Terapias Integrativas e Complementares: conheça o curso

Terapias Integrativas e Complementares

A profissionalização é importante em todas as áreas de atuação. Quando falamos em saúde, isso é ainda mais importante. Diversos profissionais trabalham diretamente com a recuperação e a manutenção da saúde integral do ser humano, por isso é tão importante que invistam em iniciativas como o curso superior de Terapias Integrativas e Complementares.

Esse é um curso completo e voltado para a formação de profissionais preparados para integrar e complementar diferentes abordagens de tratamento àqueles que necessitam. Mais do que tratar doenças, estamos falando em dar atenção completa para o bem-estar e a saúde das pessoas, considerando aspectos físicos, emocionais e psicológicos.

É assim que o curso de Terapias Integrativas e Complementares vira uma ótima opção para quem quer tornar o mundo um lugar melhor e mais saudável, começando pelas pessoas. Portanto, se você ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto, fique com a gente até o final deste conteúdo, está bem? Aproveite!

O que são as Terapias Integrativas e Complementares?

As Terapias Integrativas e Complementares são aquelas utilizadas como suporte e enriquecimento aos tratamentos convencionais de saúde. Muita gente entende isso como aquelas práticas alternativas e esotéricas empregadas ao longo de muitos anos. Mas não é bem por aí.

O termo “terapia alternativa” nem é mais utilizado pelos profissionais da área e foi, aos poucos, sendo substituído por Terapias Integrativas e Complementares. No entanto, elas não são necessariamente místicas. Na verdade, são práticas e tratamentos recomendados por clínicos gerais, neurologistas, psicólogos, psiquiatras e outros tantos profissionais formados em cursos da área da saúde.

A própria Organização Mundial da Saúde (OMS) define esse tipo de terapia como um amplo conjunto de práticas de atenção à saúde. Além disso, elas podem estar intimamente relacionadas com a tradição de um país, como é o caso das abordagens chinesas e japonesas, por exemplo.

Elas estão baseadas em conhecimentos bastante tradicionais e práticas milenares passadas através de gerações, entre diferentes países e culturas. Mas muitas delas também já foram submetidas à ciência e tiveram sua eficiência comprovada.

Essas técnicas holísticas, sozinhas, não são empregadas para curar ninguém. No entanto, em conjunto com os tratamentos médicos, elas podem ajudar a pessoa a se preparar para receber os medicamentos e, é claro, responder melhor a eles.

Você já viu, por exemplo, um paciente que sofre com algum quadro de ansiedade ou depressão e recebe uma recomendação para procurar um acupunturista? Além de seguir o tratamento medicamentoso, ele será tratado de forma complementar por meio de outras técnicas com eficiência comprovada cientificamente.

Isso também vale para o uso de substâncias homeopáticas, terapias energéticas, meditação, yoga e uma série de outras abordagens que beneficiam corpo, mente e espírito, a fim de potencializar o tratamento prescrito pelo médico. É assim que se compõe uma abordagem conhecida como Medicina Alternativa.

Para tanto, o profissional terapeuta integrativo e complementar foca a promoção da saúde e do bem-estar dos seus pacientes. Isso tudo por meio de um atendimento altamente humanizado, que leva em conta, além dos aspectos físicos, as condições emocionais, psicológicas e energéticas de cada pessoa.

Assim, com técnica e equipamentos específicos, eles podem atuar no diagnóstico e no tratamento de indivíduos com os mais diversos desequilíbrios. Isso inclui desde problemas físicos de saúde até carências afetivas e emocionais, por exemplo.

Qual é o objetivo da graduação em Terapias Integrativas e Complementares?

O objetivo da graduação tecnológica em Terapias Integrativas e Complementares é justamente preparar profissionais que estejam aptos a trabalhar com práticas, equipamentos e métodos específicos empregados em tratamentos contra depressão, excesso de peso, estresse, hipertensão e muitos outros. Além disso, é esperado do terapeuta que ele atue com ética no que tange não só a sua profissão, mas também o meio ambiente e a sociedade.

