Cronograma de estudos: monte um em 5 passos 📅

estudante fazendo cronograma de estudos

Estabelecer uma rotina não é tarefa fácil quando temos muitas obrigações durante a semana, né? O dia a dia nos exige fôlego pra encarar uma bateria de atividades no trabalho ou em casa. Daí a importância do cronograma de estudos! Esse recurso serve como um norteador ao definir prioridades, distribuir conteúdos e disciplinas, organizar grades de horários e, claro, pra criar hábitos saudáveis e objetivos de aprendizagem.

Sem a ajuda dessa ferramenta na hora de estudar, você pode se enrolar nos horários e tarefas, além de perder em produtividade e qualidade. Mas nada que uma boa dose de organização não resolva. Por aqui, você aprende o que é um cronograma de estudos e como fazer o seu. Veja só!

Defina um modelo de cronograma de estudos

O cronograma é uma espécie de agenda de horários pra manter a vida acadêmica em dia. E não adianta elaborar um que você não vai seguir, né? Por isso, nada melhor do que identificar logo cedo o método que vai funcionar de verdade pra sua maratona de estudos.

Nesse sentido, vale a pena usar um pouquinho de autoconhecimento. Você é uma pessoa que tem facilidade em manter uma agenda impressa ou se dá bem mesmo é com aplicativos e outras ferramentas digitais? Prefere ver tudo de um jeito mais prático e acessível, porque costuma esquecer datas e horários?

Dependendo de cada situação, existem várias maneiras de montar uma rotina de estudos. O cronograma pode ser feito à mão, em planners e agendas ou em murais de parede, por exemplo. Também é possível criar o seu com a ajuda de calendários virtuais, como no Google Calendar, ou em plataformas de tarefas no estilo Kanban — como o Trello ou o Todoist.

Organize sua rotina

Modelo escolhido, é hora de começar a planejar a sua rotina, considerando não só os estudos, mas todas as outras atividades que estão presentes no seu dia a dia. Assim, considere mapear as coisas que geralmente faz: aulas, refeições, trabalho em casa, cursos, lazer etc.

Esse panorama será fundamental na hora de montar o cronograma. Isso porque a sua proposta de horários pra estudar deve se encaixar da melhor forma com as demais obrigações, sem comprometer nada. Isso sem falar do momento sagrado de descanso, porque ninguém é de ferro!

É exatamente por conta disso que não a gente não recomenda pegar cronogramas prontos na internet. Afinal, o que funciona pra uma pessoa pode não ter sentido nenhum pra você e o estilo de vida que leva, né? Somente ao organizar sua própria rotina, de modo personalizado, é que essa prática vai surtir o efeito desejado.

Durante essa etapa, lembre das tarefas fixas e daqueles compromissos recorrentes, mas também não deixe de fora a possibilidade de imprevistos. Como as falhas podem acontecer, cuide de revisar com periodicidade a sua rotina e o cronograma. Ou seja, não se sacrifique e se martirize caso as coisas saiam do eixo uma vez ou outra!

Descubra quantas horas semanais você tem disponíveis

Colocou todas as responsabilidades e compromissos na ponta do lápis? Bom, agora é o momento de encontrar aquele espacinho na agenda semanal pra focar nos estudos. Se a noite estiver mais livre, você pode concentrar a maior parte desse turno pra planejar leituras, revisões e exercícios, por exemplo.

O importante é reservar aquele tempinho especial do seu dia pra colocar a vida acadêmica em dia — de preferência no horário com mais probabilidade de silêncio e concentração. Como sabemos que nem sempre isso é possível, o jeito é improvisar. Vale acordar mais cedo? Aproveitar aquele horário de almoço? Encontre no seu cotidiano brechas pra otimizar os estudos!

Outra dica que salva muita gente por aí é usar uma parte do fim de semana pra cuidar das pendências. Você não precisa gastar todo o seu sábado e domingo estudando, até porque descansar é fundamental. Mas se a semana está apertada, principalmente pra quem trabalha, vale a pena fazer esse pequeno sacrifício de tirar umas horas pra ler, revisar alguma matéria ou investir em alguns exercícios.

Organize um ambiente sem distrações

Lembra o silêncio e a concentração que a gente comentou acima? Pois é, não dá pra seguir um cronograma de estudos sem condições ideais, como um ambiente organizado e preparado pra sua bateria de atividades, né? Sendo assim, elimine os lugares da casa que sabotam sua produtividade: a cama quentinha, o sofá confortável até demais e por aí vai.

Se for possível evitar a mesa da cozinha, que é um espaço da casa com maior trânsito de pessoas, melhor. Agora, se você não tem um ambiente exclusivamente dedicado aos estudos e isolado do restante da casa, tente pelo menos conversar com os familiares e demais moradores sobre seus horários de estudo — pra que respeitem e não atrapalhem seu foco.

Outro ponto importante aqui é o grau de distração. Se o seu local de estudos é visualmente poluído, se tem TV ligada ou se o seu celular está cheio de novas notificações, não há cronograma que funcione. Então, afaste essas possíveis armadilhas pra que seu planejamento dê certo no final de cada semana.

Planeje também momentos de descanso

O seu cronograma vai aproveitar aqueles horários livres do dia a serem preenchidos pra estudar. Mas não são horas a fio que vão garantir seu sucesso futuro, e sim a qualidade com que você gasta cada minuto.

Nesse contexto, avalie com carinho a possibilidade de reservar um tempo pra relaxar, praticar alguma atividade física, assistir a um filme ou série, ler um livro etc. Seu cronograma de estudos também não pode comprometer suas horas de sono — indispensáveis na reposição de energia, na reconstrução do organismo e na manutenção da capacidade de memória, equilíbrio e criatividade.

Os benefícios de se ter um cronograma de estudos são inúmeros. Quando você considera estas dicas e monta o seu, vai ver que as matérias param de se acumular –– assim como as dúvidas e as listas de exercícios que, normalmente, se tornam prioridade apenas dias ou horas antes de uma prova.

Essa prática simples de organização da rotina também é uma ferramenta poderosa de crescimento profissional. Afinal, ao adquirir essa capacidade de planejamento e de gestão do tempo, você já vai se familiarizando com as exigências da rotina de trabalho da área de atuação que deseja fazer carreira.

Aqui na Pitágoras, a gente acredita que a organização é o passo inicial pra alcançar bons resultados na vida toda. Agora que você já sabe como fazer um cronograma de estudos, o céu é o limite! Ele também é um ótimo exercício de autoconhecimento, disciplina e responsabilidade profissional.

Viu só como estudos e carreira são interligados? E tudo começa pelo seu autodesenvolvimento. Por isso, não vá embora antes de conferir 6 passos pra alcançar o crescimento profissional!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

pep

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.