Apresentação profissional: 7 dicas para conquistar todos à sua volta

apresentacaoprofissional7dicasparaconquistartodosasuavolta

Em tempos tão competitivos, saber como fazer uma boa apresentação pessoal é mais do que básico. Seja para ter sucesso na entrevista de estágio, seja para conseguir a tão sonhada efetivação, demonstrar uma boa postura e imagem perante seus líderes e colegas de profissão é essencial.

A forma como se comunica, se expressa e, até mesmo, se veste pode dizer muito sobre você, sabia? Esses pontos podem mostrar se você está ou não alinhado à cultura da empresa e, por isso, é necessário ficar atento ao linguajar, à linguagem corporal, ao dress code da organização e outras questões das quais falaremos neste post.

Quer entender como demonstrar mais autoconfiança por meio dessa e outras dicas que daremos? Vamos lá!

Como fazer uma boa apresentação pessoal?

Uma apresentação pessoal eficiente e que conquiste as pessoas ao redor demanda empenho e autoconhecimento — e tudo isso vai muito além de falar bem em público. Para que o seu caminho se torne mais fácil, trouxemos algumas dicas!

1. Pense no seu público

Durante sua vida profissional, você terá que falar para diversos públicos, sejam os líderes da empresa, seus colegas de trabalho ou os estagiários. Por isso, é preciso ter em mente quem é seu público-alvo para acertar no tom e no discurso.

Com seus superiores, é interessante demonstrar propriedade sobre o que você diz — quando for fazer uma apresentação, por exemplo, é necessário estudar o tema a ser abordado e se preparar bastante. Assim, você transparece seus esforços e empenho, ganhando a confiança dos líderes.

Já quando está conversando com pessoas da mesma hierarquia ou abaixo, mostre o que sabe, mas demonstre estar aberto para aprender com os colegas — isso o ajuda a construir um bom relacionamento profissional e a contar com o apoio de todos.

Em entrevistas de emprego ou em casos de promoção, prefira a sinceridade às respostas clichês. Por exemplo, dizer que um defeito seu é o perfeccionismo é algo que a maioria diz — o que pode soar como uma resposta pronta e que não corresponde realmente ao seu perfil.

2. Fique de olho no tempo

Por mais que seu currículo seja extenso, você já tenha feito intercâmbio e passado pelas mais diferentes experiências, ficar falando demais sobre si mesmo é cansativo. Isso pode dar a entender que você não sabe ouvir e que é egocêntrico — e você não quer isso de jeito nenhum, não é?

Assim, se foi lhe dado dez minutos para falar sobre seu currículo profissional, faça isso no tempo estipulado — deixando os 2 minutos finais para se abrir a perguntas. Esse detalhe indica que você tem vontade de manter o diálogo aberto e que é interessado!

3. Tente não decorar

Se você já tem uma apresentação pessoal para currículo, ótimo. Mas ela não é a indicada para ser dita pessoalmente. Decorar um texto, em determinados momentos, denota muita insegurança, principalmente quando você está nervoso, podendo se esquecer de tudo.

Durante seu discurso, faça pausas, olhe nos olhos das pessoas que são seus interlocutores e sorria quando convier. Isso tira sua apresentação do modo automático e faz com que as pessoas se encantem por você.

4. Treine antes

Ninguém é perfeito e faz tudo corretamente de primeira. Por isso, trabalhe em diversos exemplos de apresentação pessoal e pense no que vai dizer antes. Você pode anotar alguns tópicos e falar olhando para o espelho, até para entender suas expressões e analisar suas pausas.

Faça isso quantas vezes julgar necessário até ganhar confiança para mandar bem na hora da apresentação. É possível ainda gravar com o celular e assistir para verificar bem os pontos fortes e fracos.

Além disso, pedir para alguém de confiança assistir e dizer, sinceramente, o que acha é outra forma de ir se acalmando quando precisar falar em público, ok? Lembre-se: sempre dá para se aprimorar!

Em alguns casos, empresas pedem que você envie um vídeo de sua apresentação. Quando for preciso, grave a quantidade de vezes necessária até que considere que ficou legal. Checar o fundo e a qualidade do áudio são outros pontos essenciais para um bom resultado.

5. Trabalhe sua autoestima

A falta de autoestima atrapalha muito seu discurso em uma apresentação. Quando você não acredita em suas experiências e potencial, fica difícil convencer as outras pessoas, concorda?

Por isso, o primeiro passo é fazer uma lista das suas qualidades, habilidades e experiências passadas que possam ser um diferencial. Pense em tudo o que é positivo para trazer no seu discurso e não tenha vergonha de fazê-lo!

6. Fique atento ao seu vocabulário

Evitar excesso de gírias é fundamental, até porque você não conhece o repertório dos seus interlocutores — e o objetivo é ser bem compreendido, certo? Também cuidado com o excesso de formalidade, o que pode ficar forçado.

Além disso, atenção a expressões que dizem pouco e viram vícios de linguagem, como “tipo”, “né?” e outras. Por isso, é tão interessante treinar bem e até gravar, para ouvir com muito critério e atenção.

7. Dose o bom humor

Por mais que você seja bem-humorado e goste de piadas, a dica é não exagerar, ok? Fazer graça em uma apresentação pessoal nem sempre é o ideal, principalmente quando você não conhece bem o seu público. Então, o ideal é sorrir e ser simpático!

E quanto a uma carta de apresentação pessoal?

Muitas empresas, ao longo do processo seletivo, pedem uma carta de apresentação pessoal para você falar um pouco mais sobre seu perfil. Ou seja, mostrar suas qualidades, seus defeitos, o que aprendeu com as experiências passadas e o que deseja para o futuro.

Escrever com poder de síntese, boa gramática e sinceridade conta demais nessa etapa. Faça a redação sempre em primeira pessoa e evite usar a terceira pessoa. Depois de escrito, releia e ainda use um corretor ortográfico, para se certificar de que está enviando um documento adequado.

O momento da apresentação pessoal é quando você deve expor todas as suas qualidades e experiências, falando no tempo concedido e com autoconfiança. Mas não só: é preciso ouvir e responder as perguntas com foco, sem fugir do tema questionado ou dar muitas voltas na resposta. Gentileza e boa educação nessa hora contam demais!

Você já entendeu o que é preciso para fazer uma apresentação pessoal com qualidade e confiança, certo? Nosso convite é que você continue a leitura para entender melhor como fazer um networking eficiente, vamos lá?

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.