Quais os setores de atividade de Engenharia Elétrica?

engenharia elétrica setores de atividade

Teste Vocacional Rápido

Você consegue imaginar indústrias que não necessitem de energia elétrica hoje? A resposta é: não! Desde a têxtil até a tecnologia, como aeronaves e satélites, todos os segmentos dependem dela. Por ser um ramo bastante valorizado, é importante conhecer quais são os setores de atividade da Engenharia Elétrica.

Essa graduação, que forma pessoas especialistas em sistemas de distribuição e geração de energia elétrica, é bastante versátil. Ela encontra aderência em muitos segmentos e setores da sociedade. Além disso, por ser uma área valorizada, o salário é atrativo, com uma média de R$ 7.942,74* para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais — nada mal, né?

Se você deseja saber onde um engenheiro eletricista pode trabalhar, não perca o nosso post. Conheça os setores de atividade pra quem se forma no curso de Engenharia Elétrica!

Quais são as áreas de atuação de Engenharia Elétrica?

Por ser uma profissão muito em alta e com ótimos salários, a Engenharia Elétrica conta com várias especialidades que o formado pode seguir. Confira, a seguir, quais são.

Telecomunicações

O campo das telecomunicações é uma área muito fértil para o engenheiro eletricista, que é responsável por instalar, configurar, fazer testes e manutenção em sistemas de telecomunicações. Os profissionais devem lidar com redes de telefonia e internet e comunicação por satélite, por exemplo.

Nesse ramo, esse tipo de engenheiro encontra boas oportunidades em grandes empresas de telecomunicações, começando pelas vagas de trainee. Esses programas duram cerca de 2 anos e, durante esse tempo, o recém-formado adquire uma vasta experiência na instituição.

Essa experiência é conhecida por ser muito imersiva e proveitosa, além de proporcionar bons salários para o engenheiro eletricista. Após o período no programa, é comum que o profissional seja encaminhado pra altos cargos de gerência e liderança.

Automação industrial

Outra especialidade da Engenharia Elétrica é a automação industrial. Nesse caso, os profissionais trabalham ao lado de outras engenharias, como a Elétrica e a Mecânica, pra instalar, criar e planejar sistemas elétricos que possibilitem a automação na indústria.

O engenheiro eletricista é muito importante pra essa área e pra gestão de produção industrial, pois ele realiza todo o processo de construção de sistemas elétricos que permitem que esses aparelhos funcionem.

Além das indústrias e fábricas, os profissionais podem ser contratados por empresas de automação pra cuidar da manutenção preventiva de máquinas ou do fornecimento da quantidade de energia ideal para uma instalação industrial.

Eletroeletrônica

O bom funcionamento de equipamentos depende do desenvolvimento de componentes e sistemas eletrônicos. Assim, o engenheiro eletricista é o grande responsável por criar e manter os componentes eletrônicos e de hardwares.

Além dos campos mais comuns, como indústrias, empresas de eletrodomésticos e operadoras telefônicas, esse profissional atua na criação de aparelhos de mediação utilizados pelas outras Engenharias e por várias profissões.

Instalação de sistemas elétricos

A criação de projetos de manutenção e instalação de redes elétricas são atividades muito fortes desses profissionais. O mercado de trabalho de Engenharia Elétrica dessa área está em constante expansão, e os engenheiros podem trabalhar nos vários tipos de sistemas construtivos –– o que inclui rodovias, pontes, ruas, hospitais, prédios, estabelecimentos comerciais, residências etc.

Essa é uma alternativa para o profissional que une a inovação em sistemas e equipamentos à instalação elétrica predial.

Biomedicina

Sabia que o engenheiro eletricista também pode atuar na área da saúde? Nessa especialidade, a sua atuação está diretamente ligada à construção e projeção de equipamentos biomédicos, além de auxiliar laboratórios, clínicas e hospitais que necessitem de equipamentos médicos.

Desenvolvimento sustentável

Uma possibilidade de atuação promissora para o engenheiro eletricista se relaciona com o desenvolvimento sustentável. Essa é uma grande preocupação em vários setores da nossa sociedade. Portanto, há uma alta demanda por profissionais aptos a criarem projetos de desenvolvimento e pesquisa de fontes de energia renováveis e de eficiência energética.

Quem deseja seguir nesse ramo, pode complementar o estudo com um Tecnólogo em Gestão Ambiental, por exemplo. Esse curso superior é mais rápido do que o Bacharelado e pode auxiliar os estudantes a terem uma formação aprofundada.

Como é o curso de Engenharia Elétrica?

O curso de Engenharia Elétrica da Pitágoras é do tipo Bacharelado e dura 5 anos, podendo ser feita nas modalidades de ensino presencial e semipresencial. Na primeira, você frequenta as aulas em uma unidade de ensino, onde aproveita o convívio com a turma e o suporte dos professores, além de toda a infraestrutura pra realizar as atividades teóricas e aulas práticas.

Já o segundo é uma metodologia flexível, desenvolvida pra proporcionar um ensino autônomo e dinâmico, com atividades e aulas interativas aplicadas em ambiente virtual. A graduação te prepara pra atuar em projetos na área da eletrônica, além de coordenar e supervisionar estudos pra transmissão, distribuição e geração de energia elétrica.

Pra isso, você aprende a aplicar os princípios da Faculdade de Exatas e da Física na elaboração desses projetos voltados para o eletromagnetismo e a eletricidade. Em relação à grade curricular, no princípio, as disciplinas estudadas são básicas de um curso de Engenharia, como probabilidade, estatística, cálculo, desenho técnico etc.

Após esse período, você vai ter base suficiente pra iniciar as aulas práticas em laboratório. As principais matérias estudadas são:

  • Eletrônica e circuitos de potência;
  • Automação de processos industriais;
  • Instalações elétricas;
  • Máquinas elétricas avançadas;
  • Eficiência energética e qualidade de energia;
  • Materiais e instrumentação eletroeletrônica.

Sabia que aqui na Pitágoras você aprende tudo isso e muito mais com professores altamente capacitados e atuantes no mercado de trabalho? Pois é! As nossas salas de aulas são amplas e os laboratórios são de ponta, e o aluno encontra toda a infraestrutura necessária pra realização da prática.

💻 Engenharia Elétrica EAD ou presencial? Faça o nosso teste e descubra qual a melhor modalidade para você!

Além disso, temos vários diferenciais, como formas de ingresso facilitadas, bolsa de estudos e um portal exclusivo e gratuito de vagas de emprego — Canal Conecta.

Agora é com você!

Como você já conhece os setores de atividade da Engenharia Elétrica, opte por estudar em uma faculdade reconhecida, com professores capacitados e laboratórios modernos. Com isso, você conquista as melhores vagas no mercado de trabalho!

Gostou deste texto e quer estudar em uma faculdade que valoriza o conhecimento e os alunos? Então, inscreva-se no vestibular Pitágoras!

*CAGED. Dados sujeitos a alteração.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.