7 dicas para criar uma rotina de estudos produtiva

caderno e caneta representando rotina de estudos

Quer ter uma rotina de estudos que realmente dê resultados, mas não sabe por onde começar? O primeiro ponto que você deve considerar é que, para haver produtividade, você deve ter organização. Afinal, sem um objetivo definido e um planejamento coerente, é difícil conseguir resultados satisfatórios.

Contudo, o que é, de fato, produtividade? Se você acha que precisa passar 24 horas estudando durante todos os dias da semana, saiba que isso não é ser produtivo. A ideia é tirar o máximo de proveito do seu tempo, mantendo o foco durante o período reservado para os estudos.

Que tal criar uma rotina de estudos que seja realmente produtiva e benéfica para os seus reais objetivos, com uma otimização do tempo gasto para absorver conhecimento? Para isso, você precisará seguir alguns passos:

Defina um horário para se dedicar aos estudos

O nosso organismo foi programado para respeitar certos horários. Normalmente, dormimos de madrugada, acordamos com a luz do dia e temos refeições espaçadas, tudo de acordo com o nosso relógio biológico.

Por isso, é fundamental termos esse autoconhecimento sobre o funcionamento do nosso dia. Para tanto, coloque no papel todas as suas atividades diárias e os horários em que elas geralmente acontecem. Diante dessa relação, qual é o melhor período para se dedicar aos estudos?

A partir daí, basta criar um calendário semanal que inclua não só o seu tempo para estudar, mas também todas as suas outras obrigações. Assim, nenhuma responsabilidade será comprometida e você ainda terá tempo para descansar, como veremos adiante.

Encontre um lugar adequado para estudar

O calendário já está pronto, mas onde você vai estudar? Se não houver um cantinho reservado especialmente para o seu dia a dia de estudos, o esforço da dica anterior será em vão. Portanto, o próximo passo é escolher o melhor ambiente em relação à atividade desempenhada.

Para que o seu espaço de estudos funcione, vale se dedicar para que ele atenda principalmente as seguintes características:

  • iluminação apropriada, tanto natural quanto artificial;
  • ventilação para que o ambiente esteja sempre arejado;
  • escrivaninha, mesa e cadeira que sejam confortáveis, na medida certa;
  • materiais de estudo necessários de forma acessível e organizada;
  • uma boa conexão de internet para os estudos — para acessar o Trilhas do Enem, por exemplo.

Seu cantinho de estudos pode ser no seu próprio quarto. Porém, se houver espaço ou um cômodo mais afastado e reservado para isso, pense na possibilidade de montar o seu ambiente lá. Além de separar melhor o seu tempo de estudo dos horários de descanso, isso contribui para que haja privacidade e menos interrupções.

Agora, se a sua casa é mais movimentada e não há tanto espaço para estudar com o silêncio e a concentração necessários, pense em optar por ambientes externos, como a biblioteca pública da sua cidade ou até mesmo da sua escola ou faculdade. Isso ajuda bastante, inclusive, a respeitar os horários estipulados para o seu estudo.

Em todas as unidades da Pitágoras, há uma biblioteca esperando por seus alunos. Ela oferece todo o suporte de que você precisa, não apenas para os estudos, mas também para o seu sucesso profissional.

Tenha um cronograma definido

Já ensinamos como definir o seu calendário semanal, porém, agora é a hora de organizar a sua rotina de estudos, de acordo com as disciplinas que precisa trabalhar. Nesse sentido, pense em um cronograma: analise todas as matérias e reserve um tempo para cada uma delas, dedicando-se mais àquelas em que você apresenta mais dificuldade.

Se a pessoa está estudando para o vestibular online ou para alguma prova de proficiência que é mais específica, por exemplo, ela deve montar o seu cronograma de acordo com os assuntos que caem nos exames e, assim, intercalar as disciplinas segundo o grau de necessidade. Para diversificar os estudos e não tornar a rotina maçante, é só prestar atenção nas dicas seguintes!

Faça pequenas pausas para descanso

Você se lembra de que mencionamos o tempinho para o descanso enquanto falávamos do calendário semanal? Sim! Para que o seu cérebro trabalhe avidamente, ele precisa de uma pausa para relaxar. O mesmo vale para o corpo, que merece um bom alongamento após muitas horas na mesma posição.

Uma ideia interessante é utilizar um cronômetro e, a cada pausa, reservar alguns minutos para se levantar, alongar a coluna, beber água ou até mesmo conferir as notificações no celular, porque ninguém é de ferro, não é mesmo? Só não se esqueça de respeitar o tempo estipulado e voltar aos estudos!

Reserve um tempo para o lazer

Além das pequenas pausas entre uma bateria de estudos e outra, também é essencial ter um momento de lazer, de modo que você relaxe o corpo e a mente. Essa válvula de escape ajuda muito a recuperar aquele fôlego tão importante para manter a produtividade alta!

Principalmente se você faz ou almeja um curso integral, é essencial reservar um tempo na semana para isso. Você pode, por exemplo, aproveitar esse momento para praticar uma atividade física. Agora, se você prefere um cinema em casa, com vários filmes e séries, aproveite para colocar as suas maratonas em dia.

Também vale conversar com um amigo, brincar com o seu pet, ler um livro… Só não extrapole demais o tempo gasto com essas atividades. Para que não seja necessário correr contra o tempo lá na frente, respeite o seu cronograma de estudos.

Escute músicas que ajudem na concentração

Você sabia que a música para estudar auxilia na memorização e na concentração? Sim, muitos estudantes adotaram essa prática e comprovaram a eficácia do som ambiente, quando você coloca uma melodia clássica ou algo do tipo para ouvir enquanto estuda.

Acontece que o silêncio nem sempre é possível. E se na hora da prova houver algum barulho, será que você não teria mais dificuldade em se concentrar? Nesse sentido, quando é desenvolvido o hábito de estudar ouvindo música, o cérebro se adapta e se prepara para um ambiente que já contém ruídos.

Não havia pensado nisso antes, não é mesmo? Experimente fazer a sua rotina de estudos com uma boa playlist e veja como o seu foco vai se comportar. Algumas pessoas, realmente, não conseguem fazer nada com esse “barulho”, mas é fato que ouvir música é uma ótima maneira de modular a frequência mental e estimular positivamente a concentração.

Encontre o método de estudo ideal para você

Cada pessoa funciona de um jeito — como pontuamos no caso anterior. Logo, é interessante descobrir o método ideal para o seu roteiro de estudos. Para as pausas de descanso, por exemplo, você pode adotar a técnica Pomodoro, que consiste em reservar 5 minutos de pausa para cada 25 minutos de estudos.

Existem, entretanto, outras estratégias como resumos, mapas mentais, leituras guiadas, estudos em grupo, videoaulas para reforçar o tema, cursos livres e gratuitos, entre outras maneiras de absorver o conhecimento de forma eficaz e realmente produtiva.

Independentemente do objetivo, desde a preparação para o vestibular até a rotina de estudos na faculdade, as dicas que trouxemos aqui são valiosas para manter a produtividade em altos níveis. Portanto, adapte o que aprendeu aqui para a sua realidade e tenha ótimos resultados!

Gostou das dicas? Então, aproveite que está aqui no blog e confira agora quais são os benefícios de criar o hábito da leitura!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content