5 coisas que você precisa saber sobre trabalhos acadêmicos 📝

estudantes fazendo trabalhos acadêmicos

Quando você entra na faculdade, logo vê que os trabalhos acadêmicos estão pra todos os lados rotina de estudos, ao longo de toda a sua vida universitária. Mas sabe por que isso é bom? Eles te permitem explorar mais profundamente alguns conhecimentos. Por isso também que os professores os usam como método de avaliação, chegando até a contar pontos decisivos pra sua aprovação naquela disciplina.

Pra que você não seja pego de surpresa quando chegar na faculdade, fizemos este post pra explicar o que são trabalhos acadêmicos. De bônus, se liga nas 5 coisas que não podem faltar pra apresentar produções com uma comunicação escrita de qualidade! Vamos lá?

O que são trabalhos acadêmicos?

Trabalhos acadêmicos nada mais são do que textos escritos pelos alunos sobre um tema ligado ao que foi ou está sendo estudado em cada disciplina. Essas produções textuais têm diferentes tamanhos e finalidades: elas podem ser desde um artigo curto, uma dissertação ou um projeto maior que te pede tempo e dedicação, como é o caso do TCC.

Elas contam com um formato bem particular de redação — ao contrário da escrita pessoal. Mas não é um bicho de 7 cabelas. Basta ter atenção na linguagem concisa, objetiva e dar um tom que demonstre a formalidade esperada pra esse tipo de produção.

Mas essas regras de linguagem não impedem que você mostre suas ideias ao mundo e tente convencer o leitor, como é o caso dos artigos de opinião. Fique de olho pra respeitar os seguintes pontos na hora de fazer trabalhos acadêmicos:

  • estrutura: ter introdução, desenvolvimento e conclusão ou considerações finais;
  • referências: não vale copiar ideias dos outros sem dar créditos, né? Por isso, deve deixar evidentes as fontes utilizadas na construção do texto;
  • linguagem: ser formal, acadêmica e facilmente compreensível;
  • norma culta: sabe aquele professor de Português que te corrigia? Certo estava ele! Veja só como essa competência é importante na faculdade. Escrever com erros gramaticais e de pontuação pode ser um verdadeiro desastre;
  • público: você fala com um diretor de uma empresa da mesma forma que com seu pai? Apesar de ter respeito pelos dois, com certeza considera essas pessoas no tipo de linguagem utilizada, né? O mesmo deve acontecer com seu texto: pense em quem vai ler seu trabalho.

Como fazer trabalhos acadêmicos?

Agora que você já entendeu o que são os trabalhos acadêmicos, tenha em mente que é preciso colocar a mão na massa pra valer se quer mesmo ganhar as melhores notas com seus textos. Pra isso, fique de olho na importância que a graduação dá pra esse tipo de pesquisa antes de fazer a sua escolha.

Aqui na Pitágoras, além de vantagens como formas de ingresso facilitadas e o Canal Conecta (exclusivo para nossos alunos), ainda levamos a sério o seu comprometimento com as ciências e suas buscas por conhecimento. É também por isso que a gente listou 5 dicas pra lá de valiosas pra você não se confundir na hora de fazer suas produções. Bora conferir?

Conheça os tipos de trabalhos acadêmicos

O primeiro passo é conhecer quais são os tipos de trabalhos acadêmicos mais comuns e pra que eles servem. Você tem alguma ideia? Vem com a gente pra entender!

Artigo científico

Esse é um dos trabalhos com metodologia mais específica e detalhada. A intenção é pegar os resultados de experimentos, algumas teorias e a atualização de informações sobre determinada área e colocar num texto. Os grupos de pesquisa dão muito valor pra esse tipo de trabalho acadêmico e, por isso, é o mais comum quando falamos sobre publicações em revistas científicas.

Fichamento

Essa é uma forma bem dinâmica de se fazer resumos: você separa os pontos importantes de um texto em tópicos. E sabe da melhor parte? Não vale só pra trabalhos valendo nota. Dá pra usar até na rotina de estudos, pra dar um up no seu aprendizado.

Mas voltando aos trabalhos acadêmicos, o fichamento é bem útil na hora de procurar situações para o TCC ou outra produção grande. Ele funciona muito bem, porque a ideia é categorizar trechos das suas fontes bibliográficas, que podem ser inseridas em sua produção.

Monografia

É um tipo de TCC de graduação ou pós-graduação. Tem regras bem rígidas de formatação, linguagem e fontes, e se trata do documento mais importante que você vai produzir durante o curso.

