Engenharia: quais são os tipos e como elas se diferenciam?

engenhariaquaissaoostiposecomoelassediferenciam

Atuar como engenheiro é o desejo de muitos jovens e adultos que enxergam nessa área possibilidades de ascensão na carreira e valorização profissional. A demanda para o campo é sempre satisfatória, uma vez que existem diversos tipos de Engenharia — ou seja, você ainda tem a vantagem de escolher o que mais se alinha aos seus objetivos e expectativas.

Contudo, lembre-se de que vários fatores devem ser analisados com cuidado para que você não acabe se perdendo diante de tantas opções. Então, conhecer as características dos tipos de formação antes de prestar vestibular é fundamental. Assim, é possível ter uma noção do que o espera ao longo da graduação, e as chances de acertar na decisão são maiores. Por isso, continue a leitura do post e saiba mais sobre os principais cursos de Engenharia!

Por que ingressar em um curso de Engenharia?

Se você se identifica com a área das Ciências Exatas, busca por chances de empregabilidade mais estáveis, visa salários promissores e quer contar com possibilidades de atuação diversificadas, entrar em um curso de Engenharia é a opção ideal. Trata-se de uma das carreiras mais cobiçadas pelos estudantes, não só pelas vantagens citadas acima, como também por ser uma formação bastante versátil.

Sem falar que a demanda por profissionais capacitados é alta. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), a expectativa é de que, até 2020, o número de engenheiros requisitados pelo mercado de trabalho formal atinja entre 600 mil e 1,15 milhão de profissionais. Uma vantagem e tanto para quem já está interessado em cursar Engenharia, não é mesmo? Mas, sabia que existem mais de 30 tipos de formação na área?

Isso mesmo! Civil, Ambiental, Elétrica, da Computação… a lista é enorme — e fica maior ainda quando adicionamos as especializações. Essa amplitude de vertentes, no entanto, tem uma justificativa: o objetivo da Engenharia, enquanto ciência, é inventar soluções criativas e eficientes para diferentes demandas da sociedade, exigindo conhecimento técnico e habilidades específicas adquiridas ao longo da formação.

É para dar conta dessas necessidades diversas que o ramo da Engenharia se divide em tantos segmentos. Quer conhecer os principais? Falaremos sobre isso logo abaixo.

Quais são os principais tipos de Engenharia?

Nesta altura do campeonato, você deve estar se perguntando “afinal, quais são os tipos de engenharia que tanto falamos neste post”, certo? Pois, saiba que entre os principais estão:

  • Engenharia Civil;
  • Engenharia da Computação;
  • Engenharia Ambiental;
  • Engenharia de Minas;
  • Engenharia Química;
  • Engenharia Elétrica.

Abaixo, falaremos detalhadamente sobre o objetivo de cada graduação. Vamos lá?

Engenharia Civil

O Bacharelado em Engenharia Civil é um dos mais tradicionais e disputados. Ele prepara o profissional para conceber, projetar, construir e fazer a manutenção de todos os tipos de estruturas prediais e até mesmo de transporte — como edifícios, casas, viadutos, pontes etc. Ao final da formação, o engenheiro terá uma visão estratégica e inteligente sobre os espaços urbanos, visando sempre o bem-estar de quem usufruirá dessas infraestruturas.

Além da formação técnica, o curso oferece conhecimentos complementares em hidráulica, saneamento, geotecnia etc. Esse conjunto de habilidades visa desenvolver o aluno para atuar de forma inovadora e sustentável em:

  • empreiteiras e construtoras (emitindo laudos, fazendo planejamento e auditorias etc);
  • sistemas de transporte;
  • setor de energia (gás, petróleo, eólico, solar etc);
  • serviço de administração predial, entre outros.

Engenharia da Computação

O curso de bacharelado em Engenharia da Computação foca na formação de profissionais modernos, a par das principais tecnologias e ferramentas inovadoras do mercado. Ao longo da graduação, o aluno é preparado para lidar com sistemas computacionais e digitais — tendo também noções de automação industrial, banco de dados, linguagens de programação, entre outras vertentes.

Com a Indústria 4.0 (ou Quarta Revolução Industrial), a área da computação é tendência, portanto, esse é um dos tipos de engenharia mais bem pagas. Após formado, o profissional poderá trabalhar com ética e responsabilidade quanto à segurança da informação em setores como:

  • desenvolvimento de software e hardware;
  • análise de dados, Big Data e Inteligência Artificial;
  • robótica e automação industrial;
  • telecomunicações;
  • energias renováveis;
  • suporte técnico e consultorias especializadas.

Engenharia Ambiental

Com a pauta da sustentabilidade cada vez mais em alta, outra das engenharias mais bem pagas e requisitadas é a Ambiental. O bacharelado em Engenharia Ambiental forma engenheiros que atuam no desenvolvimento e na aplicação de tecnologias que protejam o meio ambiente dos danos causados pela atuação humana, respeitando sempre os limites dos recursos naturais.

