Saiba como evitar a ansiedade em 6 passos

homem ansioso

Ficar ansioso parece ter se tornado uma condição normal. Compromissos, preocupações, angústias, frustrações, entre tantos outros gatilhos contribuem diariamente pra isso, né? Por essa razão, saber como evitar a ansiedade é um aprendizado pra vida toda.

Os estudantes que estão convivendo com a pressão pré-vestibular sabem muito bem disso. Sintomas como cansaço, dificuldade de concentração, tensão muscular e até palpitações são comuns nessa fase. De forma semelhante, um profissional que não sabe como se comportar numa entrevista de emprego pode passar pela mesma experiência.

O segredo está em reverter a situação pra conseguir melhores resultados. Quer saber como? Acompanhe este conteúdo que a gente preparou aqui na Pitágoras com dicas do que fazer pra reduzir (ou conseguir eliminar) a ansiedade da sua vida!

Praticar atividades físicas

Provavelmente, você já ouviu falar que movimentar o corpo contribui não só pra saúde física mas pra mental também. E isso é a mais pura verdade. Os exercícios liberam hormônios ligados ao bem-estar e à felicidade, como a endorfina, a dopamina e a serotonina.

Por isso, a prática constante das atividades é muito importante pra gastar energia e ativar esse estado de prazer. A melhor forma de cumprir essa missão é descobrir o que você mais gosta de fazer pra deixar essa ocasião menos “sofrida” possível.

Se ainda não identificou sua atividade preferida, comece a testar algumas opções até encontrar a mais prazerosa. Então, faça um esforço pra incluir esse hábito na sua rotina, já que a prática esporádica não vai oferecer os mesmos benefícios. Em poucos dias, você vai notar como essa é uma das melhores dicas pra evitar a ansiedade!

Reduzir o estresse diário

Talvez seja inevitável dizer que a gente vive numa rotina estressante. Muitas coisas não saem como o esperado, o tempo às vezes parece insuficiente pra realizar todas as tarefas, as dificuldades de relacionamento afetam o nosso dia a dia e vários outros motivos favorecem o surgimento da sensação de estresse.

Pra melhorar essa questão, é válido repensar tudo o que acontece antes de dar espaço pra reações automáticas. Em muitas circunstâncias, você vai perceber que ficar estressado é um comportamento involuntário, mas que buscar compreender cada situação deve aliviar um pouco desse peso.

Por exemplo, imagine que você está esperando alguém atrasado ou que o seu colega não tenha cumprido uma parte importante de um trabalho. Logo, começa a ficar ansioso ou impaciente. Será que é necessário? Vai mudar alguma coisa? Mesmo que não seja legal, nem tudo vale o nosso desgaste e aprender isso é ótimo pra ser menos ansioso.

Controlar a respiração

A respiração é como uma ligação que temos com o sistema nervoso. Você já parou pra reparar nisso? Medo, raiva e ansiedade são sentimentos que influenciam diretamente o respirar, inclusive fazendo com que o ar pareça faltar em alguns momentos. Por outro lado, se estamos tranquilos e felizes, conseguimos fazer os movimentos de inspiração e expiração naturalmente.

A diferença está na respiração curta e torácica pra diafragmática, que é mais lenta e consegue oxigenar melhor todo o corpo. Sabendo disso, podemos “manipular” o nosso cérebro pra sair do estado ansioso, o que seria como exercer seu poder de persuasão consigo mesmo, sabe?

Uma das técnicas pra evitar a ansiedade é mudar a maneira de respirar, enviando uma mensagem pra sua mente de que está tudo bem e, assim, retomar a tranquilidade.

Tudo depende de atenção e treino. Ao perceber que está ansioso ou ofegante, pare pra respirar com toda a calma por alguns minutos até conseguir relaxar. Ainda que o seu problema não desapareça, você vai notar como os efeitos são rápidos e fica mais fácil lidar com a situação.

Evitar pensamentos negativos

Não dá pra evitar a ansiedade se você se alimenta de pensamentos negativos. Isso cria um ciclo vicioso que não te permite ter paz e certamente vai atrapalhar seu rendimento na rotina de estudos ou em qualquer outra atividade.

É simples perceber isso quando a gente pensa em algo bom ou ruim que já aconteceu. As memórias felizes nos oferecem aquelas famosas sensações de “quentinho no coração” ou “borboletas no estômago”. Ao contrário, é só relembrar de um acontecimento triste pra ser tomado por esse sentimento.

É claro que coisas ruins acontecem e fazem parte da vida. O detalhe é que podemos direcionar a nossa mente para o que é positivo e afastar o que não nos faz bem. Faça da positividade a sua maior aliada! Busque ser mais autoconfiante e se esforce diariamente pra conquistar seus objetivos. Essa é uma dica incrível para o seu crescimento pessoal.

Ser mais organizado

Sabia que a organização também é um fator que ajuda no controle da ansiedade? Isso vale para o ambiente externo e interno. Ou seja, tudo o que fica ao seu redor e os seus pensamentos ou emoções — como a gente já falou.

Na prática, ser organizado vai facilitar a sua rotina e, possivelmente, reduzir as chances de você ficar ansioso por conta de coisas que poderiam estar controladas:

  • “Será que vai dar tempo de terminar aquela tarefa?”;
  • “Onde está aquele livro de que eu preciso?”;
  • “Como fui perder um documento tão importante?”;
  • “Acho que não vou dar conta”.

Isso é comum na cabeça de quem não se organiza muito no dia a dia. Já ouviu dizer que o caos atrai o caos? Quando a desordem predomina, é normal se sentir perdido e ficar sempre ansioso pensando se os seus planos vão dar certo ou não. Por isso, acredite que cuidar melhor da organização da sua vida vai trazer resultados positivos e inclua tudo no pacote: ideias, emoções, tempo, objetos, espaço e por aí vai.

Dedicar tempo pra se cuidar

A gente deixou este tópico por último, mas sem nenhuma intenção de criar uma ordem de importância. Aliás, esse é um aspecto tão esquecido por algumas pessoas que deveria estar no topo das prioridades.

Apesar de a ansiedade ser algo natural e comum, a gente precisa tomar muito cuidado pra que ela não acabe causando prejuízo. Isso significa cuidar um pouco mais de nós mesmos pra não viver totalmente em função do estudo, do trabalho, da família ou de qualquer outra coisa.

A dedicação é extremamente importante pra ter sucesso, mas o preço não precisa ser tão alto a ponto de comprometer o nosso próprio bem-estar, né? Um estudante comprometido deve estudar muito, assim como uma mãe dedica grande parte do seu tempo para os filhos, e um bom profissional faz isso com o seu trabalho.

O que muitas vezes passa despercebido é que a nossa saúde e bem-estar são as principais forças pra que tudo isso continue acontecendo todo dia. Ainda que você esteja focado num objetivo, não deixe de olhar pra si.

Não ache que é perda de tempo ter boas noites de sono, sentar com calma pra suas refeições, encontrar os amigos de vez em quando ou fazer o que você mais gosta — tipo jogar videogame, assistir a uma série, andar de bicicleta ou colorir alguns desenhos. Saiba que todos esses minutos e horas dedicados a você vão ser essenciais nessa busca de como evitar a ansiedade.

O que achou das nossas dicas? Cultivar bons hábitos é parte de uma vida saudável e produtiva! Se você gosta desse tipo de conteúdo, aproveite pra conferir as nossas sugestões de como alcançar o sucesso profissional.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content