O que a Ciência Política estuda na prática?

O que a Ciência Política estuda

Teste Vocacional Rápido

O interesse das pessoas no cenário político cresceu recentemente, e cada vez mais o curso de Ciência Política tem sido buscado por quem deseja se desenvolver a nível profissional. A graduação oferece diversos conhecimentos, sendo especialmente destinada a quem tem interesse em compreender os desafios da sociedade contemporânea.

É possível seguir inúmeros caminhos na carreira: ser professor, pesquisador, ou até mesmo atuar com planejamento, consultoria e assessoria, entre outras funções. Quem se forma nessa profissão pode trabalhar em empresas públicas, privadas, em organizações não governamentais, partidos políticos e atividades similares.

Quer entender o que a Ciência Política estuda pra tomar uma melhor decisão para o seu futuro profissional? Então, confira o post!

Como é a faculdade de Ciência Política?

A graduação em Ciência Política procura atender às diversas demandas do contexto socioeconômico e político do país. O curso forma pessoas interessadas nos desafios da sociedade contemporânea, capazes de acompanhar a evolução científica e tecnológica.

Ao contrário da Sociologia ou Ciências Sociais, a Ciência Política tem como foco a dinâmica política e o processo de desenvolvimento econômico. A matriz curricular conta com disciplinas e temas atuais, além de conteúdos atualizados, sendo que o curso tem duração média de 3 anos e meio.

Um cientista político ganha em média R$ 6.500,88*, considerando uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Sem dúvidas, a carreira nessa área de atuação é bastante promissora, sobretudo no Brasil, que apresenta um panorama político bastante aquecido.

Após a formação acadêmica, o profissional pode atuar em cargos de instituições públicas e privadas, em funções de assessoria executiva e legislativa, bem como em gestão e planejamento de políticas públicas. Além de tudo, o cientista político ainda pode trabalhar diretamente com relações internacionais, tendo salários ainda mais atrativos.

No entanto, antes de escolher por essa graduação, é muito importante conhecer mais sobre o que a Ciência Política estuda na prática, concorda? Pensando nisso, separamos a seguir os principais conhecimentos que são abordados no período da faculdade.

Estudo em Segurança Internacional

Os alunos se dedicam a aprender mais sobre o conceito de segurança internacional, conhecendo as teorias tradicionais e também as multidimensionais. Na disciplina, são abordados alguns temas, como a segurança internacional no período entre guerras e na Guerra Fria, o pós-guerra e a segurança humana.

Além disso, o estudo destaca a questão da governança global de segurança, tanto no mundo quanto nas Américas, com especial enfoque na América do Sul. A segurança regional brasileira também é abordada, em que os estudantes conhecem mais sobre a exploração do país nessa área.

Relações Internacionais

São inúmeras as matérias voltadas para as Relações Internacionais. Os alunos iniciam o debate teórico e têm contato com os principais temas contemporâneos relacionados à área. O conteúdo apresenta as principais teorias, o sistema, a estrutura e os agentes das Relações Internacionais.

Além disso, são abordados grandes assuntos do cenário internacional, como meio ambiente, guerras, direitos humanos, globalização, terrorismo, entre outros. Os estudantes também são estimulados a debater sobre idealismo, marxismo, neomarxismo e sobre abordagens liberais nas Relações Internacionais.

Pensamento Social e Político Brasileiro

A graduação de Ciência Política se aprofunda no Pensamento Social e Político Brasileiro, falando sobre suas origens e as transformações que o setor sofreu ao longo do século XX. Os alunos têm uma visão atualizada sobre as questões e as contribuições teóricas internacionais no Brasil.

O curso ainda trata sobre a relação entre a produção intelectual brasileira e a ação do estado, trazendo as interpretações sobre o Brasil, seus problemas e a construção das políticas públicas no país. Em geral, os graduandos são estimulados a ler as obras originais dos principais intelectuais brasileiros, como Joaquim Nabuco, Euclides da Cunha, Celso Furtado e José Bonifácio.

Antropologia

Na matéria de Antropologia, os futuros cientistas políticos conhecem os conceitos básicos, os objetos e os métodos antropológicos. Além disso, o conteúdo apresenta um panorama da disciplina com outras ciências, além de abordar questões de cultura e sociedade.

O currículo é voltado para o estudo das etnografias clássicas e contemporâneas, com abordagens temáticas e atuais sobre as transformações da Antropologia no Brasil.

Direito

Pra quem deseja saber mais sobre Direito do futuro e Direito Constitucional, essa disciplina apresenta a origem, os conceitos, além dos objetivos e as relações do conhecimento com outros ramos. Com isso, os alunos aprendem tudo o que diz respeito à Constituição, como suas classificações, eficácia e aplicabilidade.

Também são abordadas questões do Direito nacional, pra que os futuros cientistas políticos saibam tudo sobre os diferentes poderes brasileiros, a função e o papel de cada um para o funcionamento da Federação brasileira.

Estatística

A Estatística é outra área do conhecimento que aparece bastante no currículo da Ciência Política. Os estudantes aprendem como descrever variáveis, fazer comparações e analisar dados. Além disso, os graduandos conhecem as principais plataformas estatísticas necessárias pra realizar diversas aplicações.

Mesmo que o curso seja considerado da área das Ciências Humanas, o conteúdo programático tem diversas disciplinas teóricas e metodológicas, além de conhecimentos da Matemática.

Sociologia

Outra disciplina abordada na graduação é a Sociologia. Os alunos contam com uma matéria introdutória ao tema, em que aprendem sobre os modelos e conceitos de análise sociológica, além de questões que envolvem a vida social e a sociedade como um todo.

Todo o conhecimento é relacionado à cultura, ideologia, poder, estado e estrutura social. Os graduandos também entendem como analisar sociologicamente as diferentes classes sociais, de acordo com seus status, papéis e participação nos grupos.

Aqui na Pitágoras, o curso de Ciência Política é uma faculdade a distância, ideal pra quem busca mais flexibilidade nos estudos. Todos os alunos têm acesso ao Canal Conecta, um portal gratuito e exclusivo de empregabilidade que auxilia os graduandos na procura por uma vaga de estágio e emprego.

Estudar na faculdade Pitágoras traz uma série de vantagens, começando pela qualidade das aulas e das atividades. As matérias apresentam temas atuais e atualizados, que compõem uma matriz curricular de qualidade pra oferecer a melhor experiência aos alunos.

Prepare-se pra ser um cientista político renomado!

Deu pra perceber que a Ciência Política é uma área bastante requisitada e reconhecida, não é? Sabendo o que a Ciência Política estuda e quais são seus objetivos, você deve estar mais confiante em relação à escolha da faculdade. Lembre-se de que é importante valorizar o ensino superior e optar por uma graduação de qualidade. Além de uma boa infraestrutura e corpo docente qualificado, a instituição deve oferecer diversos diferenciais.

E aí, está esperando o que pra fazer a sua inscrição no vestibular online da Pitágoras? Não perca essa chance de ser um profissional de sucesso!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content