Como se tornar um executivo? Confira 8 competências essenciais

homem executivo no computador

Uma mesa poderosa, um salário atrativo e roupas bem-arrumadas. Seu sonho é trabalhar assim? Para que o objetivo se concretize com sucesso, saiba que cargos de liderança exigem também muita dedicação, responsabilidades e compromissos, indo além do glamour da profissão.

Em meio aos desafios que existem para alcançar esse patamar na carreira, é importante conhecer e absorver certas competências. Se você quer saber como se tornar um executivo — e daqueles de sucesso —, continue por aqui e confira as principais habilidades requeridas. Uma delas é a formação acadêmica, essencial para destacar-se e conquistar seu espaço no mercado!

O que faz um executivo e por que essa posição é cobiçada?

O imaginário popular faz com que vários estudantes almejem uma carreira de executivo sem entender bem o porquê. Porém, para trabalhar em uma posição de liderança nas empresas, é preciso saber o que esse profissional faz no dia a dia — que requer um misto de funções gerenciais importantes e bastante conhecimento na área em que atua.

Para que você entenda de forma mais clara, um executivo é aquele que ocupa uma posição estratégica nas organizações dos mais diversos setores. Isso quer dizer que o profissional pode vir de qualquer área acadêmica, desde que tenha formação, experiência profissional e competências natas de um executivo.

Apesar da grande responsabilidade sobre os ombros desse líder, a posição é cobiçada porque a remuneração e o reconhecimento são proporcionais ao nível de complexidade e ao profissionalismo da função. Afinal, quem é capaz de analisar cenários, planejar, organizar, negociar, liderar equipes e controlar recursos, planos e metas merece um retorno profissional e financeiro satisfatório — invejado por muitos!

Quais são as 8 competências essenciais de um executivo?

Sentiu o peso da responsabilidade? Somado a isso, não é do dia para a noite que o profissional consegue se tornar um executivo. O principal desafio é a persistência, pois também não é fácil trabalhar com um mercado nada estável e com cenários que carecem de observação constante.

Contudo, você não precisa se desanimar! Quando o profissional detém certas competências, uma carreira de sucesso surge no horizonte. Confira se você já apresenta alguma delas em suas características pessoais e descubra aquelas que devem fazer parte das suas skills.

1. Bom relacionamento interpessoal

Um executivo de respeito não é aquele que vive atrás da sua mesa de trabalho. Ele conhece de forma profunda a sua equipe e interage ao máximo com cada colaborador, pois está ali justamente para contribuir com sua experiência e conhecimento estratégico. Por isso, uma competência forte é a relação interpessoal e a sua forte capacidade de comunicação.

Assim, o executivo cria um ambiente colaborativo, com diálogo e espaço para o crescimento de todos os times e dos resultados da empresa. Ele precisa estar sempre pronto para ouvir, compartilhar ideias, receber críticas e opiniões, entre outros aspectos presentes no dia a dia de trabalho.

2. Capacidade de liderança

A habilidade anterior está atrelada ao talento de quem sabe liderar. Além da comunicação positiva e interpessoal, o executivo deve ser inspiração e motivação para toda a equipe. Portanto, é importante desenvolver a competência da liderança, para enfrentar desafios junto aos times — e não os deixar desamparados nunca. 

As atividades são distribuídas com mais precisão e sabedoria, já que o executivo reconhece qual perfil é o mais indicado para cada função. Porém, ele está sempre presente para auxiliar cada colaborador e, é claro, encabeçar as execuções de todos os processos. Logo, um executivo está sempre disposto a dar o melhor de si, mesmo que descentralizando as tarefas.

3. Visão estratégica

O profissional também precisa exercer sua posição de executivo com uma visão sempre estratégica. Isso quer dizer que ele deve ter um espírito empreendedor e inquieto, a fim de enxergar as melhores oportunidades e descobrir as soluções mais eficazes para os desafios.

É como se ele ficasse ligado em tudo — concorrência, mercado, equipes, crises etc. Com todas essas frentes sendo observadas, o executivo elabora as melhores estratégias, traça metas reais e ousadas e cria caminhos promissores para atingir os resultados.

4. Tomada de decisões

O profissional que vive indeciso e com medo de errar não tem vez nessa carreira de alto nível! É por isso que investir na educação e adquirir experiência são fatores essenciais — veremos mais sobre isso adiante, ok?

Essa habilidade é crucial no executivo, porque é exatamente sua função definir os rumos dos negócios. Então, por mais que os times estejam engajados na execução dos planejamentos e das ações, depende da liderança a palavra final, com decisões relevantes e acertadas.

5. Domínio de outros idiomas

Com um mercado cada vez mais global e interconectado, uma segunda língua já não é mais um diferencial: é uma necessidade básica. Então, se você tem interesse em construir uma carreira de executivo, saiba que falar outros idiomas é essencial. Não deixe para depois da faculdade essa busca e comece quanto antes seu desenvolvimento bilíngue (ou poliglota)!

6. Compromisso e responsabilidade

O executivo precisa ser um profissional produtivo, uma vez que ele é uma peça-chave no sucesso dos negócios de qualquer segmento. Por isso que a organização e o comprometimento são características obrigatórias.

Afinal, pense em como uma rotina cheia de compromissos e de responsabilidades seria um caos se o próprio líder não conseguisse cumprir suas tarefas. Nesse cenário, saber gerenciar seus horários para não se perder em meio a reuniões, viagens e outros eventos é o que torna possível uma atuação de excelência, sem prejudicar a sua vida pessoal e a saúde da empresa.

7. Ter formação acadêmica

Falamos tanto nisso, que chegou a hora de explicar por que é tão importante ter uma formação acadêmica. A indicação profissional é, sim, fundamental, mas sem uma base sólida na área de atuação, o executivo não consegue manter seu cargo.

Independentemente de qual seja o segmento, o negócio precisa de alguém que conheça o mercado e tenha conhecimentos específicos. Na Pitágoras, você pode cursar tanto um Bacharelado quanto um Tecnológico para atingir esse objetivo. Com essa educação superior, o profissional pode se aprofundar ainda mais e fazer pós-graduações, especializações e MBAs que contribuam para a área em que atua.

8. Nunca parar de estudar

Se dissemos que a formação acadêmica é importante e que é interessante continuar os estudos com especializações, já deu para perceber que o executivo nunca para de estudar, certo?

O profissional que para de buscar mais conhecimento está automaticamente eliminado do mercado de trabalho — vai ser apenas uma questão de tempo. Portanto, o bom executivo investe muito na leitura sobre sua e outras áreas, faz networking, fica por dentro das tendências tecnológicas e investe constantemente em treinamentos e qualificações.

Aqui na Pitágoras, temos vários alunos que já iniciam os estudos visando as competências de como se tornar um executivo. Para auxiliar na jornada, indicamos o canal Conecta, que une empresas e candidatos nas mais diversas áreas. Assim, o aluno já sai da sua formação acadêmica com um bom caminho a trilhar em sua carreira como executivo!

Gostou do que leu até aqui? Você pode ficar por dentro de mais novidades se nos seguir nas redes sociais — estamos no Facebook, no Youtube, no LinkedIn e no Twitter.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.