Portanto, dentro do curso Tecnólogo, os professores têm por missão preparar o estudante para:

  • utilizar equipamentos, métodos, técnicas e insumos de práticas integrativas e complementares;
  • aplicar os princípios de homeopatia, cosmetologia, fitoterapia e farmacologia nos tratamentos;
  • conhecer os fundamentos fisiológicos e anatômicos do corpo humano;
  • realizar a gestão e uma conduta ética em consultórios, instituições de saúde, clínicas e hospitais;
  • aplicar as técnicas de tratamento e de prevenção integrativas;
  • dominar os mecanismos que visam a estabilidade mental, emocional e física do ser humano;
  • atuar em programas de treinamento de equipes de trabalho para a execução de Terapias Integrativas e Complementares.

O terapeuta integrativo e complementar é aquele profissional que facilita o caminho de recuperação em quadros de doença e a manutenção da saúde das pessoas de maneira totalmente preventiva. Com isso, todos saem ganhando.

Qual é o perfil do aluno de Terapias Integrativas e Complementares?

O profissional ideal para o curso de Terapias Integrativas e Complementares é aquele que se identifica com a área de saúde. Além disso, essas pessoas costumam se interessar sobre temas como qualidade de vida e saúde e, frequentemente, estão abertos a abordagens alternativas para obter essa condição.

Como terá que trabalhar diretamente com o atendimento ao público, essa pessoa também precisa ser paciente, dedicada e atenciosa. É claro que aqueles que querem se diferenciar na profissão devem ter fome de aprendizado e curiosidade sobre os diversos temas relacionados com a área de atuação.

Uma vez que, no dia a dia de trabalho, esse profissional vai lidar com vários tipos diferentes de pessoas, com expectativas e necessidades distintas, é fundamental que ele desenvolva suas capacidades de relacionamento interpessoal e inteligência emocional. Isso vai ajudar o terapeuta a demonstrar mais compreensão e a proporcionar uma escuta ativa, elevando a qualidade do atendimento.

Além de tudo isso que você conferiu até aqui, o perfil do aluno de Terapias Integrativas e Complementares também inclui aqueles indivíduos que querem uma formação rápida, mas sem abrir mão da qualidade do aprendizado. Dessa maneira, o estudante concluirá seus estudos de forma ágil e poderá ingressar no mercado de trabalho em pouco tempo.

O curso também é perfeito para quem pretende trabalhar em clínicas, centros de terapia ocupacional, instituições geriátricas e postos de saúde. Para aqueles que querem disseminar seu conhecimento em Instituições de Ensino, também é uma ótima maneira de obter a formação requerida de acordo com a legislação.

Se você está entre as pessoas que querem ensinar outras sobre Terapias Integrativas e Complementares, saiba que ainda pode investir em uma pós-graduação em educação depois de concluir o Tecnólogo. Isso certamente abrirá muitas portas em direção à sua vida acadêmica.

O Tecnólogo também se apresenta como uma possibilidade para quem sonha em empreender na área da saúde. Dessa forma, o terapeuta pode atuar também como profissional autônomo, fazendo seus próprios horários e estabelecendo uma jornada de trabalho flexível.

Portanto, se você sempre se imaginou trabalhando com algo que promove o bem-estar das pessoas e contribui para que elas vivam de forma mais saudável, o curso de graduação tecnológica em Terapias Integrativas e Complementares é para você!

Como funciona o curso de Terapias Integrativas e Complementares?

O curso de Terapias Integrativas e Complementares está incluso na área da Saúde e é um Curso Superior de Tecnologia, ou seja, um Tecnólogo. Ele é oferecido na modalidade de faculdade a distância. Isso permite que o aluno aprenda com total qualidade, tendo uma ótima formação em tempo reduzido e com flexibilidade.

