Conheça as 12 principais áreas em alta da Medicina

áreas em alta da medicina

Tornar-se um médico é o sonho de muitas pessoas. Não à toa, essa é uma das carreiras mais concorridas em vestibulares de todo o Brasil e do mundo, exigindo o preparo com bons melhores cursinhos online ou presenciais e muita força de vontade. Mas, afinal: dentro desse campo, quais são as áreas mais promissoras da Medicina? Quais especializações realmente valem a pena nessa profissão?

Ainda que todas as áreas da Medicina sejam altamente valorizadas, é importante ressaltar que determinadas especializações podem ser ainda mais vantajosas para os novos profissionais. Estar sempre ligado às tendências e novidades é muito importante para que o jovem profissional se qualifique em um campo interessante.

Para seguir nessa jornada da informação, preparamos este post relacionado ao tema. A seguir, você vai saber:

  • como é o mercado de trabalho para a Medicina;
  • quais são as áreas médicas mais promissoras;
  • qual é a melhor faculdade para escolher.

Esse tipo de informação é extremamente relevante para todos que almejam uma carreira na Medicina. Tudo pronto? Então, vamos lá!

Qual é o mercado de trabalho para a Medicina?

Antes de falarmos sobre as áreas mais promissoras da carreira em Medicina, que tal conversarmos brevemente sobre o mercado para essa profissão? Em primeiro lugar, é preciso ressaltar que essa é, sem dúvidas, uma das carreiras mais valorizadas no mercado.

Em 2018, havia mais de 450 mil profissionais da área atuando no Brasil. Esse número representa a marca de 2,5 médicos por habitante. Embora essa seja uma taxa equivalente à de países como o Canadá e Estados Unidos, ela ainda é bastante insuficiente para os padrões brasileiros, especialmente se considerarmos a desigualdade marcante em nossa sociedade.

Em algumas regiões, como o Distrito Federal, a razão entre o número de médicos cadastrados e a quantidade de habitantes gira em torno de 4,02. Já no Maranhão, a mesma conta nos mostra um resultado de apenas 0,98, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Federal de Medicina no material Demografia Médica no Brasil.

Sendo assim, há uma constante necessidade de médicos qualificados entrando no mercado de trabalho do Brasil. É ainda mais interessante que eles se especializem em campos que tragam desenvolvimento e progresso para a saúde de nosso país, atuando nas áreas em que o deficit e a necessidade sejam maiores.

Por isso, a Medicina é uma das áreas mais promissoras do mercado. Profissionais recém-formados já saem da faculdade com empregos garantidos como médicos generalistas, podendo se dedicar às provas de residência e especialização com muito mais segurança financeira.

As oportunidades são ainda melhores em regiões mais afastadas do Sudeste do país. Atuar nesses locais pode ser um grande desafio, mas se transforma em um período de muitas histórias de superação e crescimento pessoal.

A área de generalista, inclusive, é um campo muito procurado em diversos locais do país. A seguir, veremos mais sobre esse e outros exemplos de especialidades da Medicina que podem ser muito úteis para a saúde brasileira.

Quais são as melhores áreas da Medicina?

O sonho da Medicina, muitas vezes, vem acompanhado de uma incerteza: entre tantas as áreas de atuação de um médico, qual delas escolher? A partir de agora, você verá como funcionam esses campos e quais são as principais possibilidades para pessoas que têm interesse nesse tipo de carreira. Uma delas vai ser a que você procura!

1.  Radiologia

Para começarmos a nossa lista, falaremos sobre o profissional médico especializado na área de Radiologia. Os aparelhos que utilizam esse tipo de conceito para funcionar, como os raios-X, são de fundamental importância diagnóstica nos tempos atuais. É praticamente impossível um hospital funcionar sem essas ferramentas!

O diagnóstico por imagem é, portanto, uma peça essencial no tratamento de milhares de pacientes diariamente em todo o Brasil. Essa é uma especialidade em plena expansão e que não mostra quaisquer sinais de desaceleração em seu crescimento contínuo e na presença cada vez mais marcante desses profissionais em clínicas e hospitais.

