Conheça 7 das áreas de especialização da Medicina

Além de ser uma das profissões mais bem-pagas, a Medicina é muito respeitada e fascinante. Ingressar nesse curso integral e concorrido significa uma superação imensa — resultado de várias noites em claro e uma maratona de estudos.

Por ser extremamente dinâmica, vantajosa e cheia de oportunidades no mercado, a Medicina tem várias áreas de especialização, que você precisa conhecer e definir qual trará o seu tão sonhado sucesso profissional.

Além de identificar as disciplinas que você tem mais aptidão, é essencial considerar as suas habilidades no momento de escolher a especialidade que deseja seguir. Para isso, uma dica é conferir o curso aqui da Pitágoras. Afinal, temos toda a estrutura física e educacional para que você se torne um médico de respeito e saia do da vida de Grey’s Anatomy, ok?

Se você deseja saber quais são as áreas de especialização da Medicina, não perca as próximas linhas. Por aqui, você vai conferir:

  • Pediatria;
  • Oftalmologia;
  • Ginecologia;
  • Psiquiatria;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Infectologia.

Boa leitura!

1. Pediatria

O curso de Medicina é muito amplo e conta com diversas especialidades. Uma delas é a Pediatria, que se dedica ao cuidado de adolescentes, crianças e bebês, sendo importante para entender todas as complexidades e particularidades dessas etapas da vida. O pediatra também pode orientar a gestante em relação aos primeiros cuidados do bebê e questões sobre vacinação, primeiros exames, amamentação, entre outros.

A formação do especialista é dirigida exclusivamente aos cuidados do adolescente e da criança e precisa ter ao menos dois anos de residência médica ou cursos de especialização equivalentes à pós-graduação. Caso o pediatra se interesse por uma área mais específica da Pediatria, é preciso fazer um treinamento e estudos em serviços especializados. O salário é de cerca de R$ 6.825.

2. Oftalmologia

A Oftalmologia também é uma das especializações da Medicina e tem o objetivo de tratar, diagnosticar, estudar e investigar as doenças relacionadas à visão e aos olhos. O profissional é capacitado para:

  • prescrever o tratamento de várias doenças oculares;
  • realizar cirurgias;
  • corrigir problemas de visão nos segmentos hospitalar e clínico, em rede privada ou pública.

Dependendo da especialização, ele também pode atuar em:

  • oftalmo-pediatria;
  • cirurgia refrativa;
  • estrabismo;
  • plástica ocular;
  • doenças das vias lacrimais.

Para se tornar oftalmologista é preciso fazer pós-graduação e residência médica de 2 anos em Oftalmologia na área escolhida em uma instituição de saúde ou fazer estágio. O salário de um oftalmologista é de cerca de R$ 4.987.

3. Ginecologia

A Ginecologia é uma especialidade que apresenta um papel essencial no tratamento e prevenção de doenças que estão relacionadas aos órgãos genitais femininos, incluindo as mamas, trompas, ovários, útero, colo do útero, vagina e vulva. O ginecologista também pode ser obstetra.

A função da Obstetrícia é o estudo da reprodução da mulher. O obstetra deve acompanhar a mulher grávida em todos os momentos, desde que a gestação foi comprovada até o parto.

Depois de se formar em medicina, o próximo passo é a residência médica em Ginecologia, que pode durar cerca de 3 anos. Após concluir esse período, é necessário se submeter à aprovação pela Febrasgo.

Com um salário de aproximadamente R$ 6.366, o ginecologista pode trabalhar em maternidades, hospitais, clínicas e consultório particular.

4. Psiquiatria

A Psiquiatria é uma área que tem a função de reduzir os sintomas relacionados aos transtornos mentais, como a depressão, e busca melhorar a qualidade de vida das pessoas. O profissional é habilitado para prescrever medicamentos voltados para o tratamento de transtornos e doenças da mente.

As ferramentas principais de trabalho são a prescrição de remédios específicos, atendimento ao paciente, os laudos psiquiátricos e a terapia. Além da formação em Medicina, o profissional precisa fazer uma residência médica em Psiquiatria.

Esse processo leva cerca de 3 anos, em que a pessoa faz estágio em áreas de especialização da Medicina como emergência psiquiátrica, clínica médica, neurologia, enfermagem, entre outras. A vivência médica em ambulatórios especializados também é importante para o conhecimento. Esses ambulatórios podem incluir especializações em psicoterapia, transtorno de humor e esquizofrenia. O salário do profissional é de cerca de R$ 7.078.

5. Clínica Médica

A Clínica Médica é uma das áreas de especialização da Medicina que tem como foco o tratamento e o diagnóstico de doenças em adultos, ou seja, sem cirurgias. O profissional é responsável pela avaliação da pessoa de maneira completa e é capacitado a resolver a maior parte das patologias, além de gerenciar o cuidado do paciente indicando o especialista ideal, caso seja necessário.

O atendimento no consultório ou ambulatorial é uma das várias opções disponíveis para esse especialista. Com relação à formação, essa especialidade é obrigatória no internato. Todos os profissionais que escolherem uma especialidade clínica, devem fazer a residência de clínica médica antes de ingressar na faculdade. Essa é uma das carreiras com piso salarial mais alto, de cerca de R$ 7.518.

6. Dermatologia

A Dermatologia é uma área que é responsável pelo tratamento, prevenção e diagnóstico de doenças que estão relacionadas a pele, unhas, cabelo, mucosas e pelos. O especialista está apto para:

  • trabalhar na manutenção da beleza da pele;
  • solucionar problemas estéticos;
  • orientar sobre cuidados gerais.

O dermatologista também é habilitado para o tratamento de patologias nas mucosas, como afecções na área genital, língua, gengiva, lábios e boca. Nessa situação enquadram-se as doenças venéreas ou as doenças sexualmente transmissíveis.

Para ser um dermatologista, é necessário fazer um curso de residência médica ou curso de especialização, que dura cerca de 4 anos em período integral. O salário dessa especialidade é de cerca de R$ 5.485.

7. Infectologia

A Infectologia é uma área que tem o objetivo de estudar, diagnosticar, tratar e prevenir as doenças infecciosas crônicas e agudas que são causadas por protozoários, fungos, bactérias e vírus.

Diferente de outras especialidades, o infectologista não estuda somente um sistema ou órgão específico, mas a relação parasita-hospedeiro, o uso correto de antibióticos, a resistência microbiana e os mecanismos das infecções e inflamações. É um ramo que precisa entender além da doença, ao abranger o paciente como um todo, incluindo sua inserção epidemiológica.

Os programas de residência em Infectologia são de acesso direto, apresentam 3 anos de duração e não exigem pré-requisito. O salário dessa especialidade é de R$ 6.851.

Agora que você já conhece as principais áreas de especialização da Medicina, o segundo passo é optar por uma boa faculdade. Por isso, independentemente da especialidade escolhida, sempre dê preferência para uma instituição de qualidade e reconhecida no mercado.

Na Pitágoras, oferecemos um curso completo para que você possa se especializar em qualquer uma das áreas e obter destaque — e não é só isso! Aqui, você tem acesso à diferenciais que são indispensáveis, como estudar em uma faculdade que, além de 20 anos de tradição em ensino superior, oferece:

  • parceria com o programa Mais Médicos;
  • infraestrutura de excelência;
  • acesso à Policlínica Municipal;
  • visitas à Rede Básica de Saúde;
  • aulas práticas em Laboratórios;
  • acesso ao Canal Conecta.

Curtiu este post, mas ainda tem alguma dúvida sobre as matérias de Medicina? Então, entre em contato conosco. Será um prazer ajudá-lo!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.