja atuar, porque a especialização impulsiona a carreira pra ramos mais específicos. Assim, você pode buscar aquele com o qual tem afinidade ou encontrar as oportunidades que estão de acordo com os seus planos.

Agora é com você!

Não se esqueça de que tudo começa com a sua formação. Então, reforçamos a importância de escolher com cautela a sua faculdade de Engenharia Mecânica pra aprender com os melhores professores, usufruindo de uma grade curricular completa. Desse modo, você terá todo o conhecimento teórico e prático da profissão pra conquistar melhores oportunidades.

Entre as Engenharias, todas com boas possibilidades para o futuro, a Engenharia Mecânica é uma área muito promissora com excelentes oportunidades. Então, não perca mais tempo, inscreva-se para o vestibular da Pitágoras e comece a construir o seu futuro!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.9 / 5. Número de votos: 11

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.