Sua duração é mais curta do que uma graduação convencional. Com isso, o estudante tem a possibilidade de sair formado em pouco tempo, dominando técnicas e áreas de atuação que incluem:

  • biodança;
  • dança circular;
  • bioenergética;
  • geoterapia;
  • reflexologia podal;
  • hidroterapias;
  • musicoterapia;
  • entre outros.

As áreas são realmente diversas, para possibilitar inúmeras abordagens do terapeuta em relação ao seu paciente. Assim, independentemente do mal que acomete a pessoa que chega a buscar terapia, o profissional tem ferramentas para abordar o problema e minimizar seus impactos.

O Tecnólogo é 100% online, o que significa que você pode buscar a estratégia de estudo que melhor funciona para você. Em outras palavras, monta o seu próprio cronograma e estuda naqueles momentos que ficam melhores para sua rotina.

Como é a grade curricular do curso de Terapias Integrativas e Complementares?

Na Pitágoras, a grade curricular do curso de Terapias Integrativas e Complementares preza por uma abordagem completa, que prepara o aluno para compreender desde os Aspectos Regulatórios de Terapias Integrativas e Complementares até práticas bem específicas, como a Fitoterapia.

Além disso, outras disciplinas trabalhadas incluem:

  • Cosmetologia;
  • Eletrotermofototerapia;
  • Farmacologia;
  • Formação Integral em Saúde;
  • Gestão, Qualidade e Segurança do Paciente;
  • Homeopatia;
  • Psicologia Aplicada à Saúde;
  • Suporte Básico de Vida e Primeiros Socorros;
  • Terapias Alternativas e Qualidade de Vida;
  • Terapias Integrativas Corporais;
  • Terapias Integrativas Energéticas;
  • Terapias Integrativas Orientais;
  • Terapias Integrativas para o Bem-Estar.

Como você pode perceber, a matriz curricular é composta por uma série de disciplinas que ajudam o futuro profissional a abordar o ser humano enquanto um sujeito integral. A bioética e a biossegurança são abordadas com a mesma importância que as vertentes de técnicas de terapias integrativas. Legal, não é?

Qual é a duração do curso de Terapias Integrativas e Complementares?

Em geral, o curso dura até 2 anos e meio, mas você encontrará algumas opções com duração de 1 ano e meio. Nesse tempo, o profissional sai preparado para cuidar da saúde e do bem-estar dos seus pacientes, empregando técnicas, métodos e ferramentas complementares aos tratamentos médicos mais convencionais.

Na Pitágoras, a graduação acontece toda na modalidade online e estende-se por 3 semestres, tempo durante o qual o profissional se prepara na teoria e na prática para ingressar no mercado. Apesar do prazo mais curto, a qualidade do curso é reconhecida pelos diversos egressos que já concluíram sua jornada.

Quais são as formas de ingresso para o curso de Terapias Integrativas e Complementares?

Não importa o curso pelo qual optar, se Bacharelado ou Tecnólogo: precisará se informar sobre o modo de ingresso. Para isso, você normalmente precisa passar por um processo seletivo, que vai avaliar os seus conhecimentos, em especial aqueles relativos ao ensino médio. A forma mais comum de avaliar isso é por meio dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A instituição pode elaborar uma prova própria, na qual o estudante precisa comparecer presencial ou virtualmente. O dia e os horários são estipulados pela instituição, assim como o número de questões, o estilo da prova e as etapas avaliativas.

Em geral, a prova pode ser realizada de maneiras diferentes:

  • com uma única data e horário agendados para todos os estudantes;
  • datas e horários diferentes para cada candidato;
  • em ambiente virtual, com um limite de 5 tentativas e 60 minutos como tempo máximo.

Algumas instituições também aceitam o ingresso sem vestibular, que são aqueles casos em que o candidato ingressa por sua nota no Enem ou por transferência, por exemplo, caso esteja migrando de instituição de ensino.

