engenharia elétrica o que faz

Afinal, o que faz um formado em Engenharia Elétrica?

Escolher uma graduação é o ponto de partida pra dar início à carreira profissional, né? Se você se interessa pela área de tecnologia e Exatas, uma boa opção é optar pelo curso de Engenharia Elétrica. Ele é do tipo Bacharelado e dura cerca de 5 anos, tendo o objetivo de formar pessoas aptas pra levar energia elétrica a toda população com qualidade.

Mas, afinal, o que faz o profissional de Engenharia Elétrica? Quem é formado nesse ramo encontra um mercado de trabalho muito aquecido, podendo atuar no desenvolvimento de circuitos elétricos e na fabricação de equipamentos.

E aí, ficou interessado? Quer saber como é a profissão de Engenharia Elétrica? Então, não perca o nosso post. Boa leitura!

O que faz um engenheiro eletricista?

Se você quer entender tudo sobre o curso de Engenharia Elétrica, saiba que a graduação dá ênfase à base teórica da faculdade de Exatas com o estudo sobre Eletromagnetismo, Eletrônica e Eletricidade. Após a formação, ele pode atuar em várias áreas como distribuição, geração e transmissão de energia, controle a automação, indústria eletrônica etc.

O engenheiro eletricista tem um papel fundamental para que o mundo moderno funcione — e não é exagero dizer isso. Ele é uma peça chave na construção civil, já que assegura que o projeto luminotécnico elaborado pelo arquiteto seja seguido.

Desse modo, ele garante a segura e correta utilização da energia elétrica em centros comerciais, estabelecimentos e imóveis residenciais. Além disso, trabalha ativamente nas indústrias de vários segmentos, como a automotiva, de produção têxtil e metalúrgica.

Neles, os profissionais desenvolvem as máquinas elétricas essenciais pra otimização do trabalho interno de confecção de peças. Resumindo: existem várias atribuições da Engenharia Elétrica e a carreira é rica em possibilidades, o que permite que os recém-formados encontrem empregos nos diversos setores e para as mais variadas atividades.

💻 Engenharia Elétrica EAD ou presencial? Faça o nosso teste e descubra qual a melhor modalidade para você!

Como está o mercado de trabalho na área?

A Engenharia Elétrica é um ramo com diversas possibilidades, além de ser uma das profissões em alta. Por essa razão, o mercado está sempre aquecido, necessitando de bons profissionais, ainda mais quando se pensa na necessidade e no avanço da rede de internet móvel.

As indústrias de telecomunicações são grandes potências econômicas devido ao grande lançamento de aparelhos ao ano. Isso inclui as atualizações constantes dos sistemas operacionais dos smartphones.

Além disso, outro fator que contribui para o crescimento do mercado de Engenharia Elétrica é a sustentabilidade, já que as indústrias se preocupam cada vez mais em explorar fontes alternativas de energia renováveis.

Assim, pra desenvolver os serviços, a demanda por esse tipo de engenheiro só aumenta, permitindo aos profissionais uma visão mais ampla de quais oportunidades e funções que eles terão ao assumir o cargo pretendido.

Quais são as principais áreas de atuação?

Existem diversas áreas da Engenharia Elétrica em que os profissionais podem atuar. Quer saber quais são? Então, veja a seguir.

Telecomunicações

A área de telecomunicações gera grandes oportunidades de emprego para o engenheiro eletricista. A grande presença de redes de internet e telefonia móvel pelo país impactou diretamente o aumento de vagas em empresas do ramo. Nesse caso, os profissionais são responsáveis pelo desenvolvimento de redes de equipamentos e transmissão pra estabelecer a comunicação em rede.

Eletrotécnica

Quem tem interesse por processos relacionados com eletricidade pode encontrar um bom caminho na eletrotécnica. Esse ramo é direcionado pra conservação e criação de sistemas elétricos nas redes de distribuição de energia, além das usinas.

A área envolve também a especificação de projetos, transformadores, motores e geradores de instalações elétricas. Essa especialidade mais técnica é ideal pra quem se interessa em estudar os fenômenos físicos.

Engenharia Biomédica

Sabia que o engenheiro eletricista também pode atuar na área da saúde? Pois é! Nesse ramo, a sua atuação principal está ligada à construção e projeção de equipamentos biomédicos, além de auxiliar hospitais, laboratórios e clínicas que precisam de equipamentos médicos pra criação de vacinas e realização de cirurgias.

Como deve ser o perfil desse tipo de profissional?

Pra ser um engenheiro eletricista de sucesso, é importante ir além da habilidade de resolver problemas envolvendo matemática e fórmulas. É necessário desenvolver a capacidade de trabalhar de modo programado e metódico, já que você pode supervisionar e comandar a realização de projetos que precisam cumprir com orçamento estimado, prazo, equipamento disponível, entre outros.

Outro ponto fundamental é saber desenvolver a inteligência interpessoal, que é a habilidade de se relacionar com outras pessoas. Afinal, o engenheiro costuma trabalhar não só com os colegas de profissão, mas também com profissionais de outros ramos.

Além disso, respeitar as normas é essencial, principalmente aquelas que envolvem a segurança do trabalho. Basta lembrar que provavelmente você atuará com a manipulação da energia elétrica de maneira contínua, o que requer atenção e cuidado redobrado.

Tudo isso pode ser desenvolvido durante a graduação. Para isso, é fundamental optar por uma faculdade de qualidade e que se preocupe com a formação dos alunos.

Qual é a média salarial?

O salário do profissional de Engenharia Elétrica é de R$ 7.942,74* para uma jornada de trabalho de 41 horas semanais — muito bom, né? A faixa salarial do engenheiro eletricista fica entre R$ 7.249,25* e R$ 8.500,00*. Já o teto salarial pode chegar a R$ 16.057,53*.

As cidades com os melhores salários são:

  • Rio de Janeiro: R$ 10.848,67*;
  • Campinas: R$ 9.688,09*;
  • São Paulo: R$ 9.269,85*;
  • Belo Horizonte: R$ 9.211,92*.

Pra conquistar as melhores vagas no mercado de trabalho e bons salários, é muito importante optar por estudar em uma faculdade de qualidade. Aqui na Pitágoras, você encontrará um corpo docente preparado que poderá ensinar na prática tudo sobre o curso de Engenharia Elétrica.

Além disso, a nossa instituição de ensino conta com alguns pontos interessantes, como formas de ingresso facilitadas, laboratórios modernos para a realização das aulas práticas e outros diferenciais, como o Canal Conecta –– portal exclusivo de vagas de emprego, que faz a conexão entre você e as melhores empresas da região.

Agora é com você!

Como você já sabe o que faz o profissional de Engenharia Elétrica, chegou a hora de pesquisar mais sobre o curso para conhecer todos os seus diferenciais. Além disso, estude em uma instituição de ensino de qualidade e que tenha professores capacitados e preparados.

Gostou deste texto e quer estudar em uma faculdade que valoriza o conhecimento e os alunos? Então, inscreva-se no vestibular Pitágoras!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.