Design de Produto: saiba tudo sobre a faculdade!

Design de Produto

Você já ouviu falar que a necessidade é a mãe de todas as invenções? Se essa frase anima você, temos uma boa notícia: você provavelmente tem perfil para fazer um curso superior de Tecnologia em Design de Produto. Isso porque a profissão vai exercitar a sua capacidade criativa, demandando uma alta interatividade com a tecnologia e as tendências de mercado.

O designer de produto é um profissional indispensável para o sucesso de qualquer fabricante, especialmente para aqueles produtos que são feitos em larga escala. Dessa forma, se você quer traduzir as necessidades e os desejos das pessoas em objetos que elas usarão diariamente, suprindo suas demandas por funcionalidade, beleza, ergonomia, sustentabilidade e custo, então, é melhor ficar de olho neste post!

Neste conteúdo, você vai conferir tudo sobre o curso superior de Tecnologia em Design de Produto e tirar as suas principais dúvidas sobre o assunto. Vamos lá?

O que é Design de Produto?

Resumidamente, a vida do designer de produto consiste em pesquisar conceitos, encontrar os melhores materiais, estudar as especificações técnicas, se manter curioso com as tendências mundiais e combinar tudo isso em uma imagem inovadora. Quando falamos em Design de Produto, estamos nos referindo exatamente à embalagem ou ao formato e ao conceito do próprio produto.

Quando você abre uma lata de Coca-Cola, por exemplo, tudo que está ali foi pensado para proporcionar a melhor experiência para você. O produto é bom, okay. Mas e se ele fosse servido em uma garrafa arredondada e sem nenhum rótulo?

A grafia da marca, as cores, o material da embalagem… Tudo influencia na sua percepção enquanto consumidor e resulta, é claro, na qualidade da sua experiência final. Isso tudo é parte da profissão de Tecnologia em Design de Produto.

Mas não pense que a profissão se resume a isso. As embalagens são uma pequena fatia do mercado de design. Na verdade, os melhores designers fazem parte dos mais arrojados projetos imagináveis. Pense da seguinte maneira: qualquer coisa material que é comercializada e comprada por alguém, é o produto de alguma empresa. Se é um produto, tem um design e demanda o trabalho de um designer.

Isso inclui o seu carro, os equipamentos utilizados pelo seu dentista, o seu smartphone, os brinquedos que você usava quando criança, até uma cadeira que você senta. Consegue perceber como isso está em absolutamente tudo o que tocamos à nossa volta?

Um profissional que escolhe trabalhar com essas atividades precisa realmente ter uma criatividade aflorada, porque é parte das suas atribuições projetar produtos industriais, usar técnicas de expressão gráficas para fazer modelos, emitir pareceres técnicos relativos à área. Isso tudo além de criar, desenhar e representar produtos bi e tridimensionais.

Sua função vai desde a concepção até a produção final, da embalagem de um projeto. Por isso, é imprescindível dominar as teorias que permitem ir com mais segurança e precisão para a parte prática. Em outras palavras, você vai dar a cara para uma solução criada por outra pessoa.

Por que fazer um curso tecnológico de Design de Produto?

Para todo estudante que está buscando uma carreira a seguir, o motivo para fazer um determinado curso é óbvio: se você se identifica com o curso e tem perfil para ele, tente! O curso superior de Tecnologia em Design de Produto exige muita criatividade, além de habilidades digitais e um interesse nato por acompanhar tendências de mercado. Então, é bom pensar em todos esses aspectos.

Mas, além disso, considere também as vantagens de escolher esse curso específico. A seguir, listamos algumas delas para ajudar você a decidir! Fique de olho.

Mercado disruptivo

Não podemos, de jeito nenhum, dizer que o curso de Tecnologia em Design de Produto é convencional ou ultrapassado. Na verdade, esse é um dos cursos mais atualizados disponíveis no mercado e que está sempre acompanhando as tendências comportamentais das pessoas. Portanto, se você gosta da ideia de trabalhar com algo fora da curva e bem incomum, esse curso é para você.

Atuação dinâmica

Sem muita rotina nem padrões na atuação diária, o designer gráfico precisa constantemente ir além daquilo que ele já sabe para criar ideias realmente novas. Por isso, sua atuação é dinâmica e perfeita para quem não quer “passar o resto da vida fazendo a mesma coisa”. É o seu caso?

Oportunidade de inovação

Se você lançar um Design de Produto igual ou muito semelhante ao outro, certamente não obterá sucesso com as vendas. Por isso, é praticamente obrigatório buscar por inovações. E é assim que você trabalhará em um ambiente propício para colocar ideias em prática e fazer combinações inusitadas.

Boa remuneração

Outra parte boa é que, dependendo da área de especialização e do porte da empresa para a qual você trabalhará, poderá conquistar uma ótima remuneração. De acordo com o site Salário, um tecnólogo designer de produto ganha em média R$ 4.532,18*.

