O que faz um arquiteto na prática? Entenda e tire suas dúvidas!

o que faz um arquiteto com uma maquete

Imagine a sensação de idealizar um edifício e vê-lo criando vida diante de seus olhos, com todos os detalhes pensados. Incrível, não é mesmo? Esse tipo de situação faz parte do dia a dia das pessoas graduadas em Arquitetura e Urbanismo. No entanto, desenhar plantas não é a única atribuição desse profissional! Então, o que faz um arquiteto na prática?

Muitas vezes, essa profissão é confundida com a de um Engenheiro. Embora essas carreiras se entrecruzem e trabalhem juntas em muitas ocasiões, as funções de cada profissional são bastante distintas. Em poucas palavras, o Arquiteto está mais ligado ao planejamento estético do projeto, enquanto o Engenheiro é aquele que faz com que ele tome a forma que conhecemos.

Mas, afinal: quais são as atribuições desse profissional, na prática? Sabemos que há muitos mestres na arquitetura brasileira, mas o que eles faziam em seu dia a dia? A seguir, descobriremos algumas das possíveis áreas de atuação do arquiteto, como:

Planejamento de projetos

Projetos arquitetônicos são repletos de nuances e detalhes que outros profissionais não conseguem perceber. Há um cuidado minucioso em pontos como a iluminação, a disposição dos objetos e muito mais — tudo pensado com um objetivo simples: garantir a beleza e o conforto dos ambientes, sempre com o foco no aproveitamento dos espaços.

Sendo assim, o planejamento de projetos — que podem ser bem variados — é uma das principais funções desse profissional. Essa é, também, uma das mais conhecidas de todas. A seguir, veremos outras que talvez você não conheça. Tudo pronto? Então, vamos lá!

Estudo de viabilidade técnica e ambiental

Para colocarmos uma obra em prática, basta termos um terreno e contratarmos uma equipe para fazer o projeto, certo? Errado! Há muitos fatores envolvidos na escolha do ambiente perfeito para uma construção. Uma delas é o estudo de viabilidade técnica e ambiental, conduzido pelos arquitetos.

Aqui, o profissional observará diversos fatores, como o solo, o vento e a presença de águas, que podem, ou não, inviabilizar a construção de uma obra. Por isso, a formação desse profissional é multidisciplinar, indo desde conceitos como as ciências Exatas e Humanas.

Plano orçamentário

Outro tipo de conteúdo estudado na faculdade de Arquitetura é a área de finanças. Mandar bem nos conceitos de contabilidade é um pré-requisito para esse profissional, que constantemente lidará com assuntos referentes ao estabelecimento de orçamentos para os mais diversos projetos.

Sendo assim, o arquiteto deve estar preparado para lidar com projetos que vão desde um jardim nos fundos de uma residência à construção de um grande parque cheio de atrações no centro de uma importante cidade. Esse controle exige, portanto, um bom raciocínio lógico e bastante habilidade com os números!

Inovação e tendências

Outras características fundamentais para os arquitetos são, sem dúvidas, a criatividade e a curiosidade. Esse tipo de profissional deve estar sempre atento às novidades e tendências de sua área de atuação para, assim, fornecer o melhor atendimento possível para a sua clientela.

Seguir as tendências é uma ótima maneira de se destacar no mercado. No entanto, o arquiteto também precisa ter criatividade para associar o novo ao “velho” e, assim, criar projetos que unam o melhor dos dois mundos e sejam esteticamente agradáveis e confortáveis aos que forem fazer uso daquele ambiente.

Fiscalização de obras

Acompanhar as obras e fiscalizá-las de perto é, sem dúvidas, uma das principais atribuições do engenheiro civil. No entanto, esse tipo de serviço também é, muitas vezes, feito pelo arquiteto responsável pelo projeto. Esse é, portanto, um dos casos nos quais essas duas profissões se entrecruzam diretamente.

O objetivo, aqui, é garantir que tudo saia como o planejado. Por isso, o arquiteto e o engenheiro fiscalizam cada um sua parte da obra, fazendo com que o projeto dê certo. Essa parceria se repete muitas vezes ao longo dessas carreiras, mas esse é um dos momentos em que ela é mais notável.

Controle de qualidade

O controle de qualidade é um dos pontos mais importantes da fiscalização de um projeto, independentemente de em qual etapa ele se encontre no momento. Imagine, por exemplo, uma obra que é mal fiscalizada e em que os responsáveis não têm uma preocupação muito grande com a qualidade do que está sendo feito? Esse tipo de atitude pode pôr em risco a vida de milhares de pessoas.

Por isso, estabelecer parâmetros — que, mais uma vez, são estabelecidos em parceria com os profissionais da Engenharia — e garantir que eles sejam seguidos é outra atribuição fundamental do dia a dia do graduado em Arquitetura e Urbanismo.

Direção de obras

Além de fiscalizar obras, o arquiteto também pode dirigi-las. Isso é muito mais comum em obras menores, nas quais suas particularidades estão mais ligadas às atribuições da Arquitetura. Um bom exemplo é a reforma de ambientes internos ou até mesmo em áreas de paisagismo, que também são de responsabilidade desse profissional.

Mais uma vez, garantir que tudo está sob controle e obedecer aos padrões de qualidade estabelecidos no projeto arquitetônico são algumas das funções do arquiteto nesse cenário. É um trabalho que exige muita atenção e responsabilidade!

Serviço técnico e consultoria

Por fim, outra possível função do arquiteto é o trabalho no serviço técnico. Ou seja, ele também pode atuar de modo mais “indireto” nas obras, participando apenas de aconselhamento ou de pareceres técnicos em escritórios, por exemplo.

Esse tipo de serviço pode ser feito tanto na iniciativa pública quanto na privada, por meio de concursos ou processos seletivos. O diferencial, aqui, é sempre buscar uma graduação de excelência para se colocar à frente dos concorrentes e conquistar as melhores colocações no mercado de trabalho, que tem médias salariais girando em torno dos R$ 6.317,82, de acordo com o site Salário.com.br.

Gostou de conhecer mais sobre o que faz um arquiteto na prática? Agora, é hora de escolher uma boa faculdade para conquistar o seu diploma! A Pitágoras é uma referência na graduação de Arquitetura. Por isso, sendo aluno, você pode se beneficiar à vontade da nossa parceria com o canal Conecta — plataforma que ajuda o aluno a encontrar as melhores oportunidades de estágio. E aí, o que está esperando para começar?

Para mais informações sobre o curso, estágios, mercado de trabalho, métodos de ingresso na Pitágoras e muito mais, entre em contato conosco! Nós ligamos para você! Estamos disponíveis para ajudá-lo no que for necessário!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.