Medicina do trabalho: conheça essa área em crescimento ⛑

profissional de medicina do trabalho

Já parou pra pensar que a atuação do médico pode ir muito além do atendimento em clínicas, consultórios e hospitais? Por mais que o reconhecimento desse profissional seja inquestionável, é comum que muitos ainda o relacionem só com o segmento hospitalar — quando, na verdade, existem demandas em setores variados. A Medicina do trabalho é uma dessas áreas em crescimento, que vem despertando a atenção dos vestibulandos.

Mas, você já sabe o que é Medicina do trabalho? Será que se trata da área ideal pra você? Pra conhecer mais sobre ela, entender o que faz um médico do trabalho e como é possível se tornar um, continue com a gente na leitura do post!

O que é Medicina do trabalho?

Também conhecida como ocupacional, essa é uma das especializações da Medicina. Como o próprio nome indica, ela é voltada pra promoção da saúde e bem-estar dos trabalhadores de uma empresa — e quer não só a prevenção de doenças e acidentes, mas também a manutenção de um ambiente favorável à qualidade de vida dos funcionários.

Por que essa área é importante?

Cada vez mais empresas vêm entendendo a importância da Medicina do trabalho e da presença de um médico no ambiente organizacional. Isso porque cuidar das pessoas responsáveis por manter o funcionamento do negócio é indispensável pra conquistar bons resultados.

Pense com a gente: se os trabalhadores não contam com as condições necessárias pra exercerem suas funções, acabam se ausentando ou atrasando frequentemente por conta da saúde — o que afeta os níveis de produção, entre outras consequências negativas.

Por outro lado, o investimento das empresas nessa área em alta da Medicina não só reduz os riscos de doenças e afastamentos, como também demonstra que ela se preocupa com o bem-estar dos funcionários. Essa responsabilidade social é crucial pra que qualquer negócio se mantenha ativo no mercado, tornando a demanda pelo médico do trabalho alta e bem promissora.

Tudo isso sem falar, é claro, nos aspectos obrigatórios e referentes à Lei. As normas da Medicina do trabalho estão presentes na CLT, e as empresas de qualquer porte ou ramo de mercado devem seguir as regulamentações vigentes pra que não sejam reprovadas nas fiscalizações do Ministério do Trabalho (MTE). Veja só como esse profissional é importante!

Quais são as principais funções de um médico do trabalho?

Afinal de contas, o que faz exatamente um médico do trabalho? Agora que você já sabe um pouco mais sobre esse ramo da Medicina, chegou a hora de conhecer algumas das principais funções desse profissional:

  • avalia o histórico de saúde dos trabalhadores;
  • executa os exames previstos na legislação do trabalho (admissional, demissional e periódicos);
  • analisa as condições de trabalho oferecidas aos funcionários, com o objetivo de identificar a tempo pontos que pedem mudanças e melhorias;
  • desenvolve ações educativas e campanhas de conscientização sobre saúde no trabalho;
  • realiza diagnósticos e indicações de tratamento pra possíveis doenças;
  • promove a reabilitação física e mental dos trabalhadores;
  • realiza atendimentos de emergência e por aí vai.

A média salarial desse profissional é de R$ 8.192,26*, com teto de R$ 17.825,85*. Interessante, não é?

Em quais áreas o médico do trabalho pode atuar?

Uma das grandes vantagens da Medicina do trabalho, além da alta demanda, é justamente a quantidade de atuações disponíveis. Isso te dá pontos extras de empregabilidade, podendo encontrar oportunidades em:

  • empresas — conduzindo exames de admissão, demissão e periódicos, criando ações voltadas à saúde no trabalho, prestando atendimentos, entre outras funções;
  • rede pública de saúde — desenvolvendo as campanhas de promoção à saúde e qualidade de vida do trabalhador;
  • sistema judiciário — exercendo a função de perito judicial em processos trabalhistas, ações cíveis etc.;
  • assessoria sindical em saúde do trabalhador — sendo o responsável pelas organizações de trabalhadores e de empregadores;
  • instituições de ensino superior — atuando como docente ou em pesquisas da área da Medicina do trabalho;
  • consultoria privada — fornecendo consultorias a empresas e instituições no campo da saúde e segurança no trabalho etc.

Lembrando que quem quer trabalhar com Medicina do trabalho precisa, obrigatoriamente, se formar no curso superior. Além disso, é necessário ter o certificado de residência médica reconhecido pela Comissão Nacional da Residência Médica do Ministério da Educação, comprovando a atuação na área.

Por falar em curso de Medicina, que tal conhecer como funciona e quais são os benefícios de estudar com a gente na faculdade Pitágoras? Acompanhe o próximo tópico pra saber mais sobre a graduação e nossos diferenciais!

Como o curso de Medicina te prepara pra atuar?

Bom, sabemos que, pra atuar como médico do trabalho, é preciso se formar em Medicina. Do tipo Bacharelado e com duração mínima de 6 anos, o curso tem como objetivo capacitar profissionais pra cuidarem da saúde humana. Eles saem preparados pra atuar na prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças e demais quadros.

Durante a graduação, você tem uma série de áreas específicas de atuação, sendo uma delas a da Medicina do Trabalho. Além dos conhecimentos adquiridos ao longo do curso, precisa passar por um período de residência médica (por 2 anos) pra exercer a especialização escolhida.

Diferenciais da Pitágoras

Quer se tornar um médico do trabalho? Veja por que o curso de Medicina da Pitágoras é a melhor opção:

  • laboratórios completos pra aulas práticas (informática, microscopia, ciências morfofuncionais, habilidades médicas, entre outros), equipados com tecnologia de ponta;
  • infraestrutura moderna e voltada para o desenvolvimento da área médica;
  • metodologias de ensino dinâmicas, com realização de projetos práticos e objetivos;
  • avaliação formativa, com o acompanhamento do seu desempenho durante o curso;
  • possibilidade de concorrer a bolsas de estudo e descontos;
  • parceria da Pitágoras com instituições públicas e privadas, facilitando o seu acesso a programas de estágio;
  • visitas à Rede Básica de Saúde desde o início do curso, que complementam o aprendizado prático e contabilizam como horas de estágio supervisionado;
  • parceria com o Canal Conecta, portal de vagas de emprego e estágio exclusivo aos alunos Pitágoras.

Pronto! Agora você já sabe o que é Medicina do trabalho, quais são as possibilidades para o profissional formado, entre outras informações importantes. Mas lembra que, se o seu objetivo é trilhar uma carreira nessa área, o primeiro passo é conhecer as formas de ingresso em uma faculdade de qualidade e credibilidade. Busque uma instituição capaz de oferecer uma formação completa e com diferenciais estratégicos focados no seu sucesso profissional.

Sendo assim, que tal fazer vestibular de Medicina com a gente, na Pitágoras? Aproveite que está aqui e faça agora mesmo a sua inscrição!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.