Como funciona o estágio em Veterinária?

estudantes estagiários de medicina veterinária

Ainda que a teoria seja pra lá de importante, muitas coisas na vida só são realmente aprendidas quando a gente coloca a mão na massa. É por isso que existem os estágios, uma atividade fundamental pra formação acadêmica de qualquer pessoa, seja de qual for a sua área de estudo.

Por isso, hoje a gente vai falar sobre o estágio em Veterinária, uma atividade que não pode ser deixada de lado. Aprender na prática a respeito dos cuidados com os animais — e com o emocional de seus tutores — e o dia a dia da profissão é um rito de passagem que todos os estudantes devem seguir.

E então? Você está pensando em se aventurar nessa carreira e se tornar um veterinário? Então, vem com a gente saber mais sobre como funcionam os estágios, suas características e toda a importância dessa atividade durante a sua formação acadêmica. Boa leitura!

Como é o curso de Medicina Veterinária e suas características?

Em primeiro lugar, a gente precisa falar sobre como funciona o curso de Medicina Veterinária, né? Assim, dá pra continuar nossa conversa de um jeito bem mais eficiente pra você!

Essa graduação tem a duração média de 5 anos. Ao longo desse tempo, você vai entrar em contato com disciplinas técnicas — como Anatomia, Bioquímica, Fisiologia, Farmacologia, entre outras — e teóricas, como é o caso da Ética. Todas elas se complementam e são fundamentais pra que você seja, no futuro, um profissional devidamente preparado pra lidar com o dia a dia da profissão.

Outro ponto essencial pra esse preparo são os estágios, sobre os quais a gente vai falar a partir de agora. Vamos lá?

O que são estágios obrigatórios?

O estágio em Medicina Veterinária — assim como em outras carreiras — é obrigatório. Cada instituição tem uma “carga horária” que deve ser cumprida com essa atividade pra que você possa obter o seu diploma. Vale a pena ressaltar também que, na maioria das vezes, eles não são remunerados.

Em muitos casos, você é quem faz a sua rotina de estágio. Ou seja: não quer se comprometer com isso nos primeiros semestres da faculdade? Sem problemas! Mas precisa dar duro pra atingir o número de horas necessários nos últimos anos do curso. Da mesma forma, começar logo no período inicial também é uma opção que muitos estudantes preferem.

De qualquer forma, antes de começar, é fundamental que você saiba o que eles são de uma maneira aprofundada. Pra isso, sugerimos que você leia o nosso artigo sobre a Lei de Estágio. Lá, tudo está bem explicadinho e há informações importantes, como as modalidades, direitos e deveres do estudante e muito mais.

Como funciona o estágio em Veterinária?

Agora, a gente fala especificamente sobre o estágio em Medicina Veterinária. Afinal, é pra isso que estamos aqui, né? A essa altura, você já está craque no conceito do que é essa atividade e, assim, dá pra seguir em frente sem maiores problemas.

A Medicina Veterinária é uma profissão bem complexa e rica. Ela funciona da mesma forma que a Medicina humana –– só que direcionada aos animais. Por isso, tem uma série de especialidades e nuances que, muitas vezes, a gente nem imagina caso não tenha um contato direto com o dia a dia desses profissionais.

O estágio, nesse caso, é feito em clínicas, hospitais e instituições variadas (ONGs, zoológicos, indústrias agropecuárias, fazendas, etc). O objetivo aqui é te treinar para o cotidiano profissional e te apresentar às diversas áreas possíveis, fazendo com que a escolha de um campo de atuação seja muito mais fácil.

Quais são as funções executadas pelo estagiário?

O estagiário é, na sua essência, um aprendiz. Por isso, ele não pode executar qualquer tipo de função que seja exclusiva do médico veterinário, a menos que esteja supervisionado durante os procedimentos liberados. Aqui, seu principal objetivo é observar e treinar quando for necessário.

De maneira geral, os estagiários auxiliam:

  • na anamnese: espécie de entrevista feita com o tutor sobre os sintomas e estilo de vida do animal;
  • no exame clínico: aferição de temperatura e pressão, apalpação, verificação de mucosas, entre outros;
  • no preenchimento de prontuários e receituários, com supervisão;
  • em pequenos procedimentos: coletas de sangue, auxílio na realização de ultrassonografias, citologias, aplicação de medicamentos, entre outros.

Qual é a importância dessa atividade para o estudante?

Como dá pra perceber, o período de estágio é muito precioso para o estudante de Medicina Veterinária. Aqui, você vai aprender a:

  • examinar os pacientes;
  • realizar pequenos procedimentos essenciais;
  • lidar com os tutores dos animais;
  • identificar e diagnosticar uma série de patologias;
  • ter uma visão mais clínica;
  • desenvolver uma série de habilidades exigidas pelo mercado;
  • ter mais inteligência emocional no trabalho;
  • melhorar o raciocínio lógico.

Além de tudo isso, os estágios são essenciais pra que você possa vivenciar o dia a dia de um médico veterinário e passear pelas mais diversas especialidades sem compromisso duradouro.

Em um mês, você pode estar numa clínica de atendimento exclusivo aos pequenos animais (cães e gatos). Pouco depois, é possível passar um tempo num ambiente que lida apenas com animais silvestres e assim por diante. Isso é fundamental pra que a escolha de sua área seja acertada no futuro!

Como escolher uma faculdade com um bom programa de estágios?

Agora que você já manja dos estágios em Medicina Veterinária, chegou o momento de a gente discutir um ponto indispensável: a escolha da melhor faculdade. Afinal, é importante que ela tenha um comprometimento com esse fator pra que tudo funcione certinho, né?

Se essa é uma prioridade pra você, estudar na faculdade Pitágoras é a escolha certa pra sua graduação. Aqui, é fácil saber como conseguir um estágio em Veterinária: basta contar com a ajuda com Canal Conecta, uma parceria da instituição pra que nossos alunos tenham acesso às melhores vagas do mercado. Quando chegar o tempo ideal, pode concorrer a oportunidades de emprego com média salarial de R$ 3.973,04*.

Além disso, o aluno Pitágoras conta com a ajuda de profissionais qualificados pra criar um plano de atividades de estágio baseado nas suas necessidades e preferências. A monitoria e os próprios professores são essenciais nesse processo de autoconhecimento e preparação profissional.

Gostou de saber mais sobre o estágio em Veterinária e toda a sua importância pra formação de novos profissionais da área? Agora, cabe a você escolher uma faculdade que possibilite o seu acesso às melhores vagas e traga oportunidades de aprendizado diferenciadas ao longo do curso!

Que tal considerar a Pitágoras nesse contexto? Não perca mais tempo e se inscreva agora mesmo para o nosso vestibular online!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.