Engenharia da Computação ou Engenharia Mecânica? O que fazer?

estudante pensando entre engenharia de computação ou engenharia mecânica

Quem está terminando o ensino médio e quer ingressar em uma faculdade, saiba que estudar Engenharia pode ser uma ótima opção. Inclusive, essa é uma decisão muito comum pra quem gosta da área de Exatas. Mas você sabe quais são as diferenças entre Engenharia da Computação e Engenharia Mecânica?

Nesses dois cursos, existem disciplinas que preparam os alunos tecnicamente, favorecem o conhecimento científico e estimulam a criatividade. O mercado de trabalho também é muito promissor: os campos apresentam boas oportunidades de emprego e salários promissores.

E aí, ficou interessado? Quer saber qual é a diferença entre Engenharia Mecânica e Computação? Então, não perca o nosso post!

Engenharia da Computação

O curso de Engenharia da Computação aqui da Pitágoras é do tipo Bacharelado e dura 5 anos. A graduação ajuda os estudantes a serem profissionais modernos, que estarão em linha com as ferramentas e tecnologias mais modernas do mercado em relação a banco de dados, redes, automação industrial, sistemas digitais e computacionais.

Além da formação específica, o curso tem o objetivo de desenvolver profissionais com perfil generalista. Eles atuam com responsabilidade e ética, principalmente no que se refere à resolução de problemas e segurança da informação.

Ao longo da graduação, os alunos terão aulas teóricas e práticas, principalmente na elaboração de projetos que possam ser aplicados na rotina das empresas. A carga horária necessária pra obter o diploma é de 3.600 horas, e a grade curricular da faculdade de Engenharia da Computação é parecida com as das outras Engenharias. Já as disciplinas específicas do curso incluem:

  • Lógica e matemática computacional;
  • Rede de computadores;
  • Sistemas operacionais;
  • Algoritmos e estrutura de dados;
  • Métodos matemáticos.

Atividades desenvolvidas

No dia a dia de trabalho, esse tipo de engenheiro constrói, cria e planeja software e hardware. O primeiro engloba as soluções digitais, ou seja, programas que possibilitam as ações nas máquinas. Já o segundo é a parte física dos equipamentos, composta por circuitos e placas.

Assim, o profissional pode atuar no desenvolvimento de aplicativos e software, na automação industrial, com robótica, na criação de hardware e também na gerência, coordenando equipes.

Áreas de atuação

Existem várias possibilidades de atuação na Engenharia de Computação. Afinal, o curso é uma das profissões em alta na área de TI, e não faltam possibilidades de atividades! O legal é que, pra cada uma delas, é possível desenvolver um trabalho diferente, se especializar de uma forma e se sentir bem satisfeito com a carreira.

As principais áreas são:

  • automação industrial e robótica;
  • desenvolvimento de software e aplicativos;
  • marketing e vendas;
  • gerenciamento de redes;
  • carreira acadêmica.

Mercado de trabalho

O setor da Engenharia da Computação está em pleno crescimento e é muito atrativo tanto para o profissional recém-formado quanto para o mais experiente.

Como a tecnologia é usada em vários setores da economia, a demanda por esses engenheiros não para de crescer — existem vagas pra atuar no comércio, na indústria, no ramo de serviços startups etc.

Quem se formar na Pitágoras não vai ter muita dificuldade na busca por um emprego. Aqui é possível encontrar professores altamente capacitados e atuantes no mercado. Além disso, você aprende na prática tudo sobre a profissão, com laboratórios modernos e de ponta.

O salário médio de um engenheiro da computação é de R$ 8.903,07* pra uma jornada de trabalho de 41 horas semanais. Os ramos de atuação com os melhores pagamentos são cargos de direção e gerência, segurança da informação, consultoria de sistemas e Big Data.

Engenharia Mecânica

O curso de Engenharia Mecânica também é do tipo Bacharelado e pode ser feito nas modalidades de ensino presencial e semipresencial. A graduação te prepara pra prestar serviços de consultoria em mecânica e desenvolver projetos, estando apto a coordenar e manusear o uso de equipamentos térmicos, mecânicos e hidráulicos.

A faculdade de Engenharia Mecânica da Pitágoras também fornece o conhecimento necessário pra que você seja capaz de atuar no desenvolvimento de vários tipos de máquinas e em projetos de diversos segmentos, desde a indústria de base até a de alimentos.

A grade curricular apresenta matérias básicas, como Álgebra e Geometria Analítica, geralmente concentradas nos primeiros semestres. Os cálculos de Engenharia Mecânica são aqueles vistos em outros cursos da faculdade de Exatas e têm o objetivo de resolver os desafios do dia a dia, além de potencializar o funcionamento das máquinas.

Ao longo da graduação, as disciplinas se tornam mais específicas, como:

  • Máquinas de fluxo;
  • Processos de fabricação: conformação e soldagem;
  • Comandos Hidráulicos e Pneumáticos;
  • Controle de vibrações;
  • Motores de combustão interna.

Quem se interessa por essa área, deve saber que a carga horária necessária para ter o diploma em mãos é de 3.600 horas.

Atividades desenvolvidas

Você deve estar curioso pra saber o que faz o engenheiro mecânico no seu dia a dia de trabalho, certo? De modo geral, o profissional em Engenharia Mecânica constrói, desenvolve e projeta todos os tipos de máquinas, além de trabalhar na manutenção e supervisão desses equipamentos. Ele atua na produção de eletrodomésticos, na indústria da Aeronáutica e automotiva etc.

O campo de atuação é vasto, e o engenheiro pode trabalhar em qualquer etapa dos processos produtivos.

Áreas de atuação

Os profissionais do ramo podem atuar como gestores de tecnologia, pesquisadores e projetistas pra pequenas e grandes empresas. Devido à sua grande capacidade de raciocínio lógico e conhecimento em matemática, existem várias possibilidades pra carreira nas áreas:

  • automobilística;
  • metalúrgica;
  • petroquímica;
  • bancos;
  • setor público.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para Engenharia Mecânica está muito aquecido. O campo engloba setores de naval, petroquímica, metalurgia, aeronáutica, infraestrutura, siderurgia, alimentação, entre outros.

Em algumas regiões do país, a demanda por profissionais qualificados é tão alta que os salários são muito atrativos. De modo geral, a média salarial é de R$ 8.338,15* pra uma jornada de trabalho de 42 horas semanais.

Pra se destacar, é fundamental estar capacitado. Assim, é necessário fazer cursos extracurriculares, ter boas habilidades e saber uma língua estrangeira. Além disso, é importante concluir a graduação em uma faculdade reconhecida e renomada.

Na Pitágoras, as salas de aula são amplas e modernas e o corpo docente é preparado. Além disso, você encontra vários diferenciais em nossa instituição de ensino, como formas de ingresso facilitadas, bolsa de estudos, laboratórios modernos e o Canal Conecta –– portal de empregabilidade que te ajuda a conquistar um emprego ou estágio antes de ter o diploma em mãos.

Agora é com você!

Agora que você já conhece as diferenças entre Engenharia da Computação e Engenharia Mecânica, não se esqueça de pesquisar mais sobre esses cursos para conhecer todos os seus diferenciais, ok?

Gostou deste post e quer estudar Engenharia da Computação ou Mecânica em uma faculdade de qualidade? Então, inscreva-se no vestibular Pitágoras!

*Sujeito a alteração

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.
Skip to content