Com o embasamento técnico-científico multidisciplinar desenvolvido ao longo da graduação, o profissional poderá entender os processos ambientais, reconhecer riscos, planejar interferências e preservar a biodiversidade do país. Cabe a ele atuar de forma crítica e reflexiva em setores como:

  • departamento de gestão ambiental em indústrias e empresas;
  • setor público (como órgãos estaduais e de prefeituras relacionados ao meio ambiente etc);
  • consultor especializado em Engenharia Ambiental, entre outros.

Engenharia de Minas

Estudar os recursos minerais para, assim, elaborar e executar métodos de extrações adequados. Esse é o papel de quem se forma no curso de Engenharia de Minas. A formação também tem como objetivo preparar profissionais éticos e com consciência ambiental, capazes de planejar ações que minimizem os impactos da mineração à natureza.

Em seu dia a dia, o engenheiro de minas também lidará com tecnologias que otimizam processos e com a reciclagem dos materiais descartados ao longo das atividades extrativas. Embora a maioria atue em mineradoras e pedreiras, esses profissionais também encontram vastas possibilidades em:

  • empreiteiras responsáveis por grandes obras;
  • construções de estradas e usinas hidrelétricas;
  • empresas de demolições;
  • fabricantes de software e tecnologias para a atividade mineral etc.

Engenharia Química

O objetivo do bacharelado em Engenharia Química é fornecer o embasamento necessário sobre fenômenos físicos, químicos e biológicos. Isso porque o profissional formado deve estar apto a solucionar problemas tecnológicos voltados para o benefício da sociedade, usando procedimentos industriais inovadores para a fabricação de embalagens, purificação da água, processamento de combustíveis e manutenção do meio ambiente.

Quando falamos em tipos de Engenharia e salários, esse também é um campo promissor e de alta demanda, considerando a necessidade das empresas em contratarem profissionais com visão estratégica e sustentável. O engenheiro químico pode:

  • exercer atividades no setor público e privado;
  • trabalhar em empresas químicas e petroquímicas;
  • atuar na indústria de alimentos;
  • prestar consultorias especializadas nas indústrias químicas.

Engenharia Elétrica

O curso de Engenharia Elétrica visa capacitar o aluno para compreender os sistemas de geração e distribuição de energia. Estando a par do funcionamento dessas estruturas, ele poderá participar do planejamento, implantação, acompanhamento e mensuração de processos indispensáveis para o funcionamento da sociedade — acompanhando obras, realizando vistorias, perícias e avaliações, entre outras funções.

Uma das principais características do engenheiro eletricista é sua capacidade de resolução de problemas com praticidade e eficiência, habilidade trabalhada durante a formação. Entre suas possibilidades de atuação, estão:

  • sistemas de geração e transmissão de energia;
  • área das telecomunicações;
  • automação industrial;
  • indústria de equipamentos eletrônicos;
  • projetos de instalação e manutenção predial;
  • pesquisa e desenvolvimento de fontes de energia alternativas e renováveis.

Como escolher a faculdade ideal?

Assim como a definição do curso, a escolha de uma boa faculdade é igualmente importante. Na hora de se decidir por uma instituição de ensino, é preciso ir muito além do valor das mensalidades. É claro que o custo-benefício deve ser analisado, contudo, esse também é um fator que engloba muitos outros aspectos. Avalie, por exemplo:

  • a credibilidade da faculdade no mercado;
  • os depoimentos de alunos e formados;
  • a especialização do corpo docente;
  • as modalidades de formação oferecidas (100% EAD, semipresencial, presencial);
  • os diferenciais competitivos da faculdade, como parceria com grandes empresas.

Como foi possível perceber, os tipos de Engenharia são variados, cabendo a você escolher o que mais se alinha aos seus objetivos de carreira. Na Pitágoras, o melhor de tudo é que você também pode optar pela modalidade de ensino mais adequada ao seu perfil — ou seja, cursar a graduação desejada tanto presencialmente quanto online ou de forma semipresencial. E para ter garantia de sucesso na carreira, lembre-se ainda de que a Pitágoras oferece a credibilidade necessária, a fim de que você esteja preparado para atuar no mercado com sucesso.

Ah, e oferecemos cada um dos cursos de Engenharia aqui citados, viu? Todos com nota acima de 3 segundo os parâmetros do MEC e qualidade garantida na infraestrutura.

Confira algumas das unidades da Pitágoras em que há disponibilidade dos cursos de Engenharia:

Se interessou por algum? Então, entre em contato agora mesmo conosco para conversarmos e tirarmos quaisquer dúvidas restantes!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.