O radiologista trabalha em constante parceria com profissionais de outras especialidades da Medicina, com os técnicos em Enfermagem ou Radiologia. É o responsável pela obtenção das imagens que serão analisadas pelos radiologistas e, após feito o laudo, passadas para o médico condutor do caso e solicitante dos exames.

De modo geral, o médico radiologista ganha em torno de R$5.800,00, mas o seu teto salarial pode atingir até os R$20.000,00 para uma jornada de trabalho de aproximadamente 23 horas semanais.

Essa é, portanto, uma área com uma remuneração bastante interessante e que requer especializações relativamente mais curtas do que outras que serão vistas em nossa lista.

2.  Neurocirurgia

Se você assiste à série Grey’s Anatomy, com certeza está familiarizado com a figura de Derek Shepard, um dos protagonistas da trama. Esse personagem é um neurocirurgião de renome mundial e, a cada episódio, é possível perceber, ainda que remotamente, toda a responsabilidade que essa especialidade carrega em seu dia a dia.

Sem dúvidas, não é para menos: o neurocirurgião é responsável pela realização de cirurgias e outros procedimentos em áreas extremamente complexas, como o cérebro e a medula espinhal. Complicado, não é mesmo? Estudar, aqui, não é uma opção, mas uma obrigação que perdurará por toda a vida profissional.

Esse profissional precisará compreender toda a relação entre o sistema nervoso humano e o organismo como um todo. Ele atua na resolução de problemas bastante complicados e lida com uma alta carga de pressão no cotidiano. Por isso, um emocional fortalecido é essencial.

Para chegar a esse cargo, o estudante precisa passar por uma longa residência — para se ter uma ideia, serão 5 anos de duração após a graduação. O esforço, no entanto, é muito bem recompensado. A remuneração média de um neurocirurgião é de cerca de R$21.000,00 para 22 horas trabalhadas semanalmente.

3.  Medicina Esportiva e Reabilitação

Estamos no país do futebol! O Brasil é mundialmente conhecido por seus craques que dão o sangue em campo e, nos últimos tempos, também se tornou uma referência particular em muitos outras modalidades esportivas. Com isso, é natural que surja uma demanda especial para profissionais dessa área — como fisioterapeutas e, claro, médicos do esporte.

Essa é uma especialidade médica relativamente nova, mas que tem ganhado muito interesse por parte do mercado e dos recém-formados em Medicina. O médico do esporte lidará com o tratamento, prevenção e diagnóstico de problemas relacionados à prática esportiva.

Além de atuar com atletas dos mais variados segmentos (e, portanto, precisar lidar com a particularidade de cada esporte e suas demandas), esse médico é muito importante para o “cidadão comum”. Pouco a pouco, essas pessoas precisam recobrar a movimentação, redescobrir o próprio corpo e tomar as rédeas da própria saúde.

De acordo com dados do site Trabalha Brasil, o médico do esporte ganha cerca de R$10.000,00 por mês em empresas de porte considerado “normal” — ou seja, relativamente famosas e com uma certa variedade de profissionais que nela atuam.

4.  Oncologia

Dados liberados pelo Instituto Nacional do Câncer (INCA) mostram que, em 2020, os casos da doença em todo o território brasileiro podem aumentar em quase 650 mil casos. Essa é uma previsão bastante assustadora e que representa uma porcentagem consideração de uma população de pouco mais de 200 milhões de habitantes.

Sendo assim, o oncologista, médico responsável por lidar com esse tipo de questão, mostra-se um profissional indispensável em um cenário tão desfavorável. Ele será treinado para identificar, tratar e prevenir os mais diversos tipos de câncer, especialmente aqueles mais comuns em nossa população.

