Descubra o salário do profissional de Engenharia Elétrica

engenharia elétrica

Assim como outros tipos de Engenharia, a profissão do engenheiro eletricista está entre as mais bem-pagas do Brasil. A remuneração varia de acordo com o grau de conhecimento, mas se você está se perguntando: “na Engenharia Elétrica, quanto se ganha?”, saiba que a média salarial é de R$ 8,5 mil*. Nada mal, não é?

Sem contar que a área é bem versátil, já que o profissional pode atuar em usinas, empresas de telecomunicação, construtoras ou até mesmo em indústrias. Afinal, não dá pra imaginar uma indústria que não precise de energia elétrica, concorda? 

Desde a área têxtil até a alta tecnologia — satélites e aeronaves —, todos os setores dependem dela. Por ser um dos segmentos mais valorizados, o salário em Engenharia Elétrica é atrativo, e o profissional conta com diversas oportunidades. 

Vamos ver quanto ganha um engenheiro eletricista em diversas situações da carreira? Continue a leitura e confira!

Quanto ganha um engenheiro eletricista?

Pra atuar como engenheiro eletricista, você pode buscar a capacitação necessária por meio do curso de Engenharia Elétrica da Pitágoras. O Bacharelado prepara o profissional pra entender o funcionamento dos sistemas que geram e distribuem energia, incluindo todas as etapas: planejamento, implantação e monitoramento.

Além disso, o conhecimento se estende para os estudos de viabilidade técnica e econômica de projetos, vistorias, perícias e avaliações. Depois de se formar, o próximo passo é tirar o seu registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

Com o registro em dia, pode começar a atuar e aproveitar os bons salários da área! Como você viu, a média salarial é de R$ 8,5 mil*, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo CAGED) e do e-Social, compilados pelo portal Salário.

E o melhor de tudo é que a área está com tudo! Ainda de acordo com esse levantamento, no ano de 2020 houve um aumento de mais de 18% no número de contratações de engenheiros eletricistas, percentual que segue na contramão da crise ocasionada pela pandemia de Covid-19. 

Isso é um bom termômetro da relevância dessa profissão. Agora que apresentamos brevemente a área, vamos destrinchar o assunto da remuneração? Confira quais são as médias salariais por área, região e momento da carreira pra que você comece a planejar a sua independência financeira!

Quanto ganha um engenheiro eletricista por área?

Em relação às áreas de atuação, a remuneração mais atrativa é do segmento de geração de energia elétrica, com médias salariais de R$ 12 mil. Essa área é seguida de perto pela transmissão de energia elétrica, com R$ 10,8 mil*. 

Podemos incluir também as atividades de consultoria em gestão empresarial, em que as médias salariais dos profissionais ficam em torno de R$ 10 mil*. Entre outros setores, do mais alto até o mais baixo salário, estão:

  • administração de obras — R$ 9,5 mil*;
  • distribuição de energia elétrica — R$ 8,5 mil*;
  • serviços de engenharia — R$ 8,4 mil*;
  • construção de estações e redes de distribuição — R$ 7,1 mil*;
  • construção de edifícios — R$ 6,8 mil*;
  • fabricação de aparelhos e equipamentos pra controle de energia elétrica — R$ 5,5 mil*;
  • instalação e manutenção elétrica — R$ 5,3 mil*.

Quanto ganha um engenheiro eletricista por região?

Os salários também podem variar bastante conforme a localidade, viu? Entre as cidades brasileiras com os melhores salários estão Jundiaí (SP), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Recife (PE) e Rio de Janeiro (RJ). 

Já quando comparamos os estados, o Rio de Janeiro aparece em primeiro lugar. Veja só quais são as médias salariais, da maior pra menor, nos estados brasileiros:

  • Rio de Janeiro — R$ 10,2 mil*;
  • Amapá— R$ 8,7 mil*;
  • Pernambuco — R$ 8,5 mil*;
  • Rio Grande do Norte— R$ 8,5 mil*;
  • São Paulo — R$ 8,4 mil*;
  • Distrito Federal— R$ 8 mil*;
  • Espírito Santo— R$ 7,9 mil*;
  • Pará— R$ 7,9 mil*;
  • Minas Gerais — R$ 7,8 mil*;
  • Amazonas— R$ 7,5 mil*;
  • Ceará— R$ 7,5 mil*;
  • Maranhão— R$ 7,5 mil*;
  • Sergipe — R$ 7,5 mil*;
  • Alagoas — R$ 7,4 mil*;
  • Bahia— R$ 7,2 mil*;
  • Roraima— R$ 7,1 mil*;
  • Santa Catarina — R$ 6,9 mil*;
  • Acre— R$ 6,8 mil*;
  • Rondônia— R$ 6,8 mil*;
  • Paraná— R$ 6,7 mil*;
  • Paraíba— R$ 6,4 mil*;
  • Rio Grande do Sul— R$ 6,4 mil*;
  • Piauí— R$ 6,2 mil*;
  • Tocantins— R$ 5,3 mil*;
  • Goiás— R$ 5 mil*;
  • Mato Grosso do Sul— R$ 5 mil*;
  • Mato Grosso— R$ 4,4 mil*.

Como funciona a progressão de carreira na Engenharia Elétrica?

Assim, como ocorre em outros tipos de Engenharia, os valores pagos variam de acordo com o nível de escolaridade e a experiência do profissional. Ou seja, quanto mais qualificação você tiver, maior é o salário. Acompanhe!

