Como descobrir a nota de corte do Sisu e o que ela significa?

mulher vendo a nota de corte do sisu

Descobrir a nota de corte do Sisu é algo que pode, sem dúvidas, causar um nó na cabeça de muitas pessoas. De fato, o sistema não é muito intuitivo, e certo estranhamento é considerado normal para aqueles que ainda não se familiarizaram muito com o processo seletivo. No caso, a nota de corte do Sisu é atualizada todos os dias durante o período em que o processo seletivo está aberto. Mas, afinal: como ela é calculada e como tudo isso funciona na prática?

Ao longo de nossa conversa, vamos descobrir melhor a respeito do funcionamento do Sisu e, claro, sobre as particularidades de sua nota de corte. O objetivo é que você feche a página compreendendo direitinho tudo sobre esse assunto! Vamos lá? Boa leitura!

Primeiramente, o que é o Sisu?

O Sisu, sigla para Sistema de Seleção Unificada, é um programa do Governo Federal voltado para a concessão de vagas em universidades públicas federais de todo o Brasil. As inscrições são abertas duas vezes por ano e duram cerca de 4 dias.

Para participar, é muito fácil: basta prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), aplicado todos os anos no mês de novembro, em dois domingos seguidos. A nota do Enem será utilizada para a colocação do candidato no ranking do curso desejado.

De modo geral, o Sisu possibilita a escolha de duas opções de curso. No entanto, você poderá efetuar a matrícula em apenas uma delas. Caso seja aprovado na primeira opção, a segunda será automaticamente excluída. Se você não for aprovado em nenhuma delas, é possível participar da lista de espera.

Quando a nota de corte fica disponível?

Um dos momentos de maior ansiedade do Sisu é aguardar pela nota de corte. De modo geral, ela aparece cerca de um dia após o início das inscrições. A razão para toda essa demora é bem simples: o sistema precisa de certo tempo para calcular as primeiras prévias e disponibilizá-las aos usuários.

Por isso, vamos supor que o Sisu abriu às 01:00 do dia 05. As primeiras notas de corte estarão disponíveis apenas no dia 06, na mesma faixa de horário. Inclusive, a atualização automática do sistema normalmente ocorre nesse período, ou seja, entre meia-noite e 2 da manhã.

No entanto, você pode consultar as notas de corte anteriores mesmo quando o Sisu não está aberto. Mais à frente, mostraremos exatamente como fazer isso! Esse é um passo importantíssimo para a sua preparação para o vestibular, por isso, continue a leitura!

Como a nota de corte do Sisu é calculada?

O cálculo da nota de corte do Sisu, como já foi mencionado, é feito a partir da nota obtida no último Enem pelo candidato. Vários fatores podem alterar essa nota, fazendo com ela suba ou desça. Alguns deles são:

  • modalidade escolhida pelo candidato (ampla concorrência, escola pública, candidatos com deficiência ou pretos, partos e indígenas);
  • pesos dos cadernos em um determinado curso — cursos de Medicina, por exemplo, podem ter pesos maiores para Ciências da Natureza do que para Ciências Humanas.

A partir daí, é bem fácil entender como tudo funciona. Imagine que um curso X tem 15 vagas disponíveis para ampla concorrência. A nota de corte, então, será a nota obtida pelo 15º candidato, da maior para a menor.

Os alunos com a nota de corte acima da pontuação serão aprovados?

Não necessariamente. As notas de corte do Sisu, fornecidas ao longo do processo seletivo, não passam de prévias. Elas podem mudar muito de um dia para o outro, já que essa colocação dependerá de quais são os candidatos inscritos para aquela vaga.

Por isso, vamos para uma nova hipótese: está lembrado do 15º candidato, mencionado acima? Imagine que a sua média no Enem foi de 700 pontos. Por isso, a nota de corte na quarta-feira era de 700 pontos para o curso X. No entanto, o candidato resolveu remover o seu interesse para aquela vaga na quinta-feira, trocando de curso.

Entra em cena, então, o candidato que estava na 16º posição, com a nota de 698 no Enem. Essa será a nova nota de corte. O mesmo vale, é claro, para candidatos com notas superiores que declaram interesse àquele curso, fazendo com que pessoas entrem em suas posições prévias.

Como consultar a nota de corte do meu curso no Sisu?

Já vimos que consultar as prévias para a nota de corte no Sisu é possível pela própria plataforma do processo seletivo. No entanto, e se eu quiser acessar esses dados enquanto o programa não está com inscrições abertas? É possível? Sim.

Acessando a aba Vagas, no site do Ministério da Educação (MEC), você tem acesso a todas as últimas notas de corte do processo seletivo. Além disso, é possível consultar as vagas disponíveis em cada modalidade e muito mais.

Para isso, basta pesquisar seja pela faculdade pretendida seja pelo curso. Assim, você terá uma noção bem melhor do desempenho dos candidatos na edição anterior do Sisu e poderá se programar melhor para o que está por vir!

O que fazer se eu não passar no Sisu?

Não obter sucesso na busca por uma vaga no Sisu é algo muito desanimador. No entanto, não se preocupe: não passar no Sisu não representa, nem de longe, que as suas chances de entrar em uma faculdade este ano estejam acabadas!

Há muitas outras alternativas disponíveis para quem quer fazer um curso de ensino superior. A primeira delas é o Prouni, programa semelhante ao Sisu, mas dedicado ao oferecimento de bolsas — integrais (100%) ou parciais (50%) — nas instituições privadas. A Pitágoras é uma faculdade referência em todos os cursos, contando com ótimos professores e infraestrutura inovadora. E sabe o que é melhor? Aceitamos alunos ingressantes pelo Prouni!

Outras possibilidades incluem também o Fies, que é um financiamento, ao contrário da concessão de bolsas do Prouni, e o PEP, também conhecido como Parcelamento Estudantil Privado — sem juros! Ficou com dúvidas? Acesse nossa página sobre as formas de ingresso e saiba mais!

Agora que você já sabe como consultar a nota de corte do Sisu e como esse processo funciona de verdade, você está preparado. Lembre-se de que o Sisu é um processo bastante concorrido, mas que você ainda pode, com certeza, contar com as formas que citamos aqui, que são ótimas alternativas para ingressar na Faculdade Pitágoras de forma gratuita!

Para saber mais sobre esses programas, suas particularidades, e as diferenças entre eles, confira nosso post especial sobre o assunto: “FIES e Prouni: quais são as diferenças na prática?”. Até a próxima!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

pep

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.