Por isso, essa é uma especialidade absolutamente necessária e que pode auxiliar, até mesmo, na descoberta de medicamentos, protocolos e procedimentos que confiram uma maior sobrevida — e, claro, qualidade de vida aos pacientes que sofrem com essa doença tão perigosa e cruel.

O médico oncologista ganha, em média, R$8.200,00. Com o tempo e o aumento da experiência, no entanto, esse número pode chegar aos impressionantes R$25,000,00, para uma jornada de, em média, um dia trabalhado a cada semana.

5.  Infectologia

Entre o final de 2019 e os primeiros meses de 2020, o mundo se deparou com um novo inimigo: uma mutação no antigo patógeno coronavírus gerou uma nova doença, conhecida como Covid-19. Esse problema começou isoladamente em uma pequena província chinesa e logo se alastrou pelo mundo, gerando uma situação de pandemia.

Esse foi o cenário para que o trabalho de milhões de infectologistas ao redor do mundo fosse, finalmente, reconhecido pela maioria das pessoas. Tais profissionais se esforçam muito para tratar de problemas assim, estudando o modo como as doenças se espalham e procurando alternativas para frear esse avanço e garantir a saúde da população de modo uniforme.

Além disso, os infectologistas estão encarregados pelo diagnóstico de uma série de doenças que envolvem agentes patógenos como vírus, bactérias e fungos. Esse conhecimento é muito específico e, muitas vezes, é difícil identificar sinais clínicos e diferenciar as patologias causadas por esses seres. O tratamento desses males também é, portanto, responsabilidade desse médico.

No Brasil, um médico infectologista recebe um salário médio mensal de cerca de R$6.200,00. Profissionais com mais tempo de estrada, no entanto, podem ganhar até mesmo R$15.000,00 por jornadas de 20 horas semanais trabalhadas.

6.  Medicina Generalista

O médico generalista foi, por muitos anos, deixado de lado quando falávamos sobre áreas plenamente valorizadas da Medicina. Nos últimos anos, no entanto, esse profissional voltou a ser valorizado no mercado, graças à alta demanda de pessoas especializadas na atenção de base no Brasil.

Os cuidados de base fazem toda a diferença no tratamento de doenças. Quando prevenidos ou descobertos precocemente, problemas de saúde que são, em teoria, simples podem não causar tanto estrago ao organismo de um determinado paciente — e, logo, serem tratados de maneira muito mais eficiente e com menos risco de sequelas.

Por isso, o clínico geral é tido como o que ele realmente é: um personagem absolutamente crucial para que toda a roda da Medicina gire no tempo adequado e como deveria girar.

Para 23 horas semanais trabalhadas, um médico clínico geral ganhar em torno R$7.000,00. Esse é o caminho mais seguido pelos recém-formados em Medicina, mas uma carreira nessa área também pode trazer remunerações cada vez mais atraentes.

Vale lembrar também que, embora essa área da Medicina não exija uma especialização, estudo e atualizações constantes continuam sendo um requisito para uma boa atuação.

7.  Ginecologia e Obstetrícia

Você já parou para pensar o quanto os direitos das mulheres avançaram nos últimos tempos? Se não, é hora refletir sobre esse assunto. As mulheres passaram a ser cada vez mais donas de si, um contexto que não parece dar sinais de retrocesso.

Mulheres são vítimas fatais de uma série de problemas como o câncer de mama e de colo de útero. Com o empoderamento maior desse grupo e uma consciência ampliada sobre si mesmas, é natural que a demanda por profissionais especializados nas particularidades do sistema reprodutor feminino aumente.

Sendo assim, profissionais especializados em Ginecologia ou Obstetrícia serão ainda mais requisitados pelo mercado. A saúde da mulher é, também, um tema da Medicina do Futuro e não pode ser deixada de lado!

Um médico ginecologista ou obstetra ganha, atualmente, cerca de R$7.000,00. O salário, no entanto, pode alcançar os R$15.000,00 dependendo das suas condições e da qualificação do profissional. Isso é válido para cerca de 21 horas trabalhadas todas as semanas.