Estágio

De acordo com o portal de vagas Indeed, o salário médio de estagiários de Engenharia Elétrica no Brasil é de R$ 1.127*. A estimativa foi calculada a partir de dados coletados nos próprios anúncios da plataforma, nos últimos 36 meses. Já no site Vagas, o valor varia de R$ 968 até R$ 1.705*.

O estágio é a porta de entrada no mercado de trabalho, enquanto você se prepara pra evoluir na carreira com a profissão escolhida. É o momento de ganhar experiência e colocar em prática tudo o que é ensinado na sala de aula.

Teste Vocacional Rápido

Trainee

Já pensou na possibilidade de atuar como trainee? Outra porta de entrada no mercado de trabalho pra recém-formados, esse tipo de vaga acompanha o desenvolvimento de projetos, circuitos, instalações e manutenções em grandes empresas de Engenharia Elétrica ou de outros setores.

Enquanto aprimora seu conhecimento sobre o negócio e adquire uma visão macro da área, o profissional se prepara pra ocupar cargos mais altos. Segundo dados da Catho, a média salarial no Brasil é de R$ 3.590. O site Vagas traz uma variação um pouco maior, que vai de R$ 1.921 até R$ 4.180.

Recém-formados

Entre os cursos de Exatas, a faculdade de Engenharia Elétrica é uma das mais procuradas. A média salarial da Engenharia Elétrica está entre as maiores do Brasil, inclusive pra novos profissionais. Segundo o portal Salário, pra uma jornada de trabalho de 42 horas semanais, o engenheiro eletricista recém-formado ganha quase R$ 6 mil*.

Cargos de liderança

Pra quem busca crescimento profissional, o auge vem com os cargos de liderança, não é? Além de novos desafios e a possibilidade de gerenciar equipes, a remuneração é um dos principais benefícios. Pra conquistar uma posição alta, dois fatores são considerados: a experiência adquirida e o porte da empresa.

Como base, vamos utilizar o Guia Salarial 2020 da consultoria Robert Half. A estimativa de faixas salariais pra engenheiros eletricistas avaliou os setores de Engenharia, Óleo e Gás e Tecnologia da Informação (TI) em grandes corporações.

Confira a remuneração para os profissionais com 6 a 9 anos de experiência!

Engenharia

  • Gerência de Produção R$ 9 mil a R$ 22 mil*;
  • Direção de Supply Chain R$ 24 mil a R$ 40 mil*;
  • Direção de Operações/Industrial R$ 25 mil a R$ 40 mil*.

Óleo e Gás

  • Engenharia de Serviços R$ 11 mil a R$ 15 mil*;
  • Gerência de Operações R$ 26 mil a R$ 32 mil*;
  • Gerência de Engenharia R$ 22,5 mil a R$ 27 mil*.

Tecnologia da Informação (TI)

  • Direção de TI/CIO R$ 26,5 mil a R$ 40 mil*;
  • Gerência de Infraestrutura/Telecom R$ 17 mil a R$ 26 mil*;
  • Gerência de Serviços/Operações R$ 15,5 mil a R$ 23 mil*.

A evolução de salários mostra que, quanto mais você se capacitar e se dedicar, maiores serão os seus ganhos. A área de Engenharia Elétrica é cheia de oportunidades e conta com grandes chances de crescimento pra quem busca qualificação profissional.

E os salários pra cargos públicos?

Por fim, prestar um concurso pra construir a carreira pública é outra opção interessante para os engenheiros eletricistas. Ainda de acordo com o portal Salário, a média de rendimentos nesse setor é de R$ 7,7 mil, cerca de 3% menor do que a média no setor privado.

Apesar disso, vale lembrar que o salário varia muito conforme a função do servidor público e o nível de escolaridade do profissional. Sem contar que o cargo público conta com diversos atrativos além do salário, como a estabilidade e os benefícios diferenciados.

Como se capacitar para as melhores oportunidades?

Como você viu, nível de escolaridade influencia a média salarial do engenheiro eletricista. Por isso, a melhor forma de se capacitar é investir em conhecimento. É essencial procurar uma faculdade de qualidade pra impactar de modo positivo o seu currículo. Você pode contar com a Pitágoras pra se especializar na área!

Todos os cursos, inclusive o da Engenharia, alternam entre a teoria ensinada em sala de aula e a prática para o mercado. Você ainda pode escolher o semipresencial pra ter mais flexibilidade na rotina e planejar os estudos de acordo com os seus horários — trata-se da modalidade de ensino a distância, com atividades presenciais.

Além disso, pode ter a certeza de contar com uma graduação de qualidade, com corpo docente altamente capacitado e toda a infraestrutura necessária pra sua formação. Outra vantagem para os nossos alunos é o Canal Conecta, nosso portal exclusivo com as melhores vagas do mercado de trabalho. 

Aproveite os bons salários da área!

Diante dessa leitura, você já tem a resposta pra pergunta: profissional da Engenharia Elétrica, quanto ganha? E não poderia ser mais animador, não é? Os salários são bons até pra quem está no início da carreira. Se a tendência é evoluir com o tempo e a experiência, os ganhos também sobem na mesma proporção da sua capacitação.

Que tal dar o primeiro passo? É fácil: faça já a sua inscrição no vestibular da Pitágoras e comece sua carreira em Engenharia Elétrica!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.