O que é a Medicina Legal e como atuar na área?

medicina legal

Você está pensando em prestar vestibular para o curso de Medicina? Pois, saiba que essa sempre foi uma área promissora pra qualquer profissional, e cada dia mais se desenvolve abrindo novas oportunidades de atuação.

Porém, nem todo mundo conhece os muitos dos ramos médicos. Nisso, os profissionais recém-formados acabam pensando em seguir carreira em uma especialidade pra onde a maioria vai. 

Então, pra te ajudar a construir uma ideia clara pra sua atuação, resolvemos criar este post no qual falamos sobre a Medicina Legal e suas ótimas oportunidades. Vamos lá?

O que é Medicina Legal?

A Medicina Legal é uma das áreas mais antigas da História da Medicina. Surgiu na Alemanha, em 1507, após a criação do Código de Bamberg, que a tornava uma ciência capaz de auxiliar o Direito Penal e produzir provas técnicas pra solução de crimes.

E assim, persiste até hoje e se tornou uma Ciência, porque consiste em um método de estudo pra saber se um fato pode ser considerado crime, quem são os responsáveis e que pena pode ser aplicada, se comprovadas as acusações.

Por exemplo, se uma morte é investigada, é preciso determinar se estamos diante de um homicídio, suicídio, acidente ou morte natural. Se for constatado o acidente, ainda que tenha sido provocado por alguém, as penas aplicáveis serão muitos mais leves ou até suspensas, uma vez que não houve a mínima intenção de matar. 

Já em um homicídio, será investigada a qualidade do homicídio, se foi um ato planejado, se houve crueldade ou negligência, quais outros crimes estão associados a essa ocorrência, qual o relacionamento entre vítima e assassino etc. Dependendo do desenrolar dos fatos, as penas podem ser duras, chegando até a pena de morte em alguns países.

Por fim, o suicídio somente é considerado um crime se alguém induziu a vítima a tirar a própria vida.

Mas a Medicina Legal não trabalha apenas na solução de crimes de morte, pelo contrário. Boa parte do trabalho é realizada em pessoas vivas, com a realização de exames corporais, testes paternidade, toxicológicos (pra saber se houve consumo de drogas, remédios e álcool), bem como exames psiquiátricos.

Curiosidade: em 2011, o Conselho Federal de Medicina (CFM) decidiu que essa área seria chamada de Medicina Legal e Perícias Médicas.

Quer passar no vestibular de primeira? Baixe já nosso Guia prático pra ser aprovado em Medicina 2021. É grátis!

Como é a atuação de um médico legista?

A função do médico legista é a produção da prova pericial, que é extremamente importante tanto pra polícia quanto para o Poder Judiciário. Pra isso, terá contato o tempo todo com uma série de processos cíveis e criminais que necessitam de investigação de peritos legais.

Como os juízes e outros profissionais da Justiça e Polícia não são especialistas no assunto, as provas periciais são explicadas, analisadas e detalhadas. Tudo isso pra que o juiz possa ter elementos de julgamento suficientes pra determinar (ou não) a responsabilidade penal de uma ou mais pessoas envolvidas no ato.

A maior parte do trabalho de um cientista forense acontece nos laboratórios de um Instituto Médico Legal (IML). Lá, examinam vestígios de substâncias, como sangue, cabelos, fibras têxteis, tintas, vidros, explosivos e drogas, na tentativa de associar ou desassociar suspeitos de vítimas ou cenas de crime. 

Algumas de suas funções também podem incluir:

  • busca e coleta de evidências nas cenas de crimes;
  • compilação de relatórios escritos;
  • reunião de evidências;
  • verificação da autenticidade dos documentos;
  • teste de amostras de fluido e tecido para o uso de drogas ou venenos;
  • análise de ferramentas e marcas de pneus;
  • defesa de evidências em tribunais.