8.  Cirurgia plástica

No mundo da cirurgia, o cirurgião plástico é visto como uma verdadeira estrela do rock. Ele é responsável pelos mais incríveis feitos no centro cirúrgico, moldando corpos e estruturas como uma obra de arte.

No cenário em que as pessoas estão mais preocupadas com as questões estéticas, esse profissional tem uma demanda aumentada no mercado de trabalho. Na realidade, esse é um dos médicos mais bem remunerados de toda a Medicina. Essa área, portanto, é indicada para quem quer bons frutos na carreira.

Além da ligação com as questões estéticas, esse profissional também é responsável direto pela restauração de tecidos e estruturas em pessoas que sofreram acidentes, por exemplo. É um trabalho muito nobre, que devolve a autoestima e qualidade de vida para milhares de pacientes.

Para 22 horas trabalhadas todas as semanas, o cirurgião plástico pode chegar a receber um salário de até R$15.000,00. Esse montante é ainda maior dependendo da experiência do profissional e de seu local de atuação.

9.  Cardiologia

Page cardio! Mais uma vez, mencionamos a série Grey’s Anatomy para falar sobre outra área extremamente importante da Medicina — desta vez, representada pela Dra. Cristina Yang na trama televisiva. Quando falamos em Cardiologia, podemos nos referir tanto ao cirurgião cardiotorácico quanto ao cardiologista clínico, ambos fundamentais e muito valorizados.

Os problemas cardiovasculares não param de crescer no Brasil. O país está, pouco a pouco, abandonando os hábitos saudáveis e mostrando números consideráveis no que diz respeito à presença de obesidade e doenças do coração entre os brasileiros. Essa é, inclusive, a principal causa de óbitos por aqui.

Sendo assim, esse profissional é indispensável tanto para o tratamento quanto para o diagnóstico precoce — e, claro, para a prevenção de questões que atinjam o sistema circulatório do corpo humano. Os aspectos clínico e cirúrgico se complementam nesse cenário e fornecem o melhor aparato para cuidar melhor da saúde de nossa população.

Para 22 horas trabalhadas semanalmente, um cardiologista ganha cerca de R$5.000,00. Um cirurgião, por sua vez, faz cerca de R$15.000,00 em um período semelhante. O caminho para cada uma dessas carreiras, no entanto, também é bem diferente, e a residência de quem vai para a cirurgia costuma ser mais longa.

10. Psiquiatria

Na mesma via em que caminham os aumentos de casos de problemas cardiovasculares no Brasil estão também as doenças de cunho psicológico e emocional, como a depressão e a ansiedade, além de vários outros transtornos. O estilo de vida caótico e as pressões impostas pela sociedade são algumas das causas para o expressivo aumento desses números — 86% da população apresenta algum problema do tipo.

Frente a esse tipo de informação, a capacitação de profissionais que lidem com essas questões torna-se essencial. É aí que entra o psiquiatra, médico responsável pelo diagnóstico, tratamento e prevenção.

A Psiquiatria é, portanto, uma das áreas médicas que serão mais importantes para os próximos anos e décadas. A criação de uma força-tarefa para lidar com os males emocionais é absolutamente necessária para fazer com que a nossa população seja mais saudável nesse aspecto e, assim, tenha plena qualidade de vida.

O salário médio para um psiquiatra clínico é de R$7.000,00 para uma jornada média de 20 horas semanais. Esse valor pode aumentar de acordo com a experiência do profissional em sua área de atuação.

11. Genética médica

No ensino médio, a Genética é uma área da Biologia que nos ensina uma série de questões como a mitose, a meiose e a ocorrência de clonagens, por exemplo. Além disso, vemos também a ocorrência dos alelos, das características e das heranças recessivas e dominantes, acompanhadas de perto por mutações e possíveis problemas de saúde.

O geneticista, médico que trabalha com esse tema, é responsável não apenas por diagnosticar, mas também por estudá-las a fundo e buscar soluções para resolvê-las. Esse profissional, portanto, é um verdadeiro cientista e um pesquisador.

