Faz parte da geração Y? Veja os prós e contras de ser um millennial

estudantes millenials e geração Y

Teste vocacional rápido

Você sabia que há uma área dedicada exclusivamente ao estudo da sociedade e de suas dinâmicas? A esse campo é dado o nome de Sociologia. O sociólogo é o profissional responsável, entre outras funções, pela investigação e pesquisa acerca de características de cada geração. Por conta disso, temos denominações como geração Y, cujos integrantes são chamados de millennials.

Uma das gerações mais conhecidas é a dos Baby Boomers, pessoas que nasceram no período após a Segunda Guerra Mundial. Esses indivíduos carregam características muito diferentes das observadas nos millennials, grupo composto por aqueles nascidos entre a década de 1980 e 1990.

O perfil da geração Y é de pessoas ativas, interessadas e sedentas pelo conhecimento. No entanto, isso não é tudo: assim como eles têm qualidades irrefutáveis, alguns desafios também são enfrentados por esse grupo devido ao contexto em que nasceram e foram criados. Gostaria de saber mais sobre esse tema? Continue a leitura!

O que é a geração Y?

O título de geração Y é dado aos jovens que nasceram, em síntese, do começo da década de 1980 aos meados dos anos 1990. Essas datas variam de estudioso para estudioso, podendo ir desde o fim dos anos 1970 até o final da década de 1990.

Os millennials, como são chamados, são indivíduos que nasceram e cresceram em meio aos avanços tecnológicos. Esse grupo, à medida que amadurecia, via também o amadurecimento da ciência e de questões que eram, poucas décadas antes, inimagináveis.

Essa aproximação direta com a tecnologia e com o contexto histórico em que eles estavam inseridos fez com que os membros da geração Y nutrissem características comportamentais particulares. Elas, é claro, trazem vantagens e desvantagens quando observamos o modo como eles se relacionam com o meio à sua volta. A seguir, falaremos mais sobre elas.

Quais são as vantagens de fazer parte dessa geração?

Para dar continuidade ao nosso bate-papo, que tal conferirmos algumas das qualidades e habilidades mais benéficas desse grupo social? Veja a seguir.

Proatividade em alta

Uma das características mais marcantes desse grupo é a sua proatividade. Millennials são muito ativos e gostam de fazer as coisas acontecerem. Essa é uma característica muito valorizada pelos empregadores e recrutadores de hoje em dia, o que deixa essa geração em vantagem no mercado de trabalho e com chance de receber melhores salários.

Apreço pelas novas experiências

Outro ponto muito característico da geração Y é a sua mente aberta às novas experiências. Eles não têm medo de se arriscar e de viver novas aventuras, o que é uma forma muito interessante de se relacionar com o mundo e, claro, muito oposta ao que é observado em outras gerações.

Preocupação com o meio ambiente

Outra característica muito presente nos millennials é a sua preocupação com o meio ambiente. Essa é uma das primeiras gerações que expressa uma vontade de mudar o mundo — não podemos, é claro, nos esquecer dos hippies e de outros movimentos que vieram antes. A diferença é que, aqui, as atitudes são tomadas independentemente do estilo de vida do indivíduo.

Engajamento nas causas sociais

Além da preocupação com o meio ambiente e o mundo ao seu redor, os millennials também têm um forte engajamento das causas sociais. Essa tendência também foi acompanhada pela geração Z, que vem logo em seguida.

Presencial, 100% EAD ou semipresencial: em qual vou me adaptar melhor?

Presença de fortes valores morais

Os membros da geração Y também têm fortes valores morais. Eles podem ser de cunho religioso, social, familiar… a lista é bem longa. No entanto, o apreço desse grupo por essas questões é muito forte e permeia durante toda a vida.

Fidelidade aos propósitos

Além do apego aos valores morais, podemos também citar a fidelidade aos propósitos como outra característica muito forte nesse grupo. Millennials são pessoas que sabem exatamente quem são e serão, em sua grande maioria, fiéis aos seus ideais também por toda a vida.

Força de vontade de sobra

Preguiça não é uma palavra muito comum para esse grupo. Apesar de serem um pouco mais estáveis e até sedentários — em boa parte, devido ao uso da tecnologia —, esses indivíduos têm muita força de vontade e energia de sobra para produzir, trabalhar, estudar e criar.

Quais são os principais desafios enfrentados por esse grupo?

Agora, descobriremos alguns pontos fracos dos millennials, ou seja, desafios que esses indivíduos enfrentam em seu dia a dia. Vamos aos principais.

Instabilidade emocional

O contexto em que os millennials foram criados gerou um problema presente em boa parte deles: a instabilidade emocional. A falta de inteligência e de maturidade na parte das emoções e da comunicação interpessoal pode gerar uma série de problemas na vida pessoal e profissional.

Imediatismo

Crescer rente à tecnologia também fez com que as pessoas da geração Y desenvolvessem um forte imediatismo. A tendência de “querer tudo para ontem” é um desafio que deve ser superado por esses indivíduos.

Ansiedade

Além do imediatismo, a ansiedade é outra constante no dia a dia da geração Y. Esse é um problema muito sério e que pode, inclusive, demandar auxílio psicológico ou medicamentoso por parte de profissionais da saúde. Fique de olho!

Falta de foco

Falamos, pouco acima, que os millennials são pessoas altamente energéticas e nada preguiçosas, certo? No entanto, o lado negativo dessas características é a falta de foco. Querer abraçar o mundo inteiro — e achar que é capaz disso — são problemas que também estão presentes em muito membros dessa geração.

Falta de resiliência

Apesar de suas qualidades, os millennials têm outro desafio para enfrentar: a sua tendência à falta de resiliência. Essa é uma característica fundamental para a adaptabilidade e que, infelizmente, costuma estar ausente em pessoas desse grupo.

Dificuldade em criar raízes

Além da falta de foco e do imediatismo, a dificuldade de criar raízes também está presente nos millennials, quase como uma consequência dessas duas características. Esse grupo deve, portanto, trabalhar essa questão para ter uma vida mais plena e com menos ansiedade.

Como podemos ver, a geração Y é um grupo com características bem peculiares e que enfrenta muitos desafios. No entanto, os millennials podem trabalhar os seus pontos fracos e obter o merecido sucesso na vida profissional e pessoal. O investimento em uma graduação de qualidade, por exemplo, é uma boa alternativa para superar esses obstáculos!

Você faz parte da geração Y? Gostaria de comentar alguma dificuldade que enfrenta em seu dia a dia e mostrar as suas próprias dicas para superá-la? Ou, então, que tal falar um pouco sobre suas habilidades mais promissoras? Sinta-se à vontade e vamos discutir esse tema nos comentários logo abaixo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 107

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Prouni, FIES, crédito estudantil ou bolsa privada: qual a melhor opção para mim?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.