Quantos anos dura o curso de Engenharia de Produção?

engenharia de produção quantos anos

Teste Vocacional Rápido

O campo da Engenharia de Produção é muito valorizado no mercado e traz ótimas oportunidades de trabalho. Ele serve pra aperfeiçoar os processos e garantir a qualidade dos produtos em todos os setores da sociedade.

O curso de Engenharia de Produção, que dura em média 5 anos, busca formar profissionais capazes de melhorar a organização das empresas onde atuam. Pra isso, frequentar uma boa graduação em Engenharia de Produção é algo essencial.

Neste post, você entende melhor a duração da faculdade de Engenharia de Produção e descobre de que modo ela funciona. Leia e planeje um futuro profissional de sucesso!

Veja quanto tempo dura o curso de Engenharia de Produção?

O curso de Engenharia de Produção dura quantos anos? A resposta é 5 anos, divididos em 10 semestres. Ao longo desse período, o estudante tem contatos com os principais conhecimentos gerais e específicos da área.

O curso da Pitágoras é oferecido em duas modalidades básicas: a presencial e a semipresencial. A primeira oferece ao aluno o modelo de formação tradicional, com visitas frequentes ao campus. A segunda é uma ótima opção para quem busca flexibilidade, sem deixar de lado a essencial qualidade do ensino.

Na Engenharia de Produção semipresencial, modalidade a distância com atividades presenciais, parte da carga horária é cumprida no formato EAD. Por meio de materiais didáticos digitais e web-aulas, o estudante acompanha os conteúdos de qualquer lugar e dinamiza seu processo de aprendizado.

As Disciplinas Interativas (DIs) auxiliam o estudante a encarar com firmeza a realidade do mercado de trabalho. Ele tem a chance de dominar as tecnologias mais atuais, por meio de treinamentos e apresentações especializados.

Nos dois modelos, a Pitágoras garante uma preparação impecável, com aulas e atividades cuidadosamente planejadas. O aluno tem acesso a salas multimídia, laboratórios especializados e bibliotecas com excelentes acervos.

Algumas pessoas costumam se perguntar se é possível encurtar a graduação por causa do formato EAD. A resposta mais simples pra essa pergunta é não: não é possível abreviar a duração do curso de Engenharia de Produção.

A carga horária dos dois modelos, presencial e semipresencial, é definida rigorosamente pelo MEC. O curso da Pitágoras tem alto padrão de qualidade e atende a todos os requisitos oficiais e prepara o estudante pra se destacar na profissão. Por isso, a duração básica não varia.

No máximo, o aluno pode conseguir validar créditos feitos em outro curso ou adiantar matérias. Mas mesmo essa segunda opção não é recomendada, pois é importante atravessar no tempo certo todas as etapas previstas na grade curricular.

Quais são as principais matérias estudadas no curso de Engenharia de Produção?

O curso de Engenharia de Produção da Pitágoras tem uma grade curricular completa. Nela, o aluno recebe todo o acompanhamento necessário para fortalecer seu conhecimento e treinar suas habilidades profissionais.

As matérias de Engenharia de Produção estão divididas em 3 grupos: “Bases para Engenharia”, “Formando o Engenheiro” e “Preparando para o Futuro”. Eles aliam os saberes das Engenharias com as técnicas de gestão ligadas ao campo da produção. Acompanhe:

  • Bases para Engenharia: no primeiro conjunto, o estudante terá contato com aspectos básicos da Engenharia. São matérias como Cálculo Diferencial e Integral, Algoritmos e Lógica de Programação e Princípios de Eletricidade e Magnetismo. Elas costumam ser válidas para todos os tipos de Engenharia;
  • Formando o Engenheiro: no segundo conjunto, o aluno aprofunda em aspectos específicos da Engenharia que se conectam à realidade da profissão. São matérias como Análise de Custos, Cálculo Numérico, Logística Empresarial e Engenharia de Tráfego, Processos de Fabricação e Resistência dos Materiais;
  • Preparando para o Futuro: no terceiro conjunto, o profissional mergulha no campo especializado da produção. São matérias como Controle e Automação de Processos Industriais, Desenvolvimento de Produto, Gestão da Produção e Planejamento, Programação e Controle de Produção.

Tenha em mente que a teoria é exercitada em atividades práticas, pra aperfeiçoar as habilidades esperadas pelo mercado. Como você já sabe, a formação é complementada por estágios curriculares que auxiliam na inserção profissional.

Como o conjunto das matérias mostra, o aluno da Pitágoras recebe uma formação impecável pra ter sucesso na área. Boa parte do foco está nas novas práticas e tecnologias, um aspecto obrigatório para o setor hoje.

Quanto custa, em média, o curso de Engenharia de Produção?

Agora que você sabe melhor o que é Engenharia de Produção na faculdade, é hora de falar sobre o preço do curso. A graduação em Engenharia de Produção tem mensalidade a partir de R$399,00*. Esse valor inclui uma infraestrutura de primeira, que favorece o aprendizado e a experiência profissional.

Na Pitágoras, o aluno encontra um curso de alta qualidade a um custo acessível. Com os horários flexíveis da modalidade semipresencial, ele pode assimilar os melhores conhecimentos para crescer profissionalmente.

Além disso, há margem para se negociar as condições de pagamento e obter descontos. Os tipos de desconto são vários e permitem satisfazer as necessidades de cada aluno.

No curso de Engenharia de Produção, o aluno pode exercitar suas habilidades em estágios e outras experiências propostas na faculdade. A teoria está sempre aliada com a prática, permitindo ao aluno descobrir um caminho personalizado para si.

Ele tem acesso ainda ao Canal Conecta, uma plataforma exclusiva para se encontrar as melhores chances de empregos e estágios. A Pitágoras fornece apoio integral pra você obter seu diploma de Engenharia de Produção e alcançar sucesso profissional.

Como é o mercado de trabalho para o segmento da Engenharia de Produção?

O engenheiro de produção é um profissional precioso no mercado de trabalho. Uma prova disso é que a remuneração da área fica na faixa de R$ 7.789,54*, bem acima da média salarial brasileira.

O mundo atual passa por mudanças que demandam alguém com visão ampla, capaz de fortalecer os processos de produção e superar desafios. O engenheiro de produção ajuda a tornar as atividades industriais mais eficazes e econômicas.

Sua atuação costuma reduzir custos e aumentar a produtividade. Por esse motivo, há sempre vagas pra ele nas melhores empresas. Na hora do vestibular, muita gente até chega a ficar na dúvida entre Administração ou Engenharia de Produção. Mas saiba que terá boas oportunidades se escolher a segunda opção.

As oportunidades do mercado de trabalho de Engenharia de Produção são um verdadeiro convite pra se matricular no curso. Além disso, pra obter as melhores posições, escolha sempre uma instituição de excelência. O profissional que se forma nas melhores faculdades de Engenharia de Produção será sempre requisitado.

Agora é com você!

Então, gostou de conhecer as vantagens da graduação em Engenharia de Produção? Não perca tempo e inscreva-se já no no vestibular da Pitágoras! Vem construir uma carreira promissora com a gente!

*Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.