Entenda a diferença entre Engenharia de Energia e Elétrica

diferença entre engenharia de energia e elétrica

Teste Vocacional Rápido

Mesmo sendo áreas bastante próximas, a Engenharia Elétrica e a Engenharia de Energia apresentam algumas diferenças. Enquanto o primeiro campo do conhecimento aborda questões de energia elétrica, a segunda opção apresenta outras técnicas de energia.

Quem se interessa pelo setor pode escolher o curso de Engenharia Elétrica na faculdade. Mas antes de definir uma profissão, é importante entender o que diferencia cada segmento e quais são as possibilidades de cada carreira.

Quer descobrir qual a diferença entre Engenharia de Energia e Elétrica? Acompanhe a seguir e confira as características de cada graduação!

O que é Engenharia de Energia?

A Engenharia de Energia é um setor que busca soluções pra geração, transmissão e distribuição de energia, aliado com a preocupação de preservar o meio ambiente. O profissional pode atuar em diversos segmentos ligados à energia, como empresas de pequenos, médio ou grande porte.

O engenheiro lida com todas as formas possíveis de energia, renovável ou não. O curso de Engenharia de Energia conta com disciplinas de Matemática, Física, Química e Informática, e matérias específicas das Engenharias, tendo duração média de 5 anos.

A grade curricular da faculdade apresenta aos estudantes os princípios básicos do segmento pra que compreendam a questão energética e sua ligação com o setor econômico. Isso permite que os futuros engenheiros de energia avaliem e participem do desenvolvimento das diversas alternativas de produção e distribuição.

O mercado de trabalho é aquecido e oferece excelentes oportunidades em indústrias petrolíferas e em companhias de transporte e distribuição de gás natural. Os profissionais também podem atuar de forma autônoma, prestando consultoria energética em empresas públicas e privadas, ou em instituições em geral.

O que faz um engenheiro de energia?

O engenheiro de energia é o principal responsável pelas atividades relacionadas com a geração e a conversão de energia, a gestão de recursos energéticos e a eficiência energética. Além disso, o profissional lida com o desenvolvimento e aplicação de diferentes tecnologias, visando à transformação, à conversão e ao armazenamento de energia.

Todas as funções do engenheiro de energia são realizadas com o objetivo de minimizar os impactos ambientais e de priorizar o uso de fontes energéticas mais limpas e sustentáveis. Ele tem um importante papel no desenvolvimento econômico, uma vez que seu trabalho é diretamente dependente da oferta de energia.

Nos últimos anos, com o aumento na demanda por fontes renováveis de energia, principalmente pela energia solar e eólica, o mercado tem apresentado boas perspectivas de crescimento. É possível prestar serviços pra iniciativa privada e também para o setor público, permitindo que o engenheiro de energia fique responsável pelas políticas públicas na área de energia.

A média salarial de quem atua com a produção de energia, por exemplo, é de R$ 2.738,38*, considerando uma jornada de 43 horas semanais. Os melhores rendimentos são oferecidos por companhias de transmissão, distribuição, instalação e manutenção elétrica, e em atividades de consultoria em gestão empresarial.

O que é Engenharia Elétrica?

A Engenharia Elétrica é um campo que trabalha com os estudos e aplicações da eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica. O setor tem o objetivo de desenvolver a comercialização, distribuição e utilização da energia elétrica em diferentes tipos de sistemas, como o de telecomunicações, controle e automação, microeletrônica, entre outros.

Pra entender tudo sobre Engenharia Elétrica, é fundamental optar por uma graduação na área. Com duração média de 5 anos, o curso apresenta as técnicas e os recursos necessários para as etapas de construção, instalação, funcionamento, manutenção e reparo de aparelhos, equipamentos, usinas e instalações elétricas.

A grade curricular de Engenharia Elétrica conta com disciplinas de Cálculo, Física, Química e Computação. Os alunos também devem cumprir com as matérias específicas, que oferecem uma visão geral do setor, com assuntos sobre conservação de recursos naturais, circuitos e técnicas digitais, conversão eletromecânica de energia, entre outras.

Na faculdade, o estudante tem acesso aos princípios e aplicações da Engenharia Elétrica. O conhecimento é importante pra que o futuro engenheiro eletricista consiga aliar a teoria com a prática no dia a dia de trabalho. Com a formação, é possível atuar em projetos de instalação e manutenção, indústrias de equipamentos eletrônicos, setor de telecomunicações, entre outros.

O que faz um engenheiro eletricista?

O mercado de trabalho pra engenheiros elétricos é aquecido e tem apresentado cada vez mais vagas em usinas, subestações, linhas de transmissão, empresas de telecomunicações, construtoras e indústrias fabricantes de sistemas elétricos e de automação.

O profissional também pode prestar serviços pra órgãos públicos, como secretarias, ministérios e instituições municipais, estaduais e federais, e em grandes empresas de Engenharia Elétrica da iniciativa privada. Pra exercer a profissão, além do diploma, o engenheiro eletricista deve obter um registro no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de seu estado de residência.

No setor de fornecimento de energia elétrica, por exemplo, o engenheiro atua na criação de hidrelétricas, usinas eólicas e solares. No segmento de eletroeletrônica, participa do desenvolvimento de sistemas e componentes eletrônicos, criando soluções que garantem o bom funcionamento de equipamentos de uso doméstico ou industrial.

Com a formação acadêmica, o futuro engenheiro eletricista pode atuar em estudos de viabilidade técnico-econômica, executar e acompanhar obras, realizar vistorias, perícias e avaliações. A média salarial do profissional é de atualmente R$ 7.966,55*, com jornada de 41 horas semanais.

Quais são as diferenças entre Engenharia Elétrica e de Energia?

Mesmo que façam parte da mesma área, a faculdade de Engenharia Elétrica e a de Energia contam com algumas diferenças. No período inicial do curso, os estudantes contam com disciplinas das Ciências Exatas, mas os próximos semestres apresentam matérias específicas de cada segmento.

Quem faz Engenharia Elétrica, por exemplo, se aprofunda em conhecimentos sobre instalações, geração, transmissão e distribuição de energia. Já os alunos de Engenharia de Energia estudam sobre propriedades dos materiais eletroeletrônicos, algoritmos e linguagens de programação, além dos princípios de comunicação e antenas.

Antes de optar por uma graduação em Engenharia Elétrica ou de Energia, é fundamental considerar seus objetivos e áreas de interesse profissional. Aqui na Pitágoras, oferecemos o curso de Engenharia Elétrica nas modalidades presencial e semipresencial, que consiste em aulas a distância e algumas atividades práticas no campus.

Um grande diferencial de estudar aqui na Pitágoras são as Trilhas de Carreira, que são aulas 100% online e gratuitas pra auxiliar os graduandos a potencializar o currículo. São mais de 60 temas que contribuem para o desenvolvimento de habilidades complementares, permitindo que os estudantes se tornem profissionais atualizados e mais valorizados no mercado.

Inicie a sua trajetória acadêmica e se diferencie entre a concorrência!

Entendendo a diferença entre Engenharia de Energia e Elétrica, fica muito mais simples escolher uma graduação, não é? Lembre que a decisão deve estar alinhada aos seus interesses e também ao seu perfil profissional. A escolha da faculdade também é um detalhe importante, pois pode impactar no momento de buscar por vagas e oportunidades na área.

Aproveite a visita e se inscreva no vestibular da Pitágoras pra iniciar a sua trajetória acadêmica com o pé direito!

* Sujeito a alterações

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.