Qual é a diferença entre faculdade e universidade? Descubra! 🎓

estudante de faculdade

A gente sabe que escolher qual faculdade fazer não é uma tarefa nada fácil e que surgem muitas dúvidas nesse caminho. Mas tem um detalhe que costuma passar batido pra boa parte dos estudantes. Afinal, o que é melhor pra minha formação profissional: uma faculdade ou universidade?

O Ministério da Educação (MEC) divide as instituições de ensino superior em 3 tipos: faculdade, universidade e centro universitário. Cada uma delas tem objetivos diferentes na questão da educação, cursos específicos e exigências que as enquadram neste ou naquele modelo.

Então, pra você eliminar essa dúvida de vez, fizemos este post pra te explicar qual a diferença entre faculdade e universidade. Acompanhe as próximas linhas e tenha uma excelente leitura!

O que é faculdade?

Podemos considerar a faculdade como a raiz de todas as instituições de ensino. Isso porque os outros modelos nada mais são que um complexo formado por diversas faculdades. No geral, o que leva esse nome oferece cursos específicos ou pode se dedicar até mesmo a uma única carreira. Com isso, seu foco é voltado totalmente à formação profissional e empregabilidade dos alunos.

Veja alguns exemplos aqui da Pitágoras:

De cara, todas as instituições de ensino superior são credenciadas no MEC como faculdades. Pra se tornarem universidades ou centros universitários, precisam atender a uma série de exigências, como padrão de qualidade, cursos, corpo docente e infraestrutura.

O que é universidade?

Uma universidade, como dissemos, é um complexo de faculdades. Sua missão é desenvolver os 3 pilares do ensino superior ― ensino, pesquisa e extensão ― nas suas diferentes áreas do conhecimento e tem autonomia pra criação de novos cursos.

Por isso, quando uma instituição de ensino superior é reconhecida pelo MEC como universidade, isso significa que ela chegou a um alto nível de autonomia na sua atuação. Logo, precisa investir tempo e recursos pra inúmeros programas, como pesquisa científica, mestrado e doutorado.

Mas aqui fica o alerta! Um levantamento do jornal Folha de S.Paulo feito em 2018 descobriu que, à época, 1 em cada 3 universidades não poderia ter esse reconhecimento por não atender a todos os requisitos do MEC.

Por isso, é importante que você tenha atenção e pesquise bem sobre a instituição, já que nem sempre o “nome” adotado reflete a realidade de atuação, combinado?

Sobre os centros universitários

Se você tem curiosidade de saber sobre os centros universitários, aqui vale uma pequena explicação. No geral, são instituições maiores que as faculdades, porque oferecem inúmeros cursos e têm algumas exigências quanto ao trabalho docente. Mas são menores que as universidades, apesar de também terem autonomia pra criar cursos e programas de ensino, como pós-graduação.

Quais são as principais diferenças?

Pra você entender qual a diferença entre faculdade e universidade, a gente separou nos tópicos as seguir as principais características de cada modelo de instituição. Veja só!

Ensino

Lembra os 3 pilares do ensino superior? Vamos entender com mais detalhes o que eles significam:

  • ensino: conteúdos teóricos da carreira e preparo para o mercado de trabalho nas melhores empresas;
  • pesquisa: formação científica muito além dos trabalhos acadêmicos;
  • extensão: prática da profissão e contato com a comunidade.

Nesse caso, a principal diferença de uma faculdade pra uma universidade é que a primeira pode desenvolver bem esses três pilares, se quiser, mas isso não é uma obrigatoriedade. Já a segunda tem programas estruturados como uma exigência do MEC pra manter seu credenciamento.

Com isso, você pode ver que as faculdades têm uma enorme preocupação com oferecer um ensino de qualidade, de acordo com o que o mercado de trabalho vem exigindo. Já as universidades também contam com um foco mais acadêmico, voltado a experimentos, pesquisa, descobertas, análises etc., embora não exclua a atuação profissional na prática.

Diversidade de cursos

Na faculdade, os cursos são mais específicos e não existe a obrigação de ter uma abrangência muito grande. Tanto que, como dissemos, pode até mesmo oferecer apenas graduações de uma única área do conhecimento.

A universidade, por sua vez, pode reunir um número muito grande de faculdades, que são divididas em “centros de ensino”. Estes se reúnem num mesmo local ou em outros campi (nome no plural dos campus universitários).

Corpo docente

Aqui está uma das principais diferenças entre faculdade e universidade. O MEC exige que o corpo docente da primeira seja composto por, pelo menos, um terço de especialistas (profissionais com pós-graduação lato sensu).

Já a universidade precisa contar com a mesma proporção de mestres e doutores (título dado a quem faz a pós-graduação stricto sensu). Além disso, um terço do corpo docente também deve trabalhar em regime de “dedicação integral”, ou seja, atuar o dia todo na unidade.

Infraestrutura

A infraestrutura de uma faculdade pode ser excelente e atender completamente às necessidades do curso, com tudo o que os alunos precisam em termos de tecnologias e recursos para o ensino.

Nesse caso, o que a difere de uma universidade é realmente seu tamanho. Como essa última é muito ampla e concentra muitos centros de ensino com inúmeras faculdades, algumas instituições chegam a ser verdadeiras minicidades, com inúmeros espaços.

Por esse motivo, é mais difícil encontrá-las, o que muitas vezes te obriga a mudar de cidade pra fazer faculdade.

Pós-graduação

As faculdades não são obrigadas a ter cursos de pós-graduação. Mas muitas delas abrem programas de especialização, porque notam que o mercado de trabalho pede conhecimentos específicos além dos previstos na grade curricular. Então, seus cursos têm o foco na continuidade do desenvolvimento profissional.

Já as universidades têm a exigência de manter em funcionamento cursos de pós-graduação, incluindo mestrado e doutorado, especialmente pra guiar o aluno rumo à carreira acadêmica.

Como escolher entre as opções?

A resposta pra essa pergunta é simples: depende do seu foco profissional. Se você quer seguir a carreira acadêmica, a universidade pode te ajudar bastante. Mas se seu objetivo é atuar no mercado de trabalho, não pense duas vezes em cursar uma faculdade.

Por falar nisso, você pode se formar com os diferenciais dos cursos da Faculdade Pitágoras, que estão entre os melhores do país. Temos uma grande oferta nas modalidades de ensino presencial, semipresencial e a distância (EAD). Assim, pode escolher a graduação que mais tem a ver com seu perfil.

Estamos preocupados em oferecer um ensino moderno e interativo, com o auxílio de professores bastante experientes, pra você ter muitas vivências práticas, de acordo com as expectativas do mercado de trabalho.

Além disso, a gente conta com uma excelente infraestrutura física e recursos pra que você tenha acesso a tudo o que precisa pra aprender. Na modalidade EAD, um moderno portal de estudos favorece excelentes experiências e contato direto com o corpo docente e colegas.

Por fim, temos uma parceria exclusiva com o Canal Conecta, que te coloca à frente da concorrência por uma vaga de emprego, ao reunir candidatos e empresas no mesmo lugar.

Agora que você já sabe qual a diferença entre faculdade e universidade, temos certeza de que a Pitágoras pode ajudar muito na sua caminhada profissional. Então, não vá embora sem se inscrever no nosso vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content