Alfabetização e letramento: descubra como trabalhar na área

criança desenhando e escrevendo em aula de alfabetização e letramento

Você já reparou como nossa sociedade utiliza as habilidades de leitura e escrita para diversas atividades, das mais básicas às complexas? Elas são importantes na hora de se guiar por ruas, usar o transporte público, seguir uma receita, comunicar-se com outras pessoas por meios escritos etc.

Tudo isso é possível para quem passou pelo processo de alfabetização e letramento. Por isso, o ensino dessas competências é algo fundamental. Ele acontece preferencialmente na infância, mas também há processos para alfabetizar adultos que não aprenderam a ler durante a idade escolar.

Nesse contexto, os professores têm papel central. Afinal, são eles os responsáveis por desenvolver esses conhecimentos junto aos estudantes. Que tal saber mais sobre o assunto? Neste post, veremos:

  • o que é alfabetização e letramento;
  • o papel do pedagogo nessas habilidades;
  • como trabalhar nessa área.

Boa leitura!

O que é alfabetização e letramento?

Embora sejam vistos como sinônimos por muitas pessoas, alfabetização e letramento não significam a mesma coisa. Eles são sim partes de um mesmo processo, mas cada conceito se refere a uma especificidade da aprendizagem de leitura e escrita por crianças e adultos.

A alfabetização se refere especificamente à aprendizagem da leitura e da escrita. Ou seja, ao desenvolvimento das competências básicas que levam uma pessoa a decodificar a língua escrita e ser capaz de entender como ler e escrever palavras, montar frases etc.

O letramento diz respeito a um contexto mais amplo. Ele não se limita à aprendizagem das letras e símbolos escritos, mas à função social que a linguagem escrita ocupa em uma sociedade. É o que leva o estudante a saber compreender e interpretar os usos dessa linguagem.

Diferenças entre alfabetização e letramento

À primeira vista, os dois significados podem representar coisas muito parecidas. Isso acontece porque, de fato, tratam-se de conceitos complementares. Afinal, como imaginar que uma pessoa pode ser alfabetizada sem ser letrada? Ou seja, conseguir ler palavras, mas não compreender suas consequências práticas e sociais?

Infelizmente, algo assim acontece. Você já ouviu falar em analfabetismo funcional? Entender o fenômeno nos ajuda a evidenciar as diferenças entre alfabetização e letramento. Uma pessoa analfabeta é alguém que não aprendeu a ler — isto é, a decodificar a linguagem escrita.

Entretanto, existem pessoas que são capazes de ler palavras escritas, mas que não têm as habilidades relacionadas ao letramento desenvolvidas. Isso faz com que, mesmo conseguindo ler textos simples, elas tenham dificuldade em interpretar o que está escrito.

Em resumo, não é suficiente passar por um processo de alfabetização — ele deve estar atrelado também ao letramento. Afinal, a questão mais importante de saber ler não é identificar o código escrito, mas capacitar-se para utilizá-lo nas práticas sociais em que ele é relevante.

A compreensão da diferença entre alfabetização e letramento é algo essencial para o professor do ensino básico. Assim, ele pode organizar suas metodologias para mediar o desenvolvimento dos estudantes nas duas frentes do processo. Importante, não é mesmo?

Qual é o papel do pedagogo na alfabetização e letramento?

Depois de saber o que é alfabetização e letramento, chega a hora de entender qual é o papel da Pedagogia no ensino de tais habilidades.

Pedagogia e alfabetização estão relacionadas, pois os pedagogos são as principais figuras relacionadas à aprendizagem da leitura e da escrita. Quem se forma no curso está habilitado para atuar na educação infantil, nos primeiros anos do ensino fundamental e também nas turmas de Educação de Jovens e Adultos (EJA). O profissional se capacita para mediar conhecimentos básicos de linguagem, Matemática e outras ciências.