Projeto de pesquisa

É o primeiro passo antes de começar um projeto. Nele, você explica a ideia de uma possível pesquisa, justifica o motivo de sua realização e quais resultados deseja alcançar. Pra resumir, é uma pré-produção de um trabalho acadêmico, que também segue regras específicas.

Relatório

É um documento em que você relata fatos e eventos de uma atividade ou trabalho realizado. É um texto descritivo, e você não deve mostrar a sua opinião ainda.

Resenha

A resenha é uma espécie de resumo crítico, no qual você faz um resumo comentado de um documento, livro, discurso etc., podendo expressar sua opinião. Normalmente, serve como publicação e, por isso, segue regras específicas.

Resumo

Você deve ter feito muitos resumos na escola, né? Mas saiba que existem algumas maneiras específicas de fazê-los. Na faculdade, os tipos mais utilizados são:

  • indicativo: foca os principais temas de uma obra;
  • informativo: pode explicar a metodologia de um trabalho e suas conclusões;
  • crítico: apresenta suas opiniões sobre a leitura realizada.

Saiba como fazer

Além de saber os tipos, você precisa compreender uma série de regras pra trabalhos acadêmicos. Essas normas foram estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Pra facilitar, as faculdades costumam compartilhar um manual com as instruções, com base na ABNT, no Portal do Aluno ou nas coordenações de curso.

A ideia é criar uma padronização de trabalhos, pra que a avaliação fique mais adequada, sem discrepâncias entre documentos. No caso de uma publicação, tem que estar tudo direitinho, evitando problemas de plágio, por exemplo.

Aprenda a formatar

Pense nas diferentes formatações pra cada tipo de trabalho. Pegue a monografia como exemplo. Por ser mais complexa na graduação, você precisa observar os seguintes itens:

  • espaçamento entrelinhas;
  • formas de citações (curtas, longas e notas de rodapé);
  • margens;
  • paginação;
  • recuo dos parágrafos;
  • tamanho das fontes (títulos, subtítulos, corpo do texto);
  • tamanho do papel (A4);
  • texto em preto (ilustrações podem ser coloridas).

Também não se esqueça de que um trabalho é composto por estes elementos básicos:

  • elementos pré-textuais (antecedem o texto principal): folha de rosto, ficha catalográfica, resumos, dedicatória, folha de aprovação, agradecimento, índices, listas, epígrafe;
  • elementos textuais (texto principal): são todas as informações do trabalho ― apresentação, fundamentos teóricos, discussões, pesquisas, resultados, conclusões etc.;
  • elementos pós-textuais (textos e informações que complementam o texto principal): referências bibliográficas, anexos, apêndices etc.

Não esqueça as referências bibliográficas

As referências pra trabalhos acadêmicos, muitas vezes, tiram o sono dos estudantes. De fato, não uma etapa agradável. Mas se mandar bem na organização, tudo fica mais fácil. Então, parta do seguinte princípio: todas as informações que você inserir no seu trabalho devem ser comprovadas e registradas. Pra isso, separe todas as fontes e abra um arquivo pra acrescentar essas referências à medida que sua pesquisa for aumentando.

Cada tipo de referência tem um formato de registro detalhado nas normas da ABNT. Trechos de livros, reportagens jornalísticas, sites, entrevistas, trechos de música, poemas etc.: nada pode ser “jogado” na sua produção. As normas são bastante claras, inclusive, sobre como fazer as citações ao longo do texto, com a inserção de autor, data, veículo, editora e ano, por exemplo.

Conte com um bom embasamento teórico

Por fim, pesquise bem suas fontes pra conseguir um embasamento teórico confiável. Uma ferramenta que está facilitando bastante a vida dos universitários é o Google Acadêmico, uma grande biblioteca virtual que traz trabalhos acadêmicos confiáveis sobre as mais diversas áreas do conhecimento, em inúmeros idiomas. Além disso, não deixe de utilizar as bibliotecas da sua faculdade e jamais confie em fontes sem referência ou credibilidade.

Viu só como fazer trabalhos acadêmicos não é uma missão impossível? Quando você separa esses conceitos em partes, dá pra ir entendendo aos poucos cada um deles. Logo, vai estar um expert na produção de artigos científicos e outros textos na faculdade.

A gente espera que, com as dicas deste post, seus trabalhos acadêmicos sejam um sucesso. Por falar nisso, você já decidiu sobre qual graduação fazer? Então, não perca mais tempo: venha estudar na Pitágoras e comece a construir sua carreira em uma das melhores faculdades do país. Faça já a sua inscrição no nosso vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content