Ainda existem aqueles casos específicos de quem está ingressando em uma segunda graduação e acaba fazendo o aproveitamento de disciplinas.

Na Pitágoras, você tem algumas opções:

De todas as formas, você será avaliado pelo seu desempenho em uma avaliação, pelo seu desempenho em outra instituição, por uma prova nacional ou pelos resultados da sua última graduação.

Ainda existe a possibilidade de ganhar desconto na mensalidade, participando do programa Amigo Vale-Prêmio.

Como está o mercado de trabalho para Terapias Integrativas e Complementares?

Diversas são as possibilidades para quem decide se formar como um terapeuta integrativo e complementar. Na sociedade em que vivemos hoje, o estresse é um dos quadros mais comuns e frequentes no dia a dia das pessoas.

No entanto, não existe remédio para o estresse. Existem, sim, medicamentos para sanar os sintomas que ele causa, como dor de cabeça, ansiedade, fadiga e assim por diante. Mas, para resolver a sua causa, é preciso ir direto ao ponto e atacar os fatores que estão provocando o problema.

Muitas vezes, isso tem a ver com um estilo de vida inadequado, com o desequilíbrio emocional, com problemas de relacionamento e tantas outras causas. O que as Terapias Integrativas Complementares fazem é ajudar a alinhar todos os aspectos da vida, para que qualquer tratamento medicamentoso seja mais eficiente e, com o tempo, torne-se desnecessário.

Diante de tudo isso, o mercado tem cada vez mais espaço para a atuação desses profissionais, que podem escolher se especializar em uma área de sua preferência. Entre as especializações mais comuns, estão:

  • terapia Ayurveda — trabalha a integração do corpo, da mente e do espírito com o meio, além de abordar técnicas como Abhyanga, Udwartana, Shirodhara e Pinda Sweda;
  • aromaterapia — utiliza as propriedades presentes nos óleos essenciais vindos de plantas para promover tanto a saúde física quanto mental;
  • cromoterapia — usa uma combinação de cores para beneficiar o usuário com o padrão vibracional de cada uma delas, restaurando o equilíbrio físico, mental e energético dele;
  • auriculoterapia — também chamada de acupuntura auricular, serve para estimular pontos energéticos nas orelhas que ajudam a tratar quadros como ansiedade e depressão;
  • técnicas de banho e terapias termais — são banhos terapêuticos, com propriedades térmicas, físicas, químicas e radioativas que aliviam dores, auxiliam os sistemas circulatório e respiratório e muito mais;
  • terapia floral — os terapeutas florais usam as essências de flores para intervir no estado emocional e mental dos seus pacientes;
  • terapia quântica — aqui o trabalho é feito com a energia do ser humano, por meio de conhecimentos de física quântica e outros equipamentos específicos.

Por serem menos invasivas, essas abordagens são bastante recomendadas para pacientes com sensibilidade mais alta. Dentro da Psicologia Infantil, por exemplo, as Terapias Integrativas e Complementares podem ser uma ótima forma de tratar as crianças sem precisar utilizar substâncias químicas tão fortes.

Pela ampla possibilidade de atuação e pela demanda emergente de profissionais que realmente consigam ajudar a potencializar os tratamentos médicos, as oportunidades para o terapeuta integrativo e complementar são cada vez maiores. Assim, podemos dizer que é praticamente impossível o egresso chegar ao fim do curso sem encontrar uma possibilidade de trabalho.

É claro que, se você quer se destacar no mercado, é importante investir na sua diferenciação. Os cursos livres são uma ótima oportunidade para desenvolver novas habilidades e, é claro, valorizar o seu currículo para se tornar mais atrativo.

Quais são os diferenciais da Pitágoras?

A nossa plataforma de aprendizagem foi desenvolvida exclusivamente para os nossos alunos, pensando em todas as suas necessidades. Por isso, ela é de fácil acesso e pode, inclusive, ser utilizada pelo celular, sabia?

