Devo fazer Psicologia ou Recursos Humanos? Como decidir?

estudantes decidindo entre psicologia e recursos humanos

A carreira profissional de qualquer pessoa começa a ser desenvolvida por meio dos estudos. A escolha certa do curso de graduação é o primeiro passo para alcançar posições de destaque no mercado e nem sempre é tão óbvia. É o caso de quem tem dúvidas se deve fazer Psicologia ou Recursos Humanos.

Apesar de serem duas formações igualmente aplicáveis em determinados pontos, tratam-se de faculdade bem distintas, tanto em seus objetivos quanto em suas grades curriculares. Neste artigo, vamos explicar:

Como é a faculdade de Psicologia?

Vamos começar falando sobre o curso de Psicologia, para entender a quem ele se destina e quais são as disciplinas que o aluno encontrará ao longo da graduação.

Objetivo da Graduação em Psicologia

A faculdade de Psicologia tem como objetivo formar profissionais capazes de proporcionar saúde mental e do bem-estar das pessoas por meio de análises e intervenções. A ementa do curso traz teorias e conceitos fundamentais das ciências humanas, bem como a sua aplicabilidade em ambientes sociais, empresariais e familiares.

Entre as funções adquiridas pelo profissional, por meio das disciplinas, estão o diagnóstico e o auxílio no tratamento e na prevenção de:

  • doenças mentais;
  • distúrbios emocionais;
  • distúrbios de personalidade.

Principais disciplinas do curso

O curso Superior em Psicologia da Faculdade Pitágoras é estruturado em duas frentes principais. A primeira está voltada para as bases da área, trazendo teorias, conceitos e conhecimentos essenciais para a rotina de um psicólogo. Estão entre as disciplinas dessa frente:

  • Análise Experimental do Comportamento;
  • Bases Biológicas do Comportamento;
  • Desenvolvimento Humano;
  • Formação Integral em Saúde;
  • História da Psicologia;
  • Homem, Cultura e Sociedade;
  • Matrizes do Pensamento em Psicologia;
  • Neuroanatomofisiologia;
  • Processos Psicológicos Básicos;
  • Psicologia, Ciência e Profissão;
  • Psicopatologia;
  • Responsabilidade Social e Ambiental;
  • Teorias e Técnicas de Grupo;
  • Teorias e Técnicas Psicoterápicas Gerais;
  • Terapia Familiar Sistêmica.

A segunda frente do curso de Psicologia engloba as matérias que preparam o profissional para os desafios futuros que enfrentará no exercício da profissão. Veja algumas delas:

  • Aconselhamento e Orientação em Psicologia;
  • Diagnóstico e Intervenção em Psicologia;
  • Orientação Profissional;
  • Psicofarmacologia;
  • Psicologia e Comunidade;
  • Psicologia e Educação Especial;
  • Psicologia e Políticas Públicas;
  • Psicologia Escolar e Educacional;
  • Psicologia Hospitalar;
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho;
  • Psicologia Social;
  • Temas Emergentes em Psicologia.

Como é o curso de Gestão de Recursos Humanos?

O curso de Recursos Humanos também envolve o conhecimento sobre pessoas e seus comportamentos. Contudo, seu direcionamento está voltado para a gestão de talentos em empresas. Confira os detalhes nos tópicos a seguir.

Características do curso de Gestão de Recursos Humanos

O curso de Gestão de Recursos Humanos da Faculdade Pitágoras é oferecido no formato tecnólogo, com duração de apenas 4 semestres. Ele forma profissionais preparados para atuação em empresas de diversos portes e segmentos, com embasamento teórico e conhecimento técnico profundo na área.

Grade curricular

A grade curricular do Tecnólogo em Gestão de Pessoas se divide entre disciplinas básicas e profissionalizantes. No primeiro grupo, as matérias são relacionadas a Ciências Humanas, Sociais e Tecnologias, enquanto, no segundo, o foco está no dia a dia da profissão.

Entre as diversas disciplinas, estão incluídos temas ligados a Departamento Pessoal, Atração, Seleção, Treinamento, Desenvolvimento e Retenção de Pessoas.

Quais são as principais diferenças entre Psicologia e RH?

As diferenças entre Psicologia e RH vão muito além dos salários dos profissionais — enquanto o psicólogo tem uma média de R$3.393,00, um gerente de Recursos Humanos pode ganhar até R$7.322,64. A partir de agora, veremos no que mais os cursos se diferem.

Foco da graduação

O foco de cada uma dessas duas opções de curso é bastante distinto. Enquanto a formação em Psicologia abarca a atuação no atendimento psicológico a pessoas em diferentes cenários, o curso de Gestão em Recursos Humanos lida apenas com questões empresariais, como no cotidiano do departamento de RH de empresas.

Tempo de curso

A duração da graduação é outro ponto de diferenciação muito relevante. A faculdade de Psicologia tem a duração de 10 semestres e o Tecnólogo em Gestão de RH pode ser realizado em apenas 2 anos. Ou seja, esse último é ideal para quem tem mais urgência e pretende atuar apenas com a gestão de pessoas.

Modalidade de ensino

Por fim, outra diferença relevante entre as duas opções de graduação está na possibilidade de modalidades de ensino. O Bacharelado em Psicologia só pode ser realizado no formato presencial. Já o Tecnólogo em Gestão de Pessoas possibilita a formação semipresencial.

O que avaliar para decidir entre eles?

Talvez, o seu objetivo não seja saber tudo sobre a faculdade de Psicologia ou de Recursos Humanos, mas entender como cada uma delas contribui para a formação do profissional para, então decidir qual delas seguir. Veja alguns critérios que precisam compor a sua análise.

Áreas de atuação

A primeira coisa que você deve avaliar antes de escolher entre Gestão de RH e Psicologia em 2020 é sobre quais as possibilidades de atuação que cada uma oferece. Se o seu objetivo é seguir na área clínica, o ideal é optar pela Psicologia. Por outro lado, se pretende trabalhar em empresas, com gestão de talentos, o Tecnólogo em Recursos Humanos é o mais indicado.

Possibilidades de especialização

Ambos os cursos abrem portas para que o aluno se aprofunde em determinadas áreas. Contudo, algumas delas são melhor aproveitadas com base na graduação escolhida. Novamente, a área de atuação que deseja seguir vai ajudar nessa escolha, já que as especializações direcionam a carreira profissional das pessoas.

Mercado de trabalho

Também é interessante acompanhar o mercado de trabalho em ambas as vertentes, principalmente no que se refere às tendências de RH e a empregabilidade dos psicólogos. Pesquise sobre as principais vagas disponibilizadas nas empresas, veja se o cenário condiz com o que você espera e faça uma escolha consciente.

Qualquer que seja a sua decisão, a Pitágoras tem muito a contribuir para a sua formação. Com formas de ingresso facilitadas, professores qualificados e uma infraestrutura de ponta, você já sai preparado para o mercado de trabalho. Ainda conta com benefícios como o Canal Conecta, portal exclusivo de empregabilidade.

Agora que você já sabe como escolher se deve fazer Psicologia ou Recursos Humanos, o próximo passo é pesquisar mais a fundo cada um dos dois cursos e avaliar qual deles se encaixa melhor em seu perfil profissional. Tomando os cuidados que indicamos neste texto, esse desafio será muito mais fácil de ser cumprido!

Se você já se decidiu sobre a carreira que vai seguir, não perca tempo e inscreva-se no vestibular da Faculdade Pitágoras! Você pode começar seus estudos ainda este ano e se tornar um profissional desejado no mercado daqui a alguns semestres. Entre em contato e saiba mais!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

pep

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.