Como fazer uma maratona de estudos realmente efetiva? Descubra!

comofazerumamaratonadeestudosrealmenteefetivadescubra

Não importa se você deseja cursar uma faculdade de Exatas, Biológicas ou Humanas. Estudar para o Enem ou fazer vestibular exige dedicação e um pouco de sacrifício. Aliás, mesmo depois de passar no curso escolhido, esse empenho também deve ser mantido.

E por mais que seja chato escutar discursos do tipo, é importante você ter em mente que é seu futuro em jogo. Se quiser uma boa partida, com direito a gols e torcidas, precisa fazer um ensino superior com qualidade.

Pensando em ajudar você, separamos algumas dicas de como fazer uma maratona de estudos:

  • tenha uma alimentação adequada;
  • mantenha o corpo hidratado;
  • priorize as pausas;
  • faça mapa mental;
  • teste diferentes formatos de estudo;
  • desconecte das distrações;
  • comece aos poucos.

Que tal olharmos cada item com mais detalhes? É só continuar a leitura!

Tenha uma alimentação adequada

Lembra quando nossa mãe ou avó falava “saco vazio não para em pé”? É a mais pura verdade! Estudar gasta bastante energia mental e se não dermos o combustível ao nosso organismo, chega uma hora em que o motor (nosso cérebro) não funciona de modo tão eficiente.

Sendo assim, não saia sem o café da manhã, nem fique muitas horas sem comer.

Contudo, nos dias de estudo intenso, priorize os alimentos mais naturais, leves e nutritivos. Ok, sabemos que pizza, miojo, salgadinhos e chocolate são bem apetitosos, mas deixe-os para um final de semana, naquele momento em que estiver apenas descansando. Sabe por quê?

Muito açúcar, sódio em excesso, gordura ruim ou bastante carboidrato de alto índice glicêmico fazem nosso corpo sentir aquele sono insuportável, atrapalhando bastante a concentração.

No lugar disso, prefira:

  • proteínas magras ou vegetais (carne branca leve, ovos, cogumelos);
  • saladas (mas sem molhos industrializados, está bem?);
  • carboidratos de baixo índice glicêmico, pois demoram mais para liberar glicose no organismo e, assim, evitam aquela moleza (arroz integral, aipim, batata-doce, aveia, feijão, lentilha);
  • frutas.

E se der vontade de um docinho? Bem, tente um chocolate 70%, mas nada de exageros, viu!

Mantenha o corpo hidratado

Água, muita água. Não é refrigerante, nem qualquer outra bebida artificial. Afinal, você tem uma maratona para estudar. Um suquinho até cai bem, em alguns momentos, mas sem exagerar no açúcar!

A hidratação é importante para que seu organismo funcione de maneira correta, realizando a digestão, mantendo o equilíbrio hormonal (cortisol em excesso aumenta seu estresse, viu!) e colaborando para a regulação da pressão arterial (diminuindo aquela ansiedade).

A recomendação é cerca de 2 litros por dia, mas essa quantidade pode variar. Se praticar atividades físicas intensas ou o clima estiver muito quente e seco, por exemplo, você precisará de uma dose maior.

Priorize as pausas

Não é preguiça, mas sim necessidade de descansar a mente. Pausas são essenciais para o cérebro absorver o conteúdo estudado e ter mais resistência até o fim do dia. Não há uma medida certa para todas as pessoas, já que nossas necessidades são diferentes. Mas o ideal é não passar de 1h30 sem um intervalo de 10 ou 15 minutos.

Existem métodos que nos ajudam a controlar esse tempo, como o Pomodoro, já ouviu falar? A técnica original recomenda um foco de 25 minutos, com intervalo de 5 minutos, retomada de 25 minutos e assim por diante. Esse tempo pode ser ajustado, para seguir aquilo que mais funciona com a gente, claro. O importante mesmo é você saber que deve inserir alguns pequenos descansos na sua maratona de estudo, ok?

Faça mapa mental

Sabe por que mapas mentais são recomendados por quase 100% daqueles mais experientes em estudar por horas a fio? Porque eles se tornam nosso próprio código de estudos. Com setas, cores, palavras ou frases-chave e pequenos desenhos, somos capazes de nos lembrar, em poucos segundos, de assuntos grandes e complexos.

E eles são ótimos para qualquer disciplina. Para quem estuda Exatas, eles servem para fórmulas. Para os demais cursos, servem para memorizar conceitos.

Mas cuidado! Evite pegar mapas prontos! A recomendação é que você crie o seu próprio, para que ele faça sentido e seja, realmente, eficiente. Algumas ferramentas que podem te ajudar nisso são a MindNode e a MindMeister, ambas bem intuitivas.

Teste diferentes formatos de estudo

Descubra as formas que funcionam melhor para você. Algumas pessoas adoram fazer resumos em fichas, após as aulas, por acharem que isso ajuda a fixar melhor o assunto. Já outras não encontram muito sentido nisso e preferem complementar o estudo com videoaulas ou áudios pela internet.

Alguns preferem resolver questões diariamente. Outros acham melhor tirar um dia inteiro da semana para se dedicar apenas a isso. Também têm aqueles que sentem mais ânimo para começar o dia com uma matéria na qual sentem dificuldade, como aula de cálculo, e deixar as mais fáceis para o fim do dia.

Não importa a sua escolha, contanto que os estudos tenham resultados!

Desconecte das distrações

Ele nos salva em muitos momentos e é nosso companheiro nas horas de tédio. Mas ao estudar uma maratona, evite ter o celular por perto. É que tê-lo ao alcance das mãos fica mais difícil exercer qualquer autocontrole. Você terá dificuldade em fugir de notificações ou tenderá a cair na tentação de “só dar uma olhadinha para ver o que está acontecendo”. Resumindo: um convite para a procrastinação.

Dessa forma, deixe-o sem som, na mochila ou na bolsa. Estabeleça os momentos de acesso e um limite de uso. É bem possível que você sinta um pouco de dificuldade no começo, mas logo isso vira costume, viu! 😉

A mesma regra deve ser seguida para qualquer outra coisa capaz de tirar sua concentração. Assim, estude longe de TV ou outros barulhos.

Comece aos poucos

Por fim, tenha essa dica gravada no coração: não espere ter uma supermotivação para começar. A disciplina, nesse caso, é até mais importante. É ela que nos ajuda a manter um ritmo diário, mesmo nos momentos de preguiça. Pessoas disciplinadas tendem a sentir um pouco de culpa quando percebem que poderiam ter dado um pouco mais de si.

Então, se você está começando essa fase agora, não tente entrar na onda daqueles que já estão há um bom tempo num ritmo intenso. É melhor começar com poucas horas diárias e pegar o hábito gradualmente que fazer loucuras e desistir no primeiro mês, concorda?

Para ter mais foco, monte seu cronograma de estudos. Comece preenchendo-o com todas as atividades fixas, inclusive suas horas de sono, almoço, aulas, academia. Depois, separe suas horas livres diárias e insira nelas algumas matérias a serem estudadas a cada dia.

Bem, depois de todas essas dicas, acreditamos que você já esteja pronto para sua maratona de estudos! Lembre-se de que a dedicação é essencial para que você seja um bom profissional e, depois, consiga ser contratado pelas melhores empresas, está bem?

Gostou do artigo? Então, não deixe de compartilhar nas suas redes, pois essas dicas também serão úteis para muitas pessoas!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 7

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

pep

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.