Engenharia Mecânica: Saiba tudo sobre essa área da Engenharia!

Teste vocacional rápido

Uma das engenharias mais conhecidas é a Engenharia Mecânica. Nela, os profissionais vão atuar com máquinas e equipamentos, dando manutenção e aprimorando esses itens. É um curso que possui carga horária de 200 horas no estágio obrigatório do oitavo semestre. Essa graduação totaliza 5 anos de duração.

A Engenharia Mecânica é um curso de tipo bacharelado. Dessa maneira, oferece uma grande quantidade de matérias mais gerais e outras mais específicas dentro da área da mecânica. Por ser uma engenharia, possui disciplinas, como cálculo e física geral. Assim, mantém a correlação com algumas matérias de outras engenharias.

Como é o curso de Engenharia Mecânica?

O curso de Engenharia Mecânica possui matérias que vão formar um profissional capaz de manusear e direcionar a utilização de equipamentos hidráulicos, mecânicos e térmicos. Também, por meio de aulas práticas, o estudante irá desenvolver projetos de máquinas e conhecer como se dá esse desenvolvimento.

As aulas são apenas no módulo presencial, o que é fundamental para que os alunos aprendam as disciplinas, principalmente as que requerem aulas práticas. Mas na Pitágoras, ter aulas presenciais pode ser uma ótima ideia, já que é uma universidade que possui diversos polos e unidades. Com isso, você poderá encontrar uma unidade próxima de onde mora.

No curso de Engenharia Mecânica também existe o TCC, ou trabalho de conclusão de curso. É uma excelente oportunidade para colocar em prática o que se aprendeu durante a formação. Por isso, aproveite bastante essa chance, já que pode proporcionar certa experiência profissional. O TCC do curso de engenharia mecânica tem 140 horas de carga horária e é feito nos últimos semestres da graduação.

Como é a rotina do engenheiro mecânico?

Um engenheiro mecânico é alguém que deve gostar de mexer em máquinas e equipamentos. Portanto, o dia a dia desse profissional está muito ligado com a manutenção e a criação de novos produtos, projetos de mecânica em processos industriais, dentre outros. Dessa maneira, a rotina de um engenheiro mecânico está diretamente conectada com procedimentos junto às máquinas dentro de uma indústria ou empresa.

Por ser um engenheiro, o da área mecânica também poderá assinar relatórios de certificação, atuando em processos de controle de qualidade em determinado local. Grande empresas e indústrias estão sempre necessitando de controles de qualidade em seus processos internos e para isso um engenheiro mecânico pode trabalhar dentro desses processos, assinando a qualificação deles.

Outra maneira de atuar dentro da engenharia mecânica é sendo autônomo. Muitos engenheiros mecânicos apenas prestam serviços nas empresas e indústrias, sem a necessidade de contratação. Assim, é possível abrir a própria empresa de serviços de engenharia mecânica, podendo empreender nessa área.

Em quais áreas o engenheiro mecânico pode trabalhar?

Na Engenharia Mecânica, o profissional formado poderá trabalhar com todos os processos que envolvem a criação, execução, manuseio e manutenção de máquinas e equipamentos diversos. E, ainda, existem várias oportunidades para esse profissional dentro do mercado de trabalho. São inúmeras indústrias e grandes empresas contratando e necessitando do trabalho de um engenheiro mecânico.

Estando engajado com as novas tecnologias, um engenheiro mecânico poderá atuar no setor de máquinas e equipamentos industriais, na gestão de processos industriais, com pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, no controle de qualidade de processos e máquinas e no apoio para a área comercial com vendas técnicas.

Presencial, 100% EAD ou semipresencial: em qual vou me adaptar melhor?

Especializações na área de Engenharia Mecânica

Graduar-se em Engenharia Mecânica é sinônimo de estar entre os profissionais mais requisitados no mercado de trabalho. Porém, é sempre possível especializar-se mais e conseguir as melhores vagas. Por isso, um engenheiro mecânico pode buscar as melhores oportunidades especializando-se em alguma área específica.

As áreas mais comuns para a especialização dentro da engenharia mecânica são automação e controle, pneumática e hidráulica, mecânica fina e nanotecnologia, fontes de energia, térmica e fluidos, dentre outros. Além disso, pode existir a chance de realizar cursos extracurriculares, o que é essencial para manter o foco nos estudos e procurar noções mais específicas ainda.

Mercado de trabalho para o engenheiro mecânico

O mercado de trabalho para quem faz Engenharia Mecânica está cheio de oportunidades. Por ter grande demanda de empresas e indústrias, é uma das profissões mais procuradas pelos recrutadores. Havendo a chance de atuar como contratado ou prestador de serviços, um engenheiro mecânico vai encontrar o mercado de trabalho de portas abertas.

As vagas são mais ligadas a grandes centros industriais ou grandes cidades, que concentram a maior parte das indústrias e empresas. Por isso, esteja preparado para conquistar novos horizontes caso você more em um lugar menor. No campo da engenharia mecânica o aluno sai da faculdade com várias perspectivas e, como já dissemos, o mercado de trabalho está repleto de oportunidades.

Desde que seja possível especializar-se com cursos extracurriculares juntamente com o curso superior, é provável que o formado consiga as melhores vagas dentro do mercado de trabalho. Outro fator que poderá auxiliar para que o aluno saia da faculdade já empregado é o estágio. A realização do estágio pode fazer com que você seja efetivado após a conclusão do curso superior.

Quanto ganha um engenheiro mecânico?

O salário de um engenheiro mecânico pode variar de acordo com a sua experiência e se possui alguma especialização. De acordo com o site salario.com.br, que faz um levantamento dos rendimentos dos trabalhadores em todo o país, o salário médio de um engenheiro mecânico é de R$ 8.432,28.

As cidades que oferecem as melhores remunerações são:

  • Rio de Janeiro (RJ), com média de R$ 10.373,24;
  • Belo Horizonte (MG), com média de R$ 10.262,21;
  • São Bernardo do Campo (SP), com média de R$ 9.028,13;
  • São Paulo (SP), com média de R$ 8.900,89;
  • Macaé (RJ), com média de R$ 8.690,19.

O futuro para a Engenharia Mecânica

A inovação em novas tecnologias tem afetado positivamente várias áreas. E, principalmente, os ramos das engenharias, como é o caso da engenharia mecânica. Por essa razão, o futuro para esse campo de atuação é promissor. Cada vez mais, as indústrias e grandes empresas vão precisar de profissionais que garantam o bom funcionamento de seus processos em máquinas e equipamentos.

Futuramente, os processos industriais estarão mais robotizados ainda, o que demandará dos profissionais de engenharia mecânica o trabalho nesses setores. Assim, dependerá desses profissionais o bom andamento e a boa execução dos processos internos que compõem máquinas e equipamentos diversos. 

A Pitágoras te ajuda a se tornar um engenheiro mecânico

Por ser um grande centro universitário, a Pitágoras investe pesado em infraestrutura e em um corpo docente qualificado, de mestres e doutores. Ainda, espaços de laboratório para aulas práticas de última geração. Também, os alunos têm acesso a uma plataforma de ensino digital de ponta, que complementa os estudos dentro da faculdade. Por isso, estar na Pitágoras é viver um universo de possibilidades. Clique aqui para inscrever-se agora mesmo no curso de engenharia mecânica.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 6

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Prouni, FIES, crédito estudantil ou bolsa privada: qual a melhor opção para mim?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.