Quantos anos dura um curso de Medicina?

estudante de medicina

A Medicina está entre os cursos mais concorridos do Brasil. Bons salários, alta empregabilidade e prestígio social estão entre as perspectivas do estudante –– além, é claro, da realização pessoal por seguir uma carreira tão nobre e recompensadora. Mas você já sabe: sem esforço, sem ganho.

O velho bordão fitness também se aplica à vida de um futuro médico. Afinal, muita “malhação” é necessária pra dar conta de uma formação extensa e exigente. Pra falar um pouco sobre isso, preparamos este post!

Você vai se formar em Medicina em quantos anos? Precisa estudar quantas horas por dia durante o curso? Como funcionam os estágios? Continue a leitura e confira as respostas!

O curso de Medicina dura quantos anos?

O curso de Medicina dura 6 anos pra formação generalista, isto é, não especializada. Pra seguir uma área específica, você precisa continuar os estudos com a residência médica e garantir a especialização. No total, planeje cerca de 8 ou 9 anos de estudos pela frente!

Se quiser parar na graduação, sem problemas! O médico pode atuar sem especialização como clínico geral. A grande vantagem é a redução nos anos de estudo, porém, a especialização garante salários maiores. Não é à toa que quase 70% dos médicos formados são especialistas, de acordo com o relatório Demografia Médica, feito pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

O salário de um médico generalista fica entre R$ 5,5 mil e R$ 16 mil*, para jornadas de 23 horas semanais, de acordo com o Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (CAGED). Já um especialista em Medicina do Trabalho, por exemplo, tem uma faixa salarial de R$ 7 mil a R$ 18 mil.*

Atualmente, existem 55 especializações em Medicina. Entre tantas opções, essa é uma difícil escolha para os indecisos, não é? Veja só algumas delas:

  • Alergia e Imunologia;
  • Anestesiologia;
  • Cardiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Ginecologia e Obstetrícia;
  • Infectologia;
  • Neurologia;
  • Oncologia;
  • Ortopedia;
  • Pediatria;
  • Psiquiatria;
  • Urologia.

Como o curso de Medicina é dividido?

Como a gente viu, o curso de Medicina dura cerca de 6 anos. Existem 3 ciclos ou períodos da faculdade de Medicina, cada um correspondente a 2 anos da graduação:

  • 1º e 2º ano — ciclo básico, com a formação teórica fundamental, incluindo disciplinas de Anatomia, Genética, Microbiologia etc.;
  • 3º e 4º ano — ciclo pré-clínico, com disciplinas voltadas para diagnóstico e estratégias para combater enfermidades diversas, isto é, é o aprendizado de condutas para a prática da Medicina;
  • 5º e 6º ano — ciclo clínico, o famoso internato, em que o estudante coloca a mão na massa e aplica os conhecimentos adquiridos até aqui.

Agora, se você pretende se tornar um médico especialista e continuar a formação, é legal conhecer também sobre a residência. Ela é um tipo de pós-graduação lato sensu em uma daquelas 55 especialidades. Durante esse período, as perspectivas do estudante de Medicina é realizar diversas atividades teóricas e práticas sob a supervisão de um orientador, recebendo uma bolsa.

Pra entrar, você passa por um processo seletivo, incluindo provas teóricas e análise do Lattes, o famoso currículo acadêmico. Agora, olha só essa dica: desde 2016, o Ministério da Educação (MEC) estabeleceu que a pontuação na Avaliação Nacional Seriada dos Estudantes de Medicina (Anasem) também vai ajudar na classificação pra programas de residência.

A Anasem é aplicada a cada 2 anos, ou seja, nos 2º, 4º e 6º da graduação, sendo que o desempenho na prova é considerado pra pontuação final do estudante. Então, já sabe: vale a pena se dedicar bastante pra ter um bom aproveitamento não apenas nessa avaliação, mas em toda a sua formação!

Quantas horas por dia um estudante deve dedicar ao curso?

Falando em focar nos estudos, você já parou para pensar em quantas horas o futuro médico precisa se dedicar ao curso? Pois bem, como a graduação é integral, você pode se preparar pra estudar durante dois períodos do dia, pelo menos: a manhã e a tarde.

Porém, isso não significa que você vai ter atividades o dia todo. Muitas vezes, o curso integral intercala períodos de aulas com momentos livres justamente pra que o estudante possa se dedicar a tarefas extraclasse, como leituras e outras formas de estudo autônomo.

Além disso, quando começa a fase mais prática, você tem que equilibrar os momentos de estudo com plantões e atendimentos, além de cursos complementares, participação em eventos e outras atividades extracurriculares que contribuem — e muito! — pra formação.

Como funcionam os estágios e aulas práticas?

Agora que você já sabe a duração da faculdade de Medicina e a estrutura do curso, que tal entender melhor sobre as aulas práticas? Como você viu, o 5º e o 6º ano compõem o chamado internato. Essa fase da graduação funciona como um estágio curricular supervisionado, em que os estudantes começam a atuar em hospitais e clínicas sob a orientação e avaliação de seus professores.

De acordo com as diretrizes do MEC, o internato deve corresponder a 35% da carga horária da graduação, sendo que, desse total, pelo menos 30% das atividades práticas devem ser feitas no Sistema Único de Saúde (SUS).

Essas aulas práticas te ajudam a conhecer melhor as muitas especialidades da Medicina, o que torna a decisão mais fácil pra quem quer seguir com a residência.

Lembrando que você também pode procurar estágios não obrigatórios durante a graduação. Assim, além de ter mais experiências no exercício da profissão, dá pra contar com a remuneração e a possibilidade de ter contato com diferentes perspectivas da área, como a da Medicina Integrativa.

E aí, a empolgação está alta? Então, não deixe de investir em uma ótima formação! Aqui na Pitágoras, sua experiência acadêmica tem de tudo para ser super-rica! Afinal, temos mais de 20 anos de tradição no ensino superior, instalações com infraestrutura completa, diversos laboratórios e um sistema de ensino inovador.

Sem contar na parceria com o programa Mais Médicos, oportunidades de estágio pelo Canal Conecta e muito mais. Tudo isso com diversas formas de ingresso, além de possibilidades de bolsas de estudo e de créditos estudantis com juros reduzidos, por meio da parceria com a Creditas.

Agora é com você!

Depois dessa leitura, você já sabe quanto tempo dura a faculdade de Medicina e como funciona a estrutura curricular. Além disso, viu que precisa dedicar pelo menos dois períodos do dia para os estudos e outras atividades próprias da formação. Não dá pra discordar que essa carreira exige muita dedicação, mas vale muito a pena!

Sabendo quantos anos dura o curso de Medicina, chegou a hora de se inscrever no vestibular Pitágoras e começar a sua graduação o quanto antes!

*Sujeito à alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content