Como é a rotina de um estudante de Medicina?

estudante de medicina

Teste Vocacional Rápido

Você sabe como é ser um estudante de Medicina? Bem, essa graduação está entre as mais cobiçadas do ensino superior. Repleto de desafios, antes mesmo da aprovação no vestibular, é um curso universitário pra quem realmente tem o sonho de ser médico, já que as exigências são enormes e o nível de dedicação, alto.

Mas as perspectivas de um estudante de Medicina podem ser comprovadas com as futuras conquistas profissionais, que vão muito além de altos ganhos e prestígio. Principalmente, estão relacionadas com a satisfação pela prevenção à saúde e o salvamento de vidas.

Então, pra matar a sua curiosidade, criamos este post pra falar sobre a rotina do estudante de Medicina e o que esperar ao longo do curso. Vamos lá?

Guia prático para ser aprovado em Medicina 2021

Como é a rotina do estudante de Medicina?

É comum entre as perspectivas de um estudante de Medicina ser cercado de múltiplas tarefas e eventos, o que exige ampla dedicação e uma boa dose de energia pra aguentar a pesada rotina de estudos e aulas.

Pra começar, separamos aqui alguns pontos que passam pela vida universitária dos futuros médicos até o fim do curso. Se liga!

Aulas teóricas e práticas

O curso de Medicina é um dos que mais prezam pela união entre teoria e prática em sua grade curricular. Por esse motivo, faz parte do projeto pedagógico da faculdade colocar o aluno no centro da construção do conhecimento e, assim, fazer dele um grande protagonista.

Então, desde o primeiro ano, aulas teóricas conectam-se com atividades de laboratório, práticas médicas, seminários e tutorias, pra que você se prepare ao máximo pra inúmeras vivências da profissão, nos mais diferentes ambientes –– desde a área clínico-hospitalar até setores em ascensão, como a Medicina Integrativa ou Medicina do Trabalho.

Além das disciplinas previstas em sua carga horária normal, uma programação flexível também é disponibilizada periodicamente, por exemplo, toda semana. Esse conjunto de atividades, por si só, já garante uma rotina de estudos em tempo integral.

Participação em congressos, palestras e outros eventos

As atividades extracurriculares são de extrema importância para o estudante de Medicina, porque ajudam a aprimorar saberes. Como existe uma carga horária obrigatória dessas tarefas, que contam como créditos pra obtenção do diploma, é preciso encontrar espaço pra participação em palestras, congressos, cursos e por aí vai.

A boa notícia é que parte desses eventos pode ser realizada dentro do próprio período de estudos, com organização a cargo da coordenação do curso e/ou liga acadêmica de Medicina. Em outros casos, eles podem incluir atividades externas e viagens.

Atuação em atividades de extensão

As atividades de extensão universitária também rendem ótimas vivências no ensino médico. Dessa maneira, é comum que o estudante de Medicina se engaje em tarefas comunitárias, por exemplo, feiras de saúde, ações voltadas a pessoas em situação de vulnerabilidade social, semanas de prevenção etc. –– sempre com o objetivo de realizar interações com a sociedade.

Estudos em casa

Além da rotina das atividades na faculdade, prepare-se para uma maratona de estudos em casa, praticamente todos os dias. Isso porque provavelmente você vai ser exposto a provas e trabalhos a todo momento, com conteúdos que exigem não só a compreensão de fatos e conceitos, mas a memorização de diversos pontos-chaves.

Com isso, você deve dedicar muitas horas de estudo em sua casa, não raro noite adentro e até nos fins de semana. Haja café pra aguentar, mas você dá conta!

Quantas horas por dia um estudante de Medicina tem que estudar por dia?

Com todas essas atividades, em geral, um estudante de Medicina precisa dedicar de 8 a 12 horas por dia às tarefas da faculdade. Então, uma dica essencial pra atravessar um curso tão denso, onde tudo é realmente importante, é criar um bom cronograma de estudos.

Pra que você tenha uma ideia melhor sobre o funcionamento do curso de Medicina e sua carga horária, fizemos o seguinte resumo:

  • carga horária mínima determinada pelo Ministério da Educação (MEC): 7.200 horas –– alguns programas podem chegar a 8 ou 9 mil horas;
  • tempo mínimo e duração: 6 anos;
  • período de estudo: aulas em tempo integral, podendo incluir sábados;
  • ciclos do curso: Básico (1o e 2o ano ― disciplinas introdutórias e teóricas), Clínico (3o e 4o ano ― contato com pacientes), Internato (5o e 6o ano ― conhecimento colocado em prática nas principais áreas médicas e apresentação de especialidades. São realizados plantões e a residência médica);
  • exigência pra atuar profissionalmente: ter inscrição válida no Conselho Regional de Medicina.

Tem como fazer Medicina e trabalhar ao mesmo tempo?

Um dos maiores desafios para o estudante de Medicina, especialmente nas faculdades particulares, é que a carga horária de estudos em tempo integral muitas vezes impossibilita que você consiga fazer a faculdade e trabalhar ao mesmo tempo.

Na verdade, você só pode receber pelo exercício da Medicina na fase de residência médica, que já é uma especialização para o exercício profissional.

Como os custos de manutenção da faculdade são altos, incluindo alimentação, transporte, moradia e materiais de estudo, dá pra entender tamanha preocupação. Porém, como você é jovem e tem energia sobrando, pode tentar arranjar alguma renda extra fazendo bicos em algum estabelecimento ou com atividades home office pela internet, por exemplo.

Inclusive, pra que seus custos diminuam, abuse dos materiais usados e compartilhe despesas o máximo que puder. Além disso, conheça diferentes opções de bolsa de estudos para Medicina aqui da Pitágoras.

Onde estudar Medicina pra ter uma excelente experiência?

Somente uma faculdade com ótima reputação no curso será capaz de oferecer os melhores recursos, infraestrutura, metodologia, corpo docente e parcerias pra que você tenha uma excelente experiência no início de sua caminhada profissional. É aqui que entra o curso de Medicina da Pitágoras!

Conheça agora seus diferenciais:

  • tradição de 20 anos no mercado educacional;
  • ingresso com vestibular online ou a nota do Enem;
  • infraestrutura completa pra alto desenvolvimento da área médica;
  • metodologia PBL (Problem Based Learning ou Aprendizagem Baseada em Problemas) pra estudo de problemas e casos reais;
  • aulas práticas em laboratórios e salas especiais, como os laboratórios Morfofuncional, Multidisciplinar, de Habilidades Médicas e de Microscopia;
  • sistema especial de avaliação formativa pra impulsionar o seu progresso;
  • parceria com o programa Mais Médicos pra atuação na rede Municipal de Saúde;
  • apoio do Canal Conecta na busca pelas melhores vagas de emprego;
  • programas de estágio nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Hospital Regional de Eunápolis, Policlínica Municipal e Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Agora é com você!

Com todas essas possibilidades presentes na Pitágoras, temos a certeza de que sua trajetória universitária vai ser totalmente dinâmica e prazerosa, apesar do turbulento dia a dia de um estudante de Medicina. Então, entre de cabeça nessa jornada e acredite que seu sonho se tornará uma realidade.

Inscreva-se agora mesmo na graduação em Medicina da Pitágoras.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 38

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content