Além disso, oferecemos uma biblioteca digital com acervos atualizados sobre a área da saúde. E é claro que você também encontra materiais específicos sobre o seu curso, tudo com um acesso superprático, direto no seu smartphone.

Nossa estratégia de ensino-aprendizagem é ativa, colocando o aluno como protagonista da sua formação. Além disso, o Modelo EAD conta com simuladores e experimentos demonstrativos gravados e reproduzidos para os alunos.

Prezamos por disciplinas com temas atuais e conteúdos revisados, que oferecem a melhor experiência possível para o estudante. E o melhor é que você pode baixar as aulas e assistir a tudo offline, mesmo quando estiver longe de qualquer lugar com internet!

As nossas Trilhas de Carreira também são um instrumento que vale ser ressaltado. Elas contribuem para uma aprendizagem completa, com o desenvolvimento de competências indispensáveis para garantir as chamadas certificações intermediárias, que servem como um diferencial no mercado de trabalho.

Ainda não está convencido? Então, saiba que você também pode conseguir bolsas e descontos para fazer o seu Tecnólogo!

Entre as bolsas de estudo oferecidas pela instituição estão:

  • Bolsa Incentivo — para ingressantes que comprovarem dificuldade financeira de iniciar um curso superior;
  • Bolsa Primeiro Semestre — desconto de até 20% sobre as mensalidades do 1.º semestre, nos módulos presencial e EAD;
  • Bolsa Servidores Públicos e Militares — descontos para os servidores e seus filhos, podendo chegar a até 30%;
  • Bolsa Transferência — desconto de até 60% nas mensalidades até a conclusão da graduação no módulo presencial e até 30% nos cursos EAD;
  • Convênio Empresa — os funcionários de empresas conveniadas podem concorrer a descontos nas mensalidades, assim como seus dependentes de até 24 anos e cônjuges.

Também existem alguns benefícios ofertados para facilitar a vida de quem decidiu fazer um curso superior. Olha só!

  • Matrícula Antecipada — isenção da taxa de inscrição para quem fizer a matrícula já no momento de se inscrever para o vestibular;
  • Desconto Pontualidade — desconto para os alunos que pagam as suas mensalidades até o 5.º dia útil do mês de vencimento.

A Pitágoras também oferece apoio personalizado. Cada fase da sua formação acadêmica conta com o acompanhamento dos professores e tutores, o que garante um ensino de maior qualidade. Isso é o que garante que o nosso sistema de ensino deixe você pronto para ingressar no mercado de trabalho.

Também contamos com um sistema de avaliação continuada. Com isso, seu esforço e desempenho são constantemente valorizados a cada atividade concluída ao longo do semestre.

Escolha a Pitágoras e conte com diferenciais exclusivos

Como você viu ao longo deste conteúdo, o profissional formado em Terapias Integrativas e Complementares é aquele preparado para receber, acolher e ajudar o ser humano em toda a sua integralidade. Com isso, ele considera que um problema não tem a ver apenas com os seus sintomas, mas com a enorme diversidade de fatores que pode estar ocasionando a situação.

E é por isso que esses profissionais atendem não apenas indivíduos com problemas de saúde física, mas também aqueles que acabam desenvolvendo qualquer tipo de desequilíbrio ao longo da sua vida. É o caso dos comportamentos obsessivo-compulsivos, compulsivos, depressivos, agressivos e assim por diante.

Além disso, podemos dizer que sua atuação está diretamente relacionada à gestão e à transferência de conhecimentos sobre a gestão das emoções de um ser humano. Essas mesmas emoções que, quando não cuidadas, podem se transformar em sintomas físicos, como dores, cansaço, crises e outros.

Gostou deste conteúdo? Tem interesse num curso rápido e de qualidade na área de saúde? Talvez o curso Tecnólogo em Terapias Integrativas e Complementares seja a escolha ideal para você! Faça já sua inscrição no vestibular online da Pitágoras e inicie agora mesmo sua carreira na área!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.