Reconhecimento

O designer é um profissional que gera valor para as empresas e ajuda a criar diferenciação dos seus produtos no mercado. Além disso, em muitos casos, ele também ajuda a aperfeiçoar a produção e a reduzir alguns custos nessa etapa, aumentando a competitividade dos negócios.

Mas não é só isso. Um Design de Produto inteligente agrega valor às marcas, criando oportunidade para conquistar consumidores e nichos de um mercado. De certa forma, isso pode contribuir para que a empresa adote um posicionamento, uma forma de pensar a partir da imagem que quer transmitir, como a responsabilidade ambiental, por exemplo.

Qual é o objetivo da faculdade de curso Tecnologia em Design de Produto?

O objetivo do curso superior de Tecnologia em Design de Produto da Pitágoras é justamente formar um profissional que esteja apto a agir de forma ética e a planejar e executar projetos de ordem gráfica para a programação visual em empresas de comunicação. Além disso, o egresso deverá ser capaz de desenvolver linguagens visuais que sejam eficazes quanto a funcionalidade e a usabilidade de processos, produtos e serviços.

A navegabilidade e a interatividade com os produtos também são focos atendidos durante essa formação. Para isso, o estudante aprende a equacionar fatores estéticos, simbólicos e técnicos, levando em conta aspectos:

  • socioeconômicos;
  • culturais;
  • ambientais.

Outra preocupação do curso é formar profissionais interessados e apaixonados pelo que fazem, buscando sempre seu aprimoramento. O sucesso do designer depende, sobretudo, da qualidade do seu embasamento de formação e da sua vontade de se autodesenvolver continuamente.

O que vou aprender no curso superior de Tecnologia em Design de Produto?

O curso de Tecnologia em Design de Produto preparará você para atuar com diferentes projetos. Por isso, a formação é toda voltada para o domínio de conceitos básicos e, é claro, o desenvolvimento das suas capacidades para trabalhar com algumas ferramentas específicas.

Com o curso, você será capaz de:

  • conceber esteticamente os produtos;
  • elaborar a identidade visual dos itens;
  • adequar os materiais ao propósito do produto;
  • ajustar a melhor ergonomia para a utilização do item;
  • dedicar atenção ambiental ao projeto;
  • atribuir praticidade e usabilidade ao item;
  • garantir aspectos estéticos que tornem o produto mais bonito.

Entre as matérias mais relevantes curso de Tecnologia em Design de Produto estão:

  • Comportamento do Consumidor;
  • Desenho Auxiliado por Computador;
  • Desenho de Expressão;
  • Desenho de Observação;
  • Ergonomia;
  • Gestão da Inovação;
  • Gestão da Produção;
  • Gestão de Projetos;
  • História e Acepções do Design;
  • Marketing de Produtos e Serviços;
  • Novas Tecnologias Aplicadas à Comunicação;
  • Organização do Trabalho Industrial;
  • Processos de Fabricação;
  • Projeto de Operações Produtivas.

É com base nessas disciplinas interativas que o conhecimento necessário para a execução do trabalho diário será obtido.

Qual é o tempo de formação em Design de Produto?

O tempo de duração vai depender se o curso é um Tecnólogo ou Bacharelado. Eles são estruturados de maneira diferente, contam com conteúdos distintos e, por isso, acabam demorando mais ou menos para serem concluídos dentro da matriz curricular.

Na Pitágoras, nós oferecemos o curso no formato de Tecnólogo, que tem duração de 3 semestres. Esse tempo é ideal para quem deseja realizar um curso de nível superior em um prazo bem mais curto, o que agiliza o seu ingresso no mercado de trabalho.

Já o Bacharelado se estende entre 6 e 10 semestres, geralmente cursado presencialmente. No entanto, o aluno precisa ter disponibilidade de se deslocar até a faculdade e assistir às aulas nos horários agendados, além de esperar um pouco mais para conseguir o título e ingressar no mercado como um profissional apto.

Assim, ao concluir essa etapa da sua formação, o aluno pode dedicar os seus esforços a desenvolver habilidades específicas, se especializando em uma ou outra área. É uma maneira estratégica e bastante inteligente de começar a sua carreira.

Como é o mercado de trabalho para Tecnologia em Design de Produto?

Como você pode deduzir, o mercado de trabalho para um designer de produto é muito amplo. Por isso, além de uma formação de base e de adquirir alguma experiência, é muito importante que ele se especialize em uma área do seu interesse, afinal, é isso que fará com que ele se destaque no mercado.

Os escritórios de design são locais que costumam reunir boa parte desses profissionais. São uma solução atrativa, já que costumam ter atenção de muitas pessoas que estão buscando por esse tipo de serviço. Além disso, os escritórios trabalham com equipes compostas por especialistas em áreas distintas, o que facilita na hora de desenvolver uma solução para os clientes.

