Em dúvida sobre Nutrição ou Gastronomia? Te ajudamos!

estudante em dúvida sobre nutrição e gastronomia

O brasileiro é um povo apaixonado por comida. Essa informação foi constatada por um estudo conduzido pela GFK com participantes de 22 países, no qual o Brasil ficou em 11ª posição no ranking de população mais apaixonada por culinária. Cerca de 38% dos entrevistados declaram serem apaixonados por comida e culinária. O resultado dessa paixão é que a nação brasileira passa, em média, 5,2 horas semanais cozinhando.

Isso também fica claro ao notarmos como existem músicas que fazem referência aos pratos típicos do Brasil, como a feijoada, e enaltecem as frutas regionais. Além disso, a criação de festivais gastronômicos e restaurantes, assim como a preocupação com a alimentação saudável e balanceada, têm crescido exponencialmente no país.

Nesse contexto, existem duas opções de cursos de graduação interessantes para quem deseja entrar no ramo alimentício. Apesar de ocuparem o mesmo nicho, o curso superior em Nutrição e o de Gastronomia são completamente diferentes.

Elaboramos este artigo para ajudar o estudante que está em dúvida entre cursar Nutrição ou Gastronomia. Nele, você saberá quais são as responsabilidades de cada profissional, quais as principais diferenças e como é cada curso de graduação. Após a leitura, você saberá as respostas para as seguintes perguntas:

  • O que faz um nutricionista?
  • Como é o curso de graduação em Nutrição?
  • O que faz o profissional formado em Gastronomia?
  • Como é a graduação em Gastronomia?
  • Quais as principais diferenças entre ambas as profissões?

O que faz um nutricionista?

A cada dia as pessoas têm mais conhecimento e entendem a importância de ter uma alimentação saudável. Afinal, esse hábito é fundamental para ter saúde, qualidade de vida e longevidade, e evitar doenças graves, como obesidade, hipertensão e diabetes. Além disso, a dieta balanceada auxilia na manutenção e na perda de peso, aumentando a autoestima.

Para que a pessoa alcance tantos benefícios, é preciso alimentar-se de forma variada, e o mais importante, na quantidade certa. O nutricionista é o profissional responsável por montar um cardápio alimentar completo, ou seja, com todos os nutrientes necessários para a manutenção da saúde e definir quais serão os horários e as quantidades adequadas.

Isso é possível porque o profissional estuda os alimentos e o efeito que eles produzem no organismo humano. Assim, ele cria planos alimentares personalizados, a partir de um diagnóstico nutricional, a fim de ajudar o indivíduo a alcançar seus objetivos.

O nutricionista pode atuar na nutrição clínica, ou seja, na análise da saúde e na elaboração de planos individualmente, promovendo a educação alimentar. Outra possibilidade é atuar na nutrição coletiva, criando cardápios de restaurantes e refeitórios; ou na nutrição esportiva, específica para atletas e praticantes de atividades físicas. Por fim, outra área possível é a de pesquisas científicas.

Com relação à remuneração, saiba que a média salarial de um nutricionista aqui no país é de R$ 3.679,66.

Como é o curso de graduação em Nutrição?

O curso superior de Nutrição é do tipo Bacharelado e tem duração de quatro anos. A formação tem matérias multidisciplinares, como anatomia, bioquímica e fisiologia, comuns a vários cursos da área de Saúde, e matérias mais específicas, como composição de alimentos, dinâmica dos exercícios físicos, avaliação nutricional e outras. Grande parte do curso é realizada em laboratórios, e é necessário que o aluno conclua um estágio supervisionado ao final da graduação.

A Pitágoras oferece um curso de Nutrição presencial que prepara o aluno para ingressar em um mercado de trabalho que, como vimos, tem inúmeras possibilidades de atuação. Para começar, é importante que a pessoa não só se interesse por culinária e valor nutricional dos alimentos, mas também tenha paciência para ouvir e aconselhar as mudanças de hábitos de vida.

O que faz o profissional formado em Gastronomia?

Nos últimos anos, a Gastronomia destacou-se como uma das profissões que mais ganharam espaço e status no Brasil. Atualmente, o diploma não é necessário para ingressar na carreira, mas sem dúvidas esse é o diferencial do profissional da área, sendo exigido pelos empregadores. Por esse motivo, é muito importante formar-se na graduação superior.

O profissional formado em Gastronomia tem ampla habilidade para manusear os alimentos, assim como repertório e criatividade para criar refeições e cardápios. Além de ser responsável pela elaboração e cocção dos alimentos, o profissional tem conhecimento sobre gestão empresarial, segurança alimentar, características nutricionais, legislação vigente relacionada à indústria alimentícia, processos industriais e outros tópicos ligados à área da alimentação.

Como chef de cozinha, atua em restaurantes, bares, padarias, hotéis, hospitais e outros estabelecimentos, elaborando cardápios e coordenando a equipe de cozinheiros. Também é possível atuar como chef particular em residências, preparando as refeições para famílias.

Conheça a história de um formado na Pitágoras e entenda como o profissional pode atuar na prática no vídeo abaixo.

O profissional pode, ainda, atuar como vigilante das normas de segurança, dar consultoria em empreendimentos e participar da gestão de restaurantes comerciais e industriais ou refeitórios.

A título de informação, a média salarial de um Tecnólogo em Gastronomia é de R$ 2.665,62.

Como é a graduação em Gastronomia?

O curso de Gastronomia é do tipo Tecnólogo e tem duração média de dois anos. O objetivo é apurar as habilidades culinárias em cozinhas de diferentes portes, o que possibilita ao profissional trabalhar em vários setores. Durante a graduação, o aluno envolve-se com atividades práticas e teóricas que englobam a fabricação e o preparo de alimentos e de refeições.

O interessante é que, atualmente, o curso de Gastronomia pode ser cursado a distância, deixando a faculdade mais barata. Com o tempo reduzido da graduação e as vantagens do EAD, o profissional entrará rapidamente no mercado de trabalho. A Pitágoras oferece um excelente curso de graduação superior em Gastronomia a distância, com material rico para que o aluno aprenda e comunicação interna para sanar dúvidas.

Quais as principais diferenças entre ambas as profissões?

Como visto, a área de atuação das duas graduações na área alimentícia é totalmente diferente. O curso de Nutrição é focado na saúde e envolve o estudo das características dos alimentos, mas não o seu preparo. Já o curso de Gastronomia tem foco em culinária, sendo ideal para quem gosta de cozinhar e quer chefiar cozinhas variadas.

Com a leitura deste artigo, foi possível informar-se sobre as particularidades e as áreas de atuação de cada graduação. Para não errar na escolha entre Nutrição ou Gastronomia, verifique quais são as suas aptidões e as suas preferências, levando em consideração o mercado de trabalho.

Após definir o curso de graduação, é fundamental decidir qual a faculdade ideal. Por esse motivo, sugerimos a leitura deste artigo sobre como escolher onde estudar. Boa leitura!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

pep

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.