O que as melhores empresas buscam em um profissional?

oqueasmelhoresempresasbuscamemumprofissional

Profissionais que buscam se capacitar para atender às demandas do mercado e se destacarem da concorrência, por meio de habilidades técnicas e emocionais, são os mais visados pelas melhores empresas. Essas organizações, por sua vez, têm um conjunto de características semelhantes que as colocam em rankings, como o Índice do LinkedIn, e oferecem reconhecimentos, como o Prêmio Great Place To Work. Mas, quais são essas particularidades?

Neste post, mostraremos não só o que as melhores empresas têm em comum, como também listaremos quais aspectos fazem parte de seus processos de recrutamento e seleção. Assim, ao iniciar sua trajetória no mercado ou mesmo se recolocar, você estará munido de informações estratégicas e que aumentarão a suas chances de empregabilidade. Continue conosco e boa leitura!

O que as melhores empresas têm em comum?

Se lembra do ranking e da premiação que citamos logo no início do post? Pois é, neles se encontram as melhores empresas para trabalhar no Brasil, de acordo com a ótica de seus colaboradores. Se elas foram eleitas, é porque certamente oferecem um diferencial que motiva os times a vestirem a camisa da equipe todos os dias, concorda?

A seguir, levantamos as principais características que fazem parte dos pilares das melhores empresas, fazendo com que elas chegassem onde estão hoje. Veja!

Entendem a importância do capital humano

É claro que o dinheiro e os recursos materiais e tecnológicos são importantes, no entanto, as melhores empresas seguem uma lógica que faz toda a diferença em seus resultados: a valorização do capital humano. Organizações só existem porque nelas há trabalhadores esforçados a contribuírem com o desenvolvimento de processos e soluções, portanto, quando a atenção é voltada a eles, consegue-se mais engajamento, incentivo e motivação.

Com isso, a empresa só tem a ganhar em:

  • produtividade;
  • retenção de talentos;
  • lucratividade;
  • melhorias na sua imagem etc.

Sabem agir estratégicamente

Vimos que as melhores empresas têm foco no capital humano, mas o que isso quer dizer, exatamente? Bom, significa que, entre as políticas internas, estão ações que promovem a qualidade de vida dos times no trabalho, bem como sua saúde e bem-estar. Esses negócios entendem que o investimento nos colaboradores não é um gasto, mas, sim, algo que trará retornos positivos a curto prazo, por isso, não hesitam em oferecer:

  • planos de carreira;
  • benefícios corporativos;
  • ações de educação empresarial etc.

Têm líderes qualificados e inspiradores

Os líderes são o espelho de seus liderados, por isso, suas ações devem ser conduzidas com muito cuidado. Nas melhores empresas, cabe aos gestores não só contarem com qualificações técnicas para atuarem — como também apresentarem as devidas habilidades socioemocionais que dizem respeito à gestão de pessoas. Por isso, eles:

  • abrem e mantém um canal de diálogo com os times;
  • fornecem feedbacks com frequência;
  • buscam o engajamento das equipes;
  • agem como gostaria que seus liderados agissem — ou seja, não chegam atrasados, cumprem com seus prazos, apresentam resultados, reconhecem que erraram etc.

O que essas empresas buscam em um profissional?

Agora que você já sabe o que há de comum nas melhores empresas, nada mais justo que entender, também, o que elas buscam em um profissional, não é mesmo? Com as transformações constantes no ambiente de trabalho, sobretudo com a chegada da Indústria 4.0 — que implementou a tecnologia nos processos internos —, os empregadores procuram pessoas que saibam se adaptar a essas mudanças com facilidade e sem muita resistência.

Por isso as soft skills são tão importantes e bem-vistas nesse sentido. Trata-se do termo em inglês amplamente utilizado por recrutadores para definir habilidades comportamentais e traços de personalidade em profissionais. Abaixo, você perceberá que muitas delas são fundamentais para a atuação em um mercado dinâmico e desafiador. Acompanhe!

Proatividade

Um colaborador proativo é aquele que não espera ordens de terceiros nem fica colocando obstáculos na hora de tirar uma ideia do papel e conduzir uma ação. Com seu planejamento em mãos, ele tem bastante iniciativa ao cumprir com suas funções, muitas vezes, indo além do que é exigido para a obtenção de melhores resultados. Sendo assim, não é à toa que se destacam e costumam ser bastante valorizados pelos empregadores.

Criatividade

Para que as empresas consigam se sobressair diante da concorrência, ter colaboradores criativos, que contribuem com soluções inovadoras, é uma questão de sobrevivência. Muita gente acaba ligando a criatividade apenas ao marketing e à publicidade, mas esse é um equívoco que precisa ser desmistificado. Todos os setores carecem de colaboradores que entrem com ideias e proponham melhorias aos processos.

Resiliência

Se adaptar em meio a situações adversas e aprender com desafios: essas são as principais características de alguém resiliente. Já deu para ter uma ideia do porquê esse tipo de colaborador é tão requisitado pelas melhores empresas, não é? O cotidiano organizacional é cheio de surpresas, por isso, precisa de profissionais que não se deixam abalar na primeira dificuldade — mas, sim, que enxergam na situação uma oportunidade de crescer e aprender.

Inteligência emocional

Ser inteligente emocionalmente é saber compreender as suas emoções e usá-las a seu favor. Como comentamos, o dia a dia de uma empresa raramente fica na “mesmice”. Quando o profissional consegue controlar suas reações em meio a situações adversas, como desentendimentos com colegas ou até mesmo frente a feedbacks negativos, mostra que tem o controle daquilo que sente.

Match com a cultura organizacional

Por fim, mas definitivamente não menos importante, temos o alinhamento com a cultura organizacional. Essa não é necessariamente uma habilidade, mas algo que já direciona os processos de recrutamento e seleção das melhores empresas. Elas procuram por candidatos com visão e comportamento equilibrados aos da companhia, dessa forma, as chances de que eles continuem trabalhando para ela e obtenham êxito em suas funções são maiores.

Como foi possível perceber, as melhores empresas são aquelas que investem no desenvolvimento e na qualidade de vida de seus colaboradores — já que entendem que, sem times motivados e alinhados, não há eficácia na condução dos processos internos muito menos chances de prosperar. No entanto, elas também esperam algo em retorno dos times, como as características que citamos logo acima, por isso, é importante começar a trabalhá-las desde a época da faculdade, potencializando oportunidades de crescimento.

Por falar em faculdade, é nesse período que começam as entrevistas de estágio. Que tal aprender a se preparar bem para esse momento? Veja os 6 passos que trouxemos a seguir!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.