A manipulação genética também é uma realidade no dia a dia desse profissional, o que faz da genética médica um misto entre realidade e ficção científica. Por isso, essa é a área ideal para quem gosta do assunto e não tem medo de continuar aprendendo pela vida toda. Gostar de desafios também é algo que está entre os requisitos de um geneticista.

Em alguns momentos de sua carreira, esses profissionais chegam a ganhar até R$10.000,00. Essa é uma das áreas mais carentes de médicos no Brasil, contando com poucas centenas de profissionais nela especializados.

12. Medicina Nuclear

O que vem à sua cabeça quando falamos sobre algo ligado à energia nuclear? Normalmente, esse termo é automaticamente associado a desastres que ceifaram a vida de milhares de pessoas ao longo de nossa história. No entanto, isso não é tudo: essa tecnologia do futuro também pode ser utilizada para curar e prevenir doenças.

Na Medicina Nuclear, o profissional estará qualificado para lidar com esse tipo de material a fim de diagnosticar uma série de enfermidades com o seu uso. Elementos radioativos são a principal ferramenta do trabalho desse médico.

A radioatividade também é comumente empregada, nesse caso, como medida terapêutica, ou seja, usada no tratamento de uma série de problemas de saúde. Exames como a ressonância magnética fazem parte de todo esse contexto e são, hoje em dia, indispensáveis para a Medicina.

O profissional especializado em Medicina Nuclear pode ganhar até de R$10.000,00 por 15 horas de trabalho semanais. Esse tempo é realmente reduzido por conta do tipo de material com o qual ele trabalha em seu dia a dia, a fim de evitar contaminações.

Qual é a melhor faculdade de Medicina atualmente?

No Brasil, há muitas faculdades excelentes para a área de Medicina. No entanto, a opção mais interessante para os futuros médicos é fazer graduação na Pitágoras! Essa é uma instituição de ensino realmente comprometida com a formação qualificada e humanizada de profissionais da saúde.

A Pitágoras tem mais de 20 anos de tradição nessa área e contribui de forma direta para a saúde brasileira, contando com convênios com programas sociais importantes, como o Mais Médicos. Aqui, os estudantes têm um aprendizado diferenciado em estágios nos melhores estabelecimentos da área da saúde.

Outro diferencial está no corpo docente da instituição, que conta com os professores mais qualificados do mercado. Todos eles são referências nas áreas de atuação de um médico! Projetos práticos e teóricos variados também fazem toda a diferença na formação do profissional que escolhe a Pitágoras como sua faculdade.

Por fim, não podemos deixar de citar o Canal Conecta, outro incrível diferencial da Pitágoras. Com ele, você tem acesso às melhores vagas de estágio e pode, desde cedo, profissionalizar-se e sentir como funciona o dia a dia de um profissional de sua área. Vale lembrar que, no caso dos cursos da saúde, as vagas são de estágios não remunerados.

O curso de Medicina na Pitágoras é ministrado na cidade de Eunápolis, na Bahia, uma das melhores cidades para fazer faculdade em todo o Brasil! Aqui, o clima é muito amigável e você terá qualidade de vida somada a uma educação de primeiríssima qualidade.

Com essas informações, o que você está esperando? Venha fazer parte da Pitágoras você também! Saiba mais sobre o curso de Medicina oferecido na faculdade e prepare-se para receber uma educação de primeira linha, que o preparará para qualquer residência escolhida no futuro.

Gostou de conhecer mais sobre as áreas da Medicina que estão em alta? Descobrir informações como essas é algo muito importante para quem busca entrar nessa carreira. Assim, o estudante pode começar os seus estudos com uma boa noção do que o espera pela frente, direcionando os seus conhecimentos para as suas preferências.

Para conhecer mais sobre esse curso e outros detalhes da Faculdade Pitágoras, entre em contato a nossa equipe!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 155

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.