Ética no trabalho: por que é tão importante e como garantir?

pessoas no mercado de trabalho representando a ética necessária no trabalho

Ética é um dos objetos de estudo da Filosofia e diz respeito à investigação de um conjunto de princípios que norteiam e disciplinam o comportamento humano. Porém, eles se diferenciam de moral, uma vez que não são valores extraídos dos costumes de uma determinada comunidade, mas regras válidas universalmente.

O que muitos não compreendem é como a disciplina de Filosofia pode ter relação com o ambiente corporativo. É a ética no trabalho, por outro lado, que permite zelar pelo nome no mercado, atuar com estrita observância aos limites que a profissão impõe e alcançar o sucesso profissional.

Pensando na importância de conhecer a aplicabilidade da ética na prática para consolidar carreira promissora e se destacar no mercado, nós aqui da Pitágoras elencamos alguns esclarecimentos sobre o assunto. Vamos descobrir:

  • o que é a ética e como desempenhá-la no trabalho;
  • qual é a importância da ética para a carreira;
  • em quais situações ela pode ser desempenhada;
  • como agir ao presenciar uma situação antiética.

Não deixe de conferir!

O que é a ética e como desempenhá-la no trabalho?

Como vimos, a ética é uma ramificação do estudo filosófico que trata da conduta do homem, especialmente em sua relação com terceiros. Essa reflexão, por sua vez, pode servir para compreender quais ações profissionais são benéficas para a coletividade. Afinal, apesar de parecer abstrato, pensar a ética no trabalho favorece ações práticas consideradas justas, morais e positivas no ambiente corporativo.

Cada segmento de mercado, por outro lado, tem demandas próprias que podem distinguir a lógica pela qual se dará essa reflexão. Um advogado, por exemplo, poderá se ver diante de dilemas morais ao atuar como defesa em um caso penal, enquanto um psicólogo talvez não saiba como agir diante de um familiar que solicita consulta particular.

Tendo em vista essas diferenciações e para delimitar o que é ética profissional em termos práticos, muitos órgãos profissionais elaboram códigos para guiar a conduta em trabalho e profissão. Também se preocupando com a idoneidade e a moralidade de seus atos, algumas empresas dispõem regras para obter bons resultados no mercado.

Qual é a importância da ética para a carreira?

Quando há o código de ética na empresa, seguir as regras estabelecidas pelo documento é, inclusive, pressuposto para ser contratado e manter-se na organização. Permanecer em instituições de renome, entretanto, não é o único benefício da prática. Condutas idôneas e morais, afinal, são valorizadas pela sociedade de maneira geral.

Não difícil perceber como o público sente confiança em profissionais que honram com as atividades de sua competência, agindo de maneira honesta, prudente e imparcial em relação aos consumidores de seus serviços, não acha? Ainda sobre os exemplos mencionados acima, é desejável que tanto o advogado quanto o psicólogo mantenham sigilo em relação aos diálogos estabelecidos com o cliente.

Nessas hipóteses, o profissional que age com consciência e responsabilidade, assegurando o segredo das informações, recebe credibilidade no mercado e pode atrair grandes oportunidades de trabalho. Além do desempenho pessoal, a ética nas empresas também gera reflexos positivos.

Ao desenvolver uma relação respeitosa e harmônica com as equipes, por exemplo, o colaborador ético consegue criar um espaço aberto ao diálogo e mais produtivo. Isso beneficia toda a organização, auxiliando a saúde financeira e contribuindo para a satisfação do consumidor final.

Em quais situações ela pode ser desempenhada?

Diante da importância de adotar atitudes que demonstram profissionalismo, muitos se questionam sobre como ter ética no trabalho e agir de forma condizente com as expectativas do mercado. Nesse sentido, há algumas ações que valem para todos os segmentos e podem ser consideradas em diversas situações ao longo da carreira.

Confira alguns exemplos a seguir!

Responsabilidade

A responsabilidade pode ser traduzida como a capacidade de assumir para si as consequências dos próprios atos. Essa postura é ética, tendo em vista que revela consciência sobre os impactos que o trabalho causa a outras pessoas.

Um contabilista poderá se deparar com essa virtude ao longo de toda a carreira, uma vez algumas de suas ações equivocadas podem gerar danos patrimoniais irreparáveis a empresas e Pessoas Físicas. Uma forma de o profissional ter responsabilidade com o bem alheio é manter a transparência com o cliente sobre os seus atos.

Respeito à privacidade

O sucesso do profissional no mercado também está relacionado com a sua capacidade de separar a vida pessoal da profissional. Afinal, ao confundir essas duas esferas, corre-se o risco de ultrapassar os limites da privacidade alheia e adotar condutas contrárias à ética no trabalho.

Para preservar o respeito, portanto, é fundamental evitar fofocas, intrigas ou comentários ofensivos à honra dos funcionários que trabalham em conjunto. Especialmente em empresas, essa dica evita situações constrangedoras e a quebra da confiança no colaborador.

Prudência nas decisões

A prudência é virtude indispensável para exercer qualquer profissão e contribui para a adoção de atitudes éticas. Para melhor exemplificar a importância da conduta, vale mencionar o trabalho do administrador, que diariamente se vê diante da necessidade de tomar decisões fundamentais para a gestão.

Para o profissional, ser prudente ao ouvir opiniões contrárias e racionalizar emoções pessoais são requisitos para evitar a tomada de decisão por impulso.

Como agir ao presenciar uma situação antiética?

É possível que, ao longo da carreira, você se depare com atitudes que ferem o comportamento ético. Nesses casos, é importante agir no sentido de educar os colegas de profissão sobre a necessidade de adotar outras posturas e zelar pela moralidade nas ações. É fundamental que, nessas horas, você saiba dialogar respeitosamente para se posicionar sobre o assunto e corrigir eventuais erros.

Se for o caso, ainda vale elaborar críticas construtivas de maneira empática com o próximo. Cabe lembrar que se manter em silêncio diante de situações desonestas ou que ferem os princípios básicos da profissão pode não ser positivo.

Afinal, a abstenção também revelará, na prática, a sua personalidade e nível de tolerância com condutas imorais. Se você exercer liderança sobre uma equipe, uma dica é realizar feedbacks periódicos, reforçando quais atitudes são positivas ou negativas dentro do ambiente corporativo e em que ocasiões é possível melhorar.

Ter uma postura ética no trabalho é um dos tipos de inteligência que contribuem para a carreira profissional. A nível pessoal, condutas virtuosas permitem elevar a credibilidade diante do mercado de trabalho e atrair a confiança do público. Em termos organizacionais, promovem um ambiente saudável, harmônico e produtivo.

Vale lembrar, entretanto, da necessidade de exercitar essas ações positivas no dia a dia. Afinal, todos têm o que melhorar e repensar no que se refere à própria conduta. Em qualquer hipótese, o importante é manter-se consciente sobre as próprias imperfeições e buscar o constante desenvolvimento pessoal e profissional.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe-o nas suas redes sociais para que mais pessoas entendam a importância da ética no trabalho!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.