Um fato bem interessante da carreira é que a área Legal acompanha o futuro da Medicina. Tanto que os mais modernos Institutos Médicos Legais do mundo contam com uma série de tecnologias pra que os exames realizados sejam precisos. Afinal, um erro pode prender um inocente.  

banner plano de estudos medicina pitágoras

Quanto ganha um médico legista?

Os salários dos médicos legistas são bem atraentes, especialmente porque são ligados a cargos públicos, o que garante ainda mais estabilidade financeira e profissional. Pra você ter uma ideia, de acordo com o Governo do Estado de São Paulo, em classe especial, o profissional tem o salário de R$ 11.057,02*, enquanto um de terceira classe ganha R$ 8.699,94* –– além de uma série de benefícios.

Porém, os ganhos podem ser ainda maiores, dependendo da esfera do concurso (Municipal, Estadual ou Federal) e cargos alcançados. Veja alguns exemplos:

  • Polícia Civil do Tocantins: R$ 14 mil a R$ 15 mil;
  • Segurança Pública de Goiás: R$ 12 mil a R$ 13 mil;
  • Secretaria da Segurança Pública do Paraná: R$ 22 mil a R$ 24 mil.

Quais são as oportunidades e desafios na Medicina Legal?

As oportunidades de trabalho na Medicina Legal acontecem por meio de concurso público pra trabalhar em uma das unidades do Instituto Médico Legal. Como os salários são atraentes, os processos seletivos costumam ser concorridos e exigem que o médico tenha larga experiência em Medicina.

Outra oportunidade é seguir a carreira acadêmica, a partir de um mestrado ou doutorado na área. Então, o médico poderá dar aulas tanto em Medicina quanto no curso de Direito.

Desafios

Tornar-se um médico legista de sucesso exige uma preparação importante É preciso ter um plano de estudos pra Medicina Legal, e o primeiro desafio é driblar a concorrência e ser aprovado no concurso público. 

Depois, uma vez na área, sua responsabilidade é enorme, já que em suas mãos está a vida de muitas pessoas. Então, um erro técnico pode ser fatal. 

Além disso, frequentemente, o médico legista se envolve com histórias trágicas, que podem perturbar a mente até dos mais equilibrados. Portanto, é fundamental desenvolver habilidades de gestão emocional pra não ficar doente em razão do trabalho.

Qual é a formação necessária pra exercer Medicina Legal?

O primeiro passo nessa carreira é prestar o vestibular de Medicina. Escolha uma faculdade de alto nível –– é o caso da Pitágoras, que forma médicos há mais de 20 anos

Uma vez concluída a faculdade, é necessário que você consiga seu registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e faça uma especialização na área de Medicina Legal. O curso envolve inúmeros conceitos da área de perícia, como Balística e Direito. Pra atuar na área acadêmica, é preciso ter mestrado ou doutorado.

Por que estudar na Pitágoras?

O curso de Medicina da Pitágoras, Unidade Lauro de Freitas (BA), é um dos cursos mais modernos da Bahia. Conta com metodologia moderna, centrada no aprendizado prático e resolução de problemas –– o chamado Sistema PBL (Problem Based Learning)

As aulas presenciais são realizadas em uma infraestrutura que conta com modernos laboratórios e equipamentos de simulação, que tornam as aulas ainda mais reais. 

Já na plataforma de estudos, o aluno acessa diversos conteúdos complementares e exclusivos, como a Aula Destaque, ministrada por personalidades do mercado, com foco em gestão de carreira. 

Além disso, parcerias com os principais centros de saúde, hospitais e ambulatórios da cidade ajudam os estudantes a conseguirem as primeiras experiências profissionais. Sem falar no Canal Conecta, portal exclusivo que apresenta vagas aos estudantes de acordo com seu perfil.

Invista no seu futuro!

Gostou de conhecer o que é e como trabalhar com Medicina Legal? Então, não fique fora dessa grande oportunidade profissional. Inscreva-se já para o vestibular de Medicina da Pitágoras!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.