Assim, a alfabetização e o letramento estão entre as principais atividades exercidas pelos pedagogos não apenas na sala de aula, mas em outras funções que ele pode exercer. Por exemplo, cargos de gestão na escola ou outras oportunidades em instituições como hospitais e editoras.

É papel dos pedagogos entender as diferenças entre alfabetização e letramento para mediar o conhecimento com seus alunos. Assim, os professores realizam atividades que envolvam tanto a aprendizagem das letras e palavras quanto da função social da escrita, como:

  • projetos pedagógicos de leitura e interpretação de textos, livros e outros materiais;
  • apresentação de diversas fontes de escrita — receitas, bulas, quadrinhos, convites, revistas, jornais etc.;
  • consideração das questões sociais envolvidas no processo de aprendizado;
  • organização de atividades culturais e envolvimento da família;
  • acompanhamento da aprendizagem dos alunos e adaptação das metodologias para cada turma.

É importante que o pedagogo siga os parâmetros do MEC para a educação e que o candidato ao vestibular encontre uma faculdade que esteja atenta a essas mudanças para capacitar o aluno adequadamente, como o Pitágoras faz.

Como trabalhar nessa área?

Você ficou interessado pela Pedagogia na alfabetização e o letramento? Trabalhar nessa área é algo muito gratificante, já que o profissional pode ter a certeza de contribuir para que toda uma geração desenvolva conhecimentos essenciais para viver em sociedade.

Confira como atuar nela!

Cursar Pedagogia

Conforme falamos, o curso de Pedagogia é ideal para trabalhar com alfabetização e letramento. Nele, você terá contato com os conteúdos essenciais para compreender e intervir no processo de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos em relação à escrita.

O curso tem duração média de 4 anos e os professores do ensino básico têm o piso salarial de R$2.886,24 no Brasil. Eles podem trabalhar tanto em escolas públicas quanto em particulares, além de outras instituições, como hospitais, empresas, editoras etc.

Um cuidado essencial para quem deseja cursar Pedagogia é procurar uma boa faculdade. A qualidade da formação é um aspecto relevante para seu sucesso no mercado de trabalho. Por isso, aqui na Faculdade Pitágoras investimos na melhor estrutura presencial ou EAD, com corpo docente qualificado e currículo atualizado.

Vale destacar que a leitura e a escrita são habilidades de destaque na nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) brasileira. Logo, é importante estudar em uma instituição que saiba atualizar suas matérias para integrar a Pedagogia e a BNCC. Os alunos da Pitágoras podem contar com essa e outras vantagens — a exemplo do Portal do Aluno e do Canal Conecta.

Ter paciência

Mais um aspecto que faz parte do perfil profissional de um bom pedagogo é ter paciência. O professor acompanha turmas compostas por crianças diferentes, com diversos ritmos de aprendizagem. Assim, o estímulo aos tipos de inteligência também deve considerar a diversidade.

Lembre-se de que aprender a ler e escrever é um grande desafio para os alunos. Nesse cenário, compreender as dificuldades e desenvolver metodologias adequadas para cada turma é essencial na tarefa do professor.

Atualizar-se frequentemente

Por fim, o pedagogo precisa continuar estudando — mesmo depois da faculdade. Fazer novos cursos, ter uma especialização, participar de eventos e ter o hábito de acompanhar novidades e se atualizar o ajudam a ser um melhor professor a cada ano.

A formação continuada faz parte da valorização do professor. Desse modo, ele se capacita cada vez mais para saber como os alunos aprendem melhor. Percebe como trabalhar na alfabetização e no letramento é algo gratificante? Se a área parece interessante para você, procure formas de aproveitar as oportunidades dela!

E se quiser continuar estudando sobre a educação, aproveite para conhecer 6 dos principais métodos pedagógicos!

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.2 / 5. Número de votos: 26

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dê mais um passo na direção da carreira dos seus sonhos !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos em primeira mão!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content