Os estúdios e laboratórios de design também são uma ótima opção. Eles contam com oficinas de modelos e protótipos e são uma maneira bem interessante de fazer experimentos e ver os projetos se transformando em algo mais realista.

Você também pode focar a sua carreira se tornando um designer para o setor industrial. Assim, você acompanhará desde o processo de concepção de peças até a finalização do produto, pensando inclusive na embalagem de apresentação e de transporte para garantir a segurança dos itens.

Outra possibilidade é a carreira acadêmica. Se você tem interesse e vocação para o ensino, pode buscar formações específicas depois do curso superior de Tecnologia em Design de Produto, para atender à legislação vigente e ensinar outras pessoas sobre o seu tema de interesse em faculdades, universidades e outras instituições.

Você certamente encontrará por aí anúncios de vagas para profissionais de designer com os seguintes títulos:

  • Designer de Produto e Serviço;
  • Designer de Produto Pleno;
  • Designer de Produto Sênior;
  • Assistente de Design de Produto;
  • Estágio em Design de Produto;
  • Designer de Produto/Projetista;
  • Designer de Produto e Experiências Interativas;
  • Design de Embalagens;
  • Prototipagem;
  • Gerência de Projetos;
  • Criação de Produtos Digitais;
  • Desenvolvimento de Produtos;
  • entre outros.

Além disso, é muito importante ficar de olho nas áreas que estão surgindo ao longo dos últimos anos e que podem ser verdadeiras fontes de diferenciação no mercado. Olha só!

Designer de Produto Digital

Existe um nicho desse mercado focado especificamente em dominar as interações em meios sociais e em desenvolver estratégias de produtos que estão na rede. Como você faz um produto que não é palpável ser atrativo? Aqui, o objetivo é justamente criar apps e softwares disruptivos e que sejam desejáveis pelos usuários.

UX Designer

Esse é o profissional que concentra seus esforços em desenvolver projetos de design a partir da experiência do usuário. Muitas vezes isso está mais associado a ambiente digitais do que físicos, mas pode ser aplicado a situações presenciais. Em uma mostra, por exemplo, a organização dos estandes é pensada estrategicamente para melhorar a experiência do visitante.

UI Designer

Esse é o responsável pela interface do usuário. Diz respeito exclusivamente ao modo como plataformas, sites e aplicativos são desenvolvidos, pensando na experiência que alguém tem ao utilizar aquele recurso. Quando você abre um app no seu celular, todos os recursos que estão ali foram pensados por um profissional focado em atender as suas necessidades.

Designer de Serviços

Você já teve uma experiência arrebatadora ao contratar um serviço? Isso também é fruto de uma boa projeção de design — só que de serviços. De um modo ou de outro você já teve algum tipo de acesso a esse trabalho. Quer ver só? Você já chamou ou conhece alguém que chamou um motorista de aplicativo? Um designer foi o responsável por projetar a forma mais satisfatória de prestar esse serviço.

Web Designer

As redes sociais, os blogs, os anúncios e o site de uma empresa são ambientes que captam bastante atenção do público presente na internet. Por isso, é preciso que haja profissionais responsáveis por projetar esses espaços da melhor maneira, valorizando a identidade visual das empresas, apresentando uma boa estética e cativando quem acessa esses recursos na web.

Quais são os desafios da área de Design de Produto?

Os desafios da área de Design de Produto estão associados principalmente a conseguir acompanhar as mudanças nas demandas de mercado. O designer tem um campo de atuação altamente dinâmico e um exemplo simples disso é como os carros eram projetados a 30, 20, 10 anos atrás e como eles são desenhados hoje.

As preferências estéticas das pessoas mudaram, a usabilidade dos itens mudou, as demandas mudaram. Acompanhar tudo isso exige estudo constante do comportamento humano, das tendências de mercado e, é claro, do histórico percorrido até aqui.

Portanto, não basta achar que o Tecnólogo será a sua garantia de sucesso na carreira. Na verdade, ele é o primeiro passo para uma jornada profissional de sucesso, que poderá contar com outros cursos Tecnólogos, cursos livres ou especializações das mais diversas naturezas.

Sendo assim, comece a pensar hoje mesmo em:

  • iniciar uma formação de qualidade;
  • dominar as ferramentas exigidas para as vagas do seu interesse;
  • criar um portfólio online;
  • ampliar seu conhecimento sobre tendências em Design de Produto;
  • adquirir fluência em inglês (especialmente em termos técnicos);
  • trabalhar as suas habilidades interpessoais e de inteligência emocional.

