Como ser um psiquiatra? Saiba o que é preciso

como ser psiquiatra

Teste Vocacional Rápido

Como ser psiquiatra? Essa é pergunta que tira o sono de muitos vestibulandos apaixonados por tudo quanto é assunto que envolve a mente humana e o comportamento das pessoas. Afinal, é uma área vasta não só em conhecimentos, mas também em possibilidades de atuação e contribuições pra sociedade — já que estamos falando de saúde e bem-estar.

Foi pensando nisso que trouxemos este post pra esclarecer qual o caminho pra seguir essa carreira, mostrando desde o curso de Medicina até a realidade do mercado de trabalho. Bastante coisa, né? Portanto, comece já a sua leitura e saiba tudo!

Descubra se você se encaixa no perfil de médico psiquiatra

Os médicos psiquiatras costumam compartilhar de uma postura muito marcante e que é responsável por contribuir pra realização de um trabalho eficaz e capaz de mudar vidas. Portanto, quem deseja seguir essa carreira precisa conhecer as características e saber se está alinhado com elas. Veja quais são as principais:

  • escuta empática;
  • oratória versátil;
  • comunicação não violenta;
  • resiliência;
  • respeito pela diversidade.

Entenda o que faz um psiquiatra

O psiquiatra é o médico que se capacita pra atuar na prevenção, na promoção e no resgate da saúde mental. Pra isso, ele acompanha pacientes que precisam de tratamento medicamento e intervenção médica pra lidar com o desenvolvimento e o agravamento de transtornos mentais. Isto é, problemas de saúde que podem:

  • ocasionar alterações no sistema nervoso central;
  • modificar o humor e a forma como ele se manifesta;
  • alterar o comportamento e a personalidade do indivíduo;
  • reduzir o ânimo e o prazer da pessoa em fazer aquilo que gosta, assumir um trabalho ou se envolver em novas atividades;
  • prejudicar os processos cognitivos (como memória, raciocínio e atenção).

Descubra onde um psiquiatra pode atuar

O psiquiatra pode ter diferentes locais de trabalho de acordo com o perfil de paciente que ele atende e a categoria de transtornos mentais em que ele se especializou. Veja alguns exemplos:

  • clínicas;
  • consultórios;
  • hospitais psiquiátricos;
  • Centros de Atenção Psicossocial (CAPS);
  • centros de tratamento pra dependência química;
  • hospitais gerais;
  • ambulatórios;
  • casas de repouso;
  • postos de saúde.

Vale lembrar que, assim como outros médicos (oftalmologista, dermatologista, pediatra, nutrólogo etc.), o psiquiatra também tem poder de escolha quanto a carreira que vai seguir.

Ou seja, ele pode atuar só em lugares mantidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), trabalhar apenas em instituições particulares e/ou conveniadas com planos de saúde ou atender pacientes em espaços públicos e privados.

Há ainda os casos de médicos psiquiatras que não exercem a Medicina diretamente. É que, embora menos comum, muitos profissionais decidem se tornar professores em faculdades, pesquisadores em institutos de ciência e pesquisa ou assessores de conteúdos médicos pra editoras, emissoras de tv e rádio, serviços de streaming etc.

Forme-se em Medicina

A primeira etapa prática da sua jornada pra se tornar um psiquiatra começa com o vestibular de Medicina. Uma vez aprovado, você inicia sua formação que dura 6 anos, estudando a fundo princípios anatômicos, fisiológicos, metabólicos e patológicos do corpo humano.

Ao longo da graduação, você terá matérias de Medicina específicas para o desenvolvimento de habilidades médicas –– que envolvem, por exemplo, práticas em urgência e emergência, atendimento de pacientes, prescrição de medicamentos e muito mais.

Mas não acaba aí, viu? A faculdade de Medicina também te leva a conhecer as políticas públicas de saúde em vigor no país, especialmente as que afetam o SUS — que é escolhido por muitos profissionais da área como o principal ambiente de atuação.

Além de tudo isso — sim, ainda tem mais! —, os acadêmicos de Medicina vivenciam nos estágios supervisionados (popularmente conhecidos em todo o Brasil como internatos) o contato com os principais segmentos dentro desse ramo. É o caso da clínica cirúrgica, da saúde da mulher, da pediatria e o da saúde mental — no qual os psiquiatras se encontram.

Especialize-se na área da Psiquiatria

A segunda etapa de como ser psiquiatra envolve fazer uma especialização nesse campo. Pra isso, você se inscreve em uma residência médica em Psiquiatria.

“Mas o que é residência médica e como ela funciona?”, você deve estar se perguntando.

Por isso, muita calma nessa hora! A gente te explica! Ela dura cerca de 3 anos e é um programa de aperfeiçoamento e aprendizado prático realizado por médicos de forma intensiva tanto em instituições públicas de saúde quanto em instituições privadas.

Após isso, você já está oficialmente apto a trabalhar e construir carreira nesse segmento. Porém, é bastante comum que os médicos psiquiatras continuem investindo nos estudos pra se atualizarem e se aprofundarem nas práticas de avaliação, diagnóstico e tratamento dos transtornos mentais — que, como você já deve imaginar, são muitos.

Lembrando que eles utilizam dois sistemas de classificação de doenças: o Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM) e a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID).

Logo, eles dão início a uma terceira etapa da própria formação na qual fazem residências em subespecialidades. É o caso da psiquiatria da terceira idade e da psiquiatria de ligação. Ainda podem realizar custos latos sensu voltados para o detalhamento de quadros psiquiátricos.

Esse processo costuma levar de 1 a 3 anos e ainda pode variar caso você decida se aprofundar em mais assuntos. Resumindo: pra ser um bom médico psiquiatra e se tornar referência no mercado, é indispensável ter uma formação contínua, com data pra iniciar, mas não pra acabar.

Agora que você já está por dentro de como se tornar psiquiatra, escolha uma faculdade de excelência pra estudar –– e aí que entra a Pitágoras. Afinal, além de diversas parcerias com instituições de saúde pra realização de um internato de qualidade, você conta com múltiplas instalações laboratoriais pra aulas práticas, ciclo acadêmico com casos reais pra estudo e visitas guiadas à rede básica de saúde durante todo o curso.

Isso sem falar na metodologia de ensino Problem Based Learning (PBL), que coloca o estudante como protagonista do próprio aprendizado, e de benefícios exclusivos que te ajudam a encontrar as melhores oportunidades emprego na sua região. É o caso da plataforma Canal Conecta.

Portanto, veja nosso guia pra aprovação em Medicina e monte um plano de estudos pra Medicina que te deixe 100% preparado começar a faculdade!

Comece já a sua carreira de sucesso!

Gostou de saber mais sobre como ser um psiquiatra? Então, siga nossas dicas pra ter uma formação acadêmica de ponta e se tornar um profissional reconhecido no mercado!

Ah, e não deixe para depois: inscreva-se agora mesmo no vestibular e garanta a sua vaga no curso de Medicina!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 10

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.