Geração millennials: como ela se comporta no mercado?

jovem da geração millenials com computador no sofá

Vez ou outra, a gente vê por aí o termo millennials nos meios de comunicação. Você já percebeu isso? O estudo sobre o comportamento das gerações é extremamente importante pra diversos objetivos, como pra entender a postura dos novos consumidores no mercado.

A verdade é que acompanhar a evolução da sociedade é essencial, já que influencia a educação, a saúde, o consumo e assim por diante. Pensando nisso, a gente aproveita este espaço pra falar um pouco mais sobre a geração millennials.

Acompanhe a leitura e descubra várias curiosidades!

O que é a geração millennials?

Se você já ouviu essa palavra e não sabe bem o que ela significa de verdade, calma que a gente te explica. Ainda que existam algumas divergências sobre os parâmetros corretos pra definir essa geração, os millennials são considerados aqueles que nasceram entre os anos 80 e o fim dos anos 90 (1980-2000).

Essas pessoas também são classificadas como geração Y e receberam muita atenção por terem vivenciado uma época especial. Não que as outras não tenham a sua importância, mas nesse período, aconteceu muita transformação — especialmente por conta do avanço das tecnologias e da internet.

Ou seja, os millennials viveram um contexto diferente e é evidente que isso se refletiu no comportamento deles, inclusive no que diz respeito a consumo.

Como funciona a geração millennials?

Uma das palavras que podem responder melhor a essa pergunta é: conectado. O grupo dos millennials aprendeu a usar as tecnologias e a maioria dos seus integrantes está ligada em tudo o que acontece o tempo todo.

Não por acaso, as redes sociais e os aplicativos como um todo fazem tanto sucesso nos dias de hoje. A cultura de compra, por exemplo, foi em grande parte transferida do ambiente físico para o digital, assim como o consumo de informação e conhecimento. Eles vivem entre o mundo real e o virtual, utilizando esses dois meios pra tomar suas decisões e aproveitam experiências em ambos.

Quais são as principais características dessa geração?

Toda generalização é um pouco arriscada, mas as análises comportamentais nos ajudam a ter uma ideia geral de como entender a época e cada grupo de pessoas (ou gerações). Nesse caso, se liga em algumas das características da geração millennials que se destacam.

Ambição

Aquela velha história de ter uma vidinha simples perdeu um pouco de espaço. Essa geração teve acesso a muito mais coisas do que a passada: informação, viagens, objetos, experiências etc. Consequentemente, os jovens cresceram ambiciosos e dispostos a fazer o que for preciso pra conquistar suas ambições.

Cuidado com a vida pessoal

Se a geração anterior praticamente só se preocupava com a carreira e viva para o trabalho, os millennials não pensam assim. Eles dão a devida importância pra vida profissional (e são ambiciosos no plano de carreira), ao mesmo tempo em que consideram muito o aspecto pessoal.

A busca do equilíbrio entre as duas coisas é evidente. Pra eles, não adianta ser feliz só na profissão. É essencial ter tempo pra encontrar os amigos, ficar com a família ou se dedicar a um hobby, por exemplo.

Esse é um dos motivos pelos quais essa geração busca oportunidades profissionais que atendam aos seus desejos pessoais, como ter um trabalho em casa em alguns dias ou conquistar um horário mais flexível.

Flexibilidade

Falando em rotina flexível, esse é outro traço comum à geração Y: a flexibilidade. Como nasceram num mundo que é cada vez mais dinâmico, os millennials estão propensos a passar por mudanças e conseguem se adaptar com certa facilidade.

Aliás, é difícil encontrar quem se contente em levar a mesma vida pra sempre. Trocam de emprego, escolhem outra carreira, fazem uma segunda graduação, optam pelo divórcio, mudam de país e, enfim, não ficam parados.

Por um tempo, as próprias empresas não entendiam muito bem a postura de funcionários tão livres e proativos, que não se importavam em construir uma carreira não linear. As novas gerações estão constantemente de olho no mercado e nas oportunidades disponíveis — e sabe do melhor? Quem escolhe estudar na Pitágoras pode fazer isso facilmente com ajuda do Canal Conecta, nosso parceiro exclusivo que reúne as melhores vagas.

Ansiedade

Todo esse contexto que estamos discutindo tem pontos favoráveis e outros nem tanto. Um exemplo disso é a ansiedade e o crescimento de problemas relacionados com a saúde mental, como depressão, estresse, dependência química, suicídio e outros. Logo, hoje temos gente mais ansiosa e que precisa aprender a lidar com isso, o que não era tão comum antigamente.

Qual é a relação entre os millennials e o mercado consumidor?

Como a gente viu, as transformações pelas quais os millennials passaram certamente geraram um impacto na construção das suas personalidades e comportamento.

Em relação ao mercado de consumo, um fato inegável é o uso das tecnologias pra comprar, vender ou trocar. Até quem continua comprando em lojas físicas já faz pesquisas antes de tomar sua decisão, sendo a internet a principal fonte de conteúdo.

Diante disso, as empresas precisam investir em presença digital e comunicação. Mesmo os produtos ou serviços que não fazem parte do universo virtual devem existir nesse ambiente. Uma das vantagens é que as ferramentas atuais fornecem dados que permitem conhecer melhor o perfil dos consumidores, o que facilita a interação e criação de estratégias.

Outra curiosidade é o interesse dessa geração por experiências. O encantamento é um ponto muito positivo pra levar à compra e fidelizar o público, até porque sabemos que os millennials são bem exigentes, né? Como eles têm fácil acesso à informação e vão atrás disso, querem ser surpreendidos.

Vale dizer também que essa facilidade de acesso parece ter formados autodidatas, que aprendem sobre um monte de coisas e estão sempre buscando conhecimento.

Apesar de toda essa autonomia e flexibilidade, a formação acadêmica e principalmente os cursos superiores não perderam sua relevância. Ao contrário, os que se destacam no mercado são aqueles que conseguem acumular competências e diferenciais — que podem ser adquiridos de diferentes formas. Ainda mais quando escolhem a Pitágoras, com um ensino de excelência nas diversas modalidades e formas de ingresso facilitadas.

Enfim, podemos dizer que a geração millennials é focada em crescimento pessoal, embora não considere apenas a carreira no equilíbrio do seu bem-estar. Um dos maiores desafios pra eles é conseguir manter a concentração em meio à diversidade de oportunidades que vivem.

Gostou do conteúdo? Aqui no blog da Pitágoras a gente fala sobre vários temas interessantes como este. Aproveite mais alguns minutinhos de leitura pra saber o que o mercado de trabalho atual espera da qualificação dos profissionais!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content