A profissão de designer é perfeita para quem gosta de rotinas dinâmicas. Mas, ao mesmo tempo, é preciso estar preparado para trabalhar sob pressão em muitas situações. O trabalho em equipe também é um fator fundamental, tanto no que diz respeito a um time fixo de trabalho quanto com a colaboração de outros participantes.

Quais são as possíveis atuações na área de Tecnologia em Design de Produto?

Um tecnólogo em Design de Produto pode trabalhar em basicamente qualquer área que inclua produtos. Isso vai desde uma micro produtora de sabonetes, por exemplo, até grandes marcas reconhecidas no mercado mundial.

Por isso, se você está pensando em investir em uma formação na área, é bom começar a considerar desde já o segmento de atuação da sua preferência, especialmente para ir se especializando e ficar cada vez mais próximo do seu sucesso profissional. Para a sua lista de análise, você pode começar incluindo:

  • o setor mobiliário;
  • as embalagens de produtos;
  • os eletroeletrônicos;
  • os brinquedos;
  • os utensílios domésticos;
  • a indústria automotiva;
  • o segmento de vestuário e calçados;
  • os equipamentos médicos;
  • entre diversos outros.

Você também pode optar por trabalhar prestando serviços ou consultorias para o departamento de criação de diversas empresas, escritórios de design ou mesmo de forma autônoma. Se quiser, outra possibilidade é o setor público.

Por que escolher a Pitágoras para cursar Tecnologia em Design de Produto?

Muita gente tem dúvida se a Pitágoras é faculdade ou universidade. Na verdade, ela é uma faculdade, que vai ajudar você a trilhar os primeiros passos na sua preparação para uma atuação profissional de sucesso. O nosso curso de Tecnologia em Design de Produto é voltado para preparar os alunos para a elaboração e execução de projetos de produtos industriais, além de avaliar e emitir pareceres técnicos relativos à sua área de formação.

Com uma metodologia flexível, a Pitágoras também está entre as faculdades com vestibular online. Além disso, o curso é realizado todo por uma plataforma própria de aprendizagem. O acesso é fácil, prático e responsivo, permitindo que você acesse as aulas diretamente pelo celular se quiser. Além disso, existe a opção de baixar os conteúdos e assisti-los mesmo estando offline.

Nossas estratégias de ensino-aprendizagem são ativas. Isso significa que o aluno está no centro da sua formação, sendo o protagonista do seu aprendizado e promovendo o desenvolvimento de competências de forma flexível e leve.

Mas, se você pensa que, por ser EAD, os conteúdos são exclusivamente teóricos, está enganado. Na verdade, a aplicação dos conteúdos práticos são adaptados para as diferentes modalidades de ensino, afinal, a instituição dispõe de simuladores e experimentos demonstrativos gravados.

Nós também prezamos por manter as nossas disciplinas com temas atuais e conteúdos revisitados constantemente, a fim de munir nossos alunos com informações relevantes sobre o seu mercado de atuação. A matriz curricular do curso também é pensada de modo a proporcionar a melhor experiência para o estudante.

Além de tudo isso que você acabou de conferir, a faculdade também oferece um benefício importantíssimo, que é o acesso ao Canal Conecta da Pitágoras. Trata-se de um portal gratuito desenvolvido especificamente para aproximar os alunos de vagas ideais de estágio e emprego dentro da sua área de formação.

É assim que nós reunimos os melhores empregadores do Brasil, levantamos as suas principais necessidades e transformamos tudo isso em oportunidade de trabalho. A partir disso, relacionamos os perfis dos nossos alunos para recomendar as combinações mais prováveis de darem certo, ajudando a construir relações profissionais de sucesso.

Agora chegou a sua vez!

Como você pôde ver ao longo do conteúdo, o curso de Tecnologia em Design de Produto tem um mercado vasto e cheio de oportunidades. Absolutamente tudo o que nos cerca está envolvido, de alguma forma, com o trabalho de um designer, desde o dispositivo com o qual você está lendo este post até um curso online que você faz.

Hoje, até a sua experiência online é desenhada por um profissional que quer garantir a melhor jornada possível. É claro que você não precisa dominar todos os assuntos para se dar bem na área. Basta que você tenha um bom embasamento inicial e depois vá se especializando naquilo com o que quer trabalhar.

Com o tempo, você vai adquirir experiência e conhecimento. Juntos, esses dois atributos abrirão portas importantes e proporcionarão ainda mais chances de você crescer e alavancar a sua carreira. No entanto, é preciso começar logo. Então, que tal fazer isso para já?

Agora que você já acompanhou todo o nosso conteúdo e já sabe tudo o que precisa sobre o curso superior de Tecnologia em Design de Produto, chegou a hora de dar o próximo passo na sua jornada profissional. Faça a sua inscrição para o vestibular online da Pitágoras!

* Sujeito a alterações.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

[E-BOOK] Guia de áreas e salários: conheça as profissões mais bem-pagas hoje

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.