Qual é a relação entre a Biomedicina e a Estética?

biomedicina e estética

Se existe um setor que não para de crescer e segue com força mesmo em períodos de crise é o da Medicina Estética. Para se ter uma ideia, de acordo com a Euromonitor Internacional, o Brasil ocupa a terceira posição no ranking de serviços de beleza. Por isso, o campo para a Biomedicina Estética está em ascensão, ainda mais com as novidades em tratamentos e procedimentos que surgem sempre.

A ciência e a tecnologia têm permitido a criação de tratamentos cada vez menos invasivos, feitos em clínicas e consultórios — sem necessidade de intervenção humana. Todos eles conseguem melhorar e transformar vários pontos da aparência de homens e mulheres, dando mais autoestima a todos.

Se você gosta desse mercado e sente que pode evoluir profissionalmente, a principal dica é ir além de um curso técnico de Estética. Pensando nisso, preparamos este post, em que você vai entender:

  • o que faz um biomédico;
  • quais são as relações entre Biomedicina e Estética;
  • por que escolher um curso de Biomedicina;
  • o que faz um biomédico estético;
  • como se tornar um biomédico estético.

Vamos lá?

Afinal, o que faz o biomédico?

O curso de Bacharelado em Biomedicina faz parte da área de Ciências Biológicas. Ele traz diversas oportunidades de atuação, como na parte de análises clínicas e laboratoriais, pesquisa, diagnóstico clínico-laboratorial, tecnologia, estética e indústria biomédica.

Durante os cerca de quatro anos de curso, as aulas mesclam teoria e prática. Os estudantes aprendem disciplinas básicas de saúde e Ciências Biológicas, além de algumas mais voltadas à Gestão Hospitalar, biodiagnósticos variados, fabricação e venda de produtos biomédicos. Para tanto, fazem parte da grade curricular:

  • Anatomia humana;
  • Biofísica;
  • Imunologia;
  • Bioinformática;
  • Hematologia;
  • Endocrinologia laboratorial;
  • Bioética;
  • Bioquímica clínica.

Esse profissional tem a média salarial de R$ 2654,25 para 40h semanais trabalhadas. Porém, quando é especializado em procedimentos estéticos, pode conquistar remunerações de até R$ 13 mil.

Por que a Biomedicina está ligada à Estética?

Com toda essa bagagem aprendida, esses profissionais conseguem desempenhar um papel importante no mercado da área. De acordo com a Sociedade Brasileira de Biomedicina Estética (SBBME), os biomédicos estetas são os profissionais que estão mais aptos a atuarem em procedimentos estéticos. 

O motivo é simples: uma vez que, durante a graduação, o aluno estuda assuntos variados da Biomedicina e também atua em estágios diversificados, passa a ter um repertório profissional mais amplo. Da mesma forma, as áreas da Farmácia também dão a possibilidade de o farmacêutico trabalhar com a Cosmetologia.

Os formandos que optam por uma pós-graduação na área ganham ainda mais know-how e possibilidades de atuação, principalmente com os estágios ou trainee nas diversas áreas. Entretanto, essa não é uma obrigação para que um biomédico formado já comece a atuar na área.

Por que não fazer um curso técnico de Estética?

Com tantos novos procedimentos e um público cativo para fazê-los, é comum que muitos profissionais se interessem pela Estética. Porém, as pessoas com cursos técnicos nesse ramo se tornam mais limitadas para fazer diversos tipos de procedimentos, que requerem uma graduação mais abrangente e que aborde outras áreas de conhecimento.

Por isso, a faculdade de Biomedicina é uma ótima opção! Um biomédico esteta pode atuar em procedimentos mais invasivos, como carboxiterapia, intradermoterapia e laserterapia, tendo habilidades mais amplas que o técnico em Estética.

O que faz a Biomedicina Estética?

A Biomedicina Estética permite que os profissionais atuem na saúde e em diferentes procedimentos estéticos, seja em clínicas e laboratórios, seja em consultórios particulares. Isso se deve ao fato de que eles trabalham de acordo com parâmetros multiprofissionais, como o código de ética biomédico e as diversas legislações da área.

Mas não é só isso: os profissionais também podem atuar criando diversas pesquisas em Biomedicina Estética, o que ajuda na elaboração de novas tecnologias e procedimentos. Há ainda o campo para dar aulas em faculdades, pós-graduações ou cursos específicos.

Pensando nas áreas e nos procedimentos que esse profissional consegue desenvolver em clínicas e consultórios, podemos falar nos tratamentos abaixo.

Eletroterapia

Envolve, sobretudo, a radiofrequência e o ultrassom estético. Esses recursos possibilitam usar a corrente elétrica para vários objetivos, como aumento do metabolismo celular, lipólise (esvaziamento das células de gordura), tratamento de estrias e celulite, rejuvenescimento facial, entre outros.

Laserterapia

Tratamentos com laser, de variados tipos, e luz intensa pulsada podem ser feitos com foco em depilação, rejuvenescimento do rosto, remoção de tatuagens ou marcas de acne etc.

Peelings químicos e mecânicos

Os peelings químicos envolvem diversos tipos de ácido que podem melhorar a pele em relação às marcas de acne, ao envelhecimento e ao fotoenvelhecimento (causado pelo sol sem proteção adequada). Já os mecânicos são feito a partir de equipamentos com os mesmos objetivos.

Cosmetologia

A Cosmetologia é uma parte da Farmácia que se dedica à pesquisa e ao desenvolvimento de novos produtos cosméticos. É uma área em franco crescimento, que está de olho na inovação e nos movimentos da sociedade, como o veganismo.

Carboxiterapia

Trata-se de um procedimento estético que utiliza injeções de gás carbônico sob a pele para eliminar gordura localizada, celulite, estrias, gordura localizada e até para reduzir os níveis de flacidez do tecido.

Isso é possível graças ao gás carbônico, que atua estimulando a circulação celular e oxigenando os tecidos. Assim, a técnica pode ser usada nas pernas, nos glúteos, nos braços e até no rosto.

Intradermoterapia

Esse procedimento estético usa a técnica de infiltração de medicamentos na derme ou no tecido subcutâneo com uma agulha muito fina e delicada. Com isso, esses medicamentos vão atuar possibilitando alguns objetivos, como o tratamento da flacidez, da gordura localizada e da celulite.

Como se tornar um biomédico estético?

Para atuar e se destacar na Biomedicina Estética, investir em educação é o ponto principal. Sendo assim, procure uma formação que ofereça uma grade curricular com matérias atualizadas, de acordo com o que o mercado de trabalho procura. Se, além disso, quiser uma infraestrutura completa e uma formação de qualidade, não deixe de conhecer os benefícios de ser aluno aqui da Pitágoras.

Outro ponto diferencial da faculdade é o Canal Conecta, portal de empregabilidade que ajuda os alunos a encontrarem empregos e estágios na área, fazendo com que a inserção no mercado de trabalho seja mais rápida. Os professores também são atualizados e oferecem aulas dinâmicas aos estudantes, preparando-os melhor para os desafios e tendências da sua atuação profissional.

Como aluno do curso e futuro biomédico e esteticista, você deve se envolver nas atividades acadêmicas, buscar estágios logo no começo da faculdade, ler e se inteirar sobre as novidades da área. Esse mercado está em crescimento, mas ainda é preciso se destacar — e isso está nas suas mãos.

A Biomedicina Estética, como qualquer área de atuação, pede atualizações constantes para entender das novidades dos procedimentos. Com tantas possibilidades de especialização, uma delas vai ser a que você procura para o sucesso profissional!

Gostou de saber tudo sobre a Biomedicina Estética? Então, aproveite para entrar em contato com a Pitágoras, que tem uma das melhores graduações em biomedicina! Saiba mais sobre a inscrição